CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

31 de agosto de 2014

Evangelho do dia (Mt 16, 21-27) - 22º Domingo do Tempo Comum

 

 
 
Ser discípulo consiste em participar da vida de Jesus,
aceitar seu modo de pensar e de agir,
testemunhar e anunciá-lo ao mundo,
para participar da construção de um reino de paz e de amor

Aniversariantes do dia

 
GENILDO BATISTA DE OLIVEIRA
 
 
JOÃO BATISTA DE ANDRADE
 
 
LUIZ TIRAPELLI
 
 
PADRE LUIS RODRIGUES BATISTA
Superior Provincial de SP
Festejando 51 anos de idade
 
 
PADRE JORGE DA SILVA SAMPAIO
Comunidade do Seminário Santo Afonso (Editora)
Comemorando 43 anos de idade
 
PADRE DORIVALDO PIRES DE CAMARGO
Comunidade de Pesquisas Religiosas
Comemorando 34 anos de Sacerdócio
 
PADRE FERNANDO VELOSO DA SILVA
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Festejando 12 anos de Ordenação Sacerdotal 

30 de agosto de 2014

Vamos nos unir...

 

PEDIDO DE ORAÇÕES

 

DIÁCONO INÁCIO DE MELO MESQUITA 

sofreu um acidente automobilístico há poucos dias e 
encontra-se em total repouso para se restabelecer.
Solicita a todos que lembrem dele em suas orações.
Que seu restabelecimento seja rápido e pleno são os votos dos amigos da Uneser!
  

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1523  30/ 08/2014

6410. Evangelho de sábado (30-08-2014) - 1 Cor 1, 26-31; Sl 32; Mt 25, 14-30 - Disse Jesus: “O Reino dos Céus é como um homem que, partindo para uma viagem, chamou seus empregados e lhes confiou seus bens. Deu a um deles cinco talentos; a outro dois; a outro, um; deu a cada um de acordo com sua capacidade; e partiu. Ora, aquele que havia recebido cinco talentos foi logo negociar com eles e ganhou outros cinco. Do mesmo modo, aquele que havia recebido dois, ganhou outros dois. Mas aquele que havia recebido um talento só saiu, fez um buraco no chão e aí escondeu o dinheiro do patrão. Muito tempo depois voltou o patrão desses empregados e acertou as contas com eles. Aproximou-se aquele que tinha recebido cinco talentos e apresentou outros cinco, dizendo: “Senhor, entregaste-me cinco talentos, eis aqui outros cinco que ganhei”. Disse-lhe o patrão: “Muito bem, empregado bom e fiel. Foste fiel no pouco, eu te confiarei muito. Vem alegrar-te com teu patrão!” Apresentou-se depois aquele que tinha recebido dois talentos e disse: “Senhor, entregaste-me dois talentos, eis aqui outros dois que ganhei!” Disse-lhe o patrão: “Muito bem, empregado bom e fiel. Foste fiel no pouco, eu te confiarei muito. Vem alegrar-te com teu patrão!” Veio, por fim, aquele que tinha recebido um talento s e disse: “Senhor, eu sabia que és um homem severo, que colhes onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste. Fiquei com medo e escondi teu talento no chão aqui está o que é teu!” respondeu-lhe seu patrão: “Empregado mau e preguiçoso, sabias que eu colho onde não semeei e ajunto onde não espalhei. Devias, então, ter colocado meu dinheiro no banco, para que assim, ao voltar, eu recebesse com juros o que é meu. Tirai-lhe, pois, seu talento e dai-o àquele que tem dez. Porque a quem tem, será dado mais, e ele terá em abundância. Mas, a quem não tem, será tirado até mesmo o que tem. Quanto a esse empregado inútil, jogai-o l fora, na escuridão. Aí haver de chorar, rangendo os dentes”.
 
Recadinho: - O que você considera como seu maior talento?- Dedica-se a ele? - Coloca seus talentos a serviço do bem comum? - Você procura colher onde está semeando? - Não corre o risco de invejar talentos dos outros?
 
6411. Um deserto espiritual se alastra pelo mundo! - “Vemos sinais de idolatria da riqueza, do poder e do prazer, que se obtêm com custos altíssimos para a vida humana. Muitos dos nossos amigos e coetâneos, embora circundados de prosperidade material, padecem de uma pobreza espiritual, solidão e desespero silencioso. Até parece que Deus foi excluído deste horizonte; é como se um deserto espiritual estivesse se alastrando pelo mundo. Este deserto atinge também os jovens e lhes rouba a esperança e, por vezes, até a própria vida!” (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando a milhares de jovens, provenientes de 23 países da Ásia, por ocasião da VI Jornada da Juventude Asiática, no Santuário dos Mártires Coreanos, em Salmoé, situado numa pequena colina de pinheiros, e cidade natal de Santo André Kim Daejeon, primeiro sacerdote coreano)
 
6412. Jovens chamados a testemunhar o Evangelho da esperança! - “Vocês, jovens, são chamados a testemunhar o Evangelho da esperança, o Evangelho de Jesus Cristo e a promessa do seu Reino. O Evangelho nos ensina que o Espírito de Jesus pode renovar a vida no coração de todo o homem e transformar qualquer situação, até aquela aparentemente sem esperança. Esta é a mensagem que vocês são chamados a partilhar entre seus coetneos”. (Papa Francisco, 1/agosto/2014, falando a milhares de jovens, provenientes de 23 países da Ásia, por ocasião da VI Jornada da Juventude Asiática, no Santuário dos Mártires Coreanos, em Salmoé, situado numa pequena colina de pinheiros, e cidade natal de Santo André Kim Daejeon, primeiro sacerdote coreano)
 
6413. Jovens, o Senhor conta com vocês! - “Queridos jovens amigos, neste nosso tempo, o Senhor conta com vocês! Ele entrou nos seus corações no dia do Batismo; deu-lhes seu Espírito no dia da Crisma; fortalece-os constantemente com a sua presença na Eucaristia, para que vocês possam ser suas testemunhas no mundo. Estejam prontos para dier “sim” a Ele”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando a milhares de jovens, provenientes de 23 países da Ásia, por ocasião da VI Jornada da Juventude Asiática, no Santuário dos Mártires Coreanos, em Salmoé, situado numa pequena colina de pinheiros, e cidade natal de Santo André Kim Daejeon, primeiro sacerdote coreano)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia

 
 
 
ALEXANDRE ANTÔNIO CATO FILHO
 
 
ANTÔNIO EDUARDO CASTRO NOGUEIRA
 
 


29 de agosto de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1522 - 29/ 08/2014

6406. Evangelho de 6ª feira (29-08-2014) - Martírio de S. João Batista - Jr 1, 17-19; Sl 70; Mc 6, 17-29 - Herodes mandara prender João e mantê-lo na cadeia, por causa de Herodíades, esposa de seu irmão Filipe, com a qual tinha casado. Porque João dizia a Herodes: “Não te é permitido viver com a mulher de teu irmão”. Herodíades, por isso, o odiava e procurava tirar-lhe a vida, mas não o podia, pois Herodes temia a João, sabendo que era homem justo e santo, e o protegia. Quando o ouvia falar, sentia-se muito embaraçado, mas gostava de ouvi-lo. Ora, chegou um dia oportuno: Herodes, por ocasião de seu aniversário, deu um banquete aos grandes da corte, aos tribunos e aos nobres da Galileia. Entrou a filha de Herodíades e pôs-se a dançar, agradando a Herodes e aos convivas. O rei disse, então, à moça: “Pede-me o que quiseres, que te darei”. E jurou-lhe: “Tudo o que pedires eu te darei, até mesmo a metade de meu reino!” Ela saiu e foi perguntar à mãe: “O que vou pedir?” Esta lhe respondeu: “A cabeça de João Batista”. Voltando logo para junto do rei, fez o pedido: “Quero que me dês, agora mesmo, num prato, a cabeça de João Batista”. O rei ficou muito triste, mas por causa do juramento feito perante os convivas, não quis deixar de atendê-la. Enviou logo um guarda com a ordem de trazer a cabeça de João. O guarda foi e o decapitou na cadeia. Trouxe a cabeça num prato e a deu à moça, e esta a entregou à mãe. Quando os discípulos de João souberam disso, foram lá, pegaram seu corpo e o colocaram num sepulcro.
 
Recadinho: - Você pode dizer que é uma pessoa justa? - Pense em alguém de seu convívio que seja realmente um testemunho de vida santa. - Em meio a tanta imoralidade, não há muita omissão em nosso contexto de vida? - Tomamos cuidado para que a razão vença a paixão? - Se tem meios, você procura ajudar as pessoas que não estão enxergando certos erros pessoais na comunidade?
 
6407. A glória dos Mártires resplandece sobre vocês! - “Hoje Cristo bate à porta dos seus corações; convida-os a despertar-se, a permanecer bem atentos, a descobrir o que realmente conta na vida. Mais ainda! Ele lhes pede para ir pelas estradas e caminhos do mundo e bater à porta do coração dos outros, convidando-os a recebê-lo na sua vida. Este grande encontro dos jovens da Ásia permite-nos vislumbrar o que a própria Igreja é chamada a ser no projeto eterno de Deus. Junto com os jovens de todas as partes, vocês querem se comprometer com a construção de um mundo, onde todos convivem em paz e na amizade, superando as barreiras, recompondo as divisões, rejeitando a violência e os preconceitos. É isto que Deus quer de nós. A Igreja é germe de unidade para toda a família humana. Em Cristo, todas as nações e povos são chamados a uma unidade, que não menospreza a diversidade, mas a reconhece, harmoniza e enriquece”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando a milhares de jovens, provenientes de 23 países da Ásia, por ocasião da VI Jornada da Juventude Asiática, no Santuário dos Mártires Coreanos, em Salmoé, situado numa pequena colina de pinheiros, e cidade natal de Santo André Kim Daejeon, primeiro sacerdote coreano)
 
6408. Sementes do bem sufocadas pelo egoísmo, a inimizade e a injustiça! - “A Igreja é germe de unidade para toda a família humana. Em Cristo, todas as nações e povos são chamados a uma unidade, que não menospreza a diversidade, mas a reconhece, harmoniza e enriquece. Como o espírito do mundo está longe desta magnífica visão e deste projeto! Quantas vezes, as sementes de bem e de esperança, que procuramos semear, parecem ser sufocadas pelo egoísmo, a inimizade e a injustiça, não apenas ao nosso redor, mas também nos nossos corações!” (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando a milhares de jovens, provenientes de 23 países da Ásia, por ocasião da VI Jornada da Juventude Asiática, no Santuário dos Mártires Coreanos, em Salmoé, situado numa pequena colina de pinheiros, e cidade natal de Santo André Kim Daejeon, primeiro sacerdote coreano)
 
6409. Deus nos chama à conversão! - “O premente convite de Deus à conversão chama também os seguidores de Cristo na Coréia a examinarem-se sobre a qualidade da sua contribuição para a construção duma sociedade justa e humana. (A divisão e conflito já duram há mais de 60 anos!) Chama cada um de vós a refletir sobre o testemunho que dá, como indivíduo e como comunidade, de compromisso evangélico com os desfavorecidos, os marginalizados, com aqueles que não têm emprego ou estão excluídos da prosperidade que muitos usufruem”. (Papa Francisco, 18/agosto/2014, no voo de regresso da Coréia do Sul)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia


A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado
   

29 - Sexta-feira - Martírio de S. João Batista  
Evangelho (Mc 6,17-29) "Herodes tinha medo de João, pois sabia que
ele era justo e santo, e por isso o protegia."

Herodes sabia que João era justo e santo. No
entanto, mandou matá-lo por amor de Herodíades, sua companheira de adultério.
Não importa se nossas convicções são fortes, não conta se há muito tempo
estamos no caminho do bem. Se abrimos brecha em nosso coração, se nos deixamos
dominar por algum tipo de paixão desordenada, poderemos cometer qualquer
desatino, poderemos abandonar tudo, até mesmo Deus.
Oração
Senhor, dai-me a coragem, a fidelidade e a coerência de João, ainda que isso me
custe a vida. Livrai-me dos compromissos e das hesitações, libertai-me de
paixões desordenadas, salvai-me de mim mesmo, para que não caia em desatinos e
acabe traindo todas as minhas promessas. Sei que não posso confiar em mim
mesmo, sei que sou fraco como todos, presa fácil de enganos e ilusões.
Ajudai-me, Senhor. Amém.

Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista

flcastro@redemptor.com.br

 

Aniversariantes do dia

 
 
PADRE NAZARETH MAGALHÃES
Comunidade do Seminário Santo Afonso
Festejando 89 anos de idade
 
 
PADRE GERALDO DE PAULA SOUZA
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Comemorando 22 anos de Ordenação Sacerdotal
 
 
PADRE WILLIAN DOS SANTOS BETÔNIO
Comunidade de Comunicações Afonso de Ligório
Comemorando 5 anos de Sacerdócio

28 de agosto de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1521  -  28/ 08/2014

6402. Evangelho de 5ª feira (28-08-2014) - Sto. Agostinho - 1Cor 1, 1-9; Sl 144; Mt 24, 42-51 - Disse Jesus: “Por isso vigiai, pois não sabeis em que dia virá vosso Senhor! Considerai isto: se o dono da casa soubesse a que hora da noite viria o ladrão, ficaria acordado e não deixaria o ladrão arrombar sua casa. Portanto, ficai preparados também vós, porque, na hora que não pensais, o Filho do homem virá!” “Quem é, pois, o empregado fiel e prudente que o senhor colocou à frente de seus criados, para lhes dar refeição na hora certa? Feliz desse empregado que o patrão, ao voltar, encontrar assim ocupado. Na verdade vos digo: ele lhe confiará todos os seus bens. Mas se aquele mau empregado disser em seu coração: `Meu patrão está demorando´ e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados; o patrão desse empregado virá num dia que ele não espera, e numa hora que ele não sabe, e o castigará duramente, dando-lhe o destino dos hipócritas. Lá haverá de chorar, rangendo os dentes”.
 
Recadinho: - Você procura pensar na morte? - Vive preparado para quando ela chegar? - Procura estar próximo daqueles que passam pela situação da própria morte ou a morte de familiares? - Reza por seus mortos? - Procura ressaltar as qualidades dos mortos ou é propenso a frisar apenas seus defeitos?
 
6403. Dai testemunho convincente da mensagem reconciliadora de Cristo! - “A mensagem que vos deixo no final da minha visita a Coreia é esta: tende confiança na força da cruz de Cristo; acolhei nos vossos corações a sua graça reconciliadora e partilhai-a com os outros. Peço-vos que deis um testemunho convincente da mensagem reconciliadora de Cristo nas vossas casas, nas vossas comunidades e em todas as esferas da vida nacional. Estou confiante que vós, num espírito de amizade e cooperação com os outros cristãos, com os seguidores de outras religiões e com todos os homens e mulheres de boa vontade, que têm a peito o futuro da sociedade coreana, sereis fermento do Reino de Deus nesta terra. Então as nossas orações pela paz e a reconciliação subirão até Deus de corações mais puros e, pelo dom da sua graça, hão-de alcançar aquele bem precioso por que todos suspiramos”. (Papa Francisco, 18/agosto/2014, na Missa pela Paz e Reconciliação, na Catedral de Myeong-dong, Seul Coréia do Sul)
 
6404. Revista de Aparecida - Agosto/2014 - Com 58 páginas, edição de 814.000 exemplares, trouxe uma página de encarte, carta do cardeal arcebispo sobre agosto, mês vocacional no Brasil. O tema de capa foi “Pedacinhos do seu amor”, sobre os trabalhos de revestimento em mosaico da Cúpula Central do Santuário, que tem sua continuação nas páginas internas, com o título “Uma obra feita com amor e devoção” e uma entrevista com Cláudio Pastro, o artista da Cúpula do Santuário e de tantíssimas outras obras de arte do Santuário. A matéria “Casa do Pai”, gira em torno da vivência do caminho vocacional, em texto em forma de oração, apresentando Nossa Senhora rezando. Seguem: “Perdoai nossas ofensas como nós perdoamos...”, sobre o Pai Nosso; “Apóstolo Tomé”; “Ver e crer? Crer sem ver?”, também esta sobre S. Tomé, em reflexão voltada para a juventude; “Maria das Dores”, enfocando Nossa Senhora e o sofrimento de tantas mulheres pelo mundo afora; “Aprendendo a ser pai e a brincar”; “Morando com os pais idosos”; “Quando se diz Amor”; “A Eucaristia faz a Igreja”; “Nossa Senhora Aparecida, catequista do povo brasileiro”. Em “A força da sedução...” somos convidados a nos deixar seduzir por Deus. Há ainda espaço do leitor, testemunhos de devotos, espaço vocacional, uma página sobre o P. Vítor Coelho de Almeida, fato missionário pitoresco, terço dos homens, álbum de família, casais em destaque, representantes da Campanha dos Devotos, histórias de fé, receita culinária, devotos falecidos, encerrando com reflexão diária do Evangelho do mês. (revista@santuarionacional.com)
 
6405. Revista Devotos Mirins - Agosto/2014 - Com 30 páginas, em formato gibi, e edição de 91.000 exemplares, é também da Campanha dos Devotos, do Santuário Nacional. Para o público infantil, apresenta como tema de capa e história em quadrinhos de oito páginas intitulada “Aventura na mata!” Outra história em quadrinhos fala de “Invenção de “risco”. Seguem: oração, jogo
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia

 
 
DONIZETI HUGO RODRIGUES
 
JOAQUIM CUSTÓDIO PEREIRA

 
OSAIDIR VIDOTO VICENTIM
 
FRATER FAGNER DALBEM MAPA
Província do Rio
 

27 de agosto de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1519 26/ 08/ 2014

6391. Evangelho de 3ª feira (26-08-2014) - 2Ts 2, 1-3a.14-17; Sl 95; Mt 23, 23-26 - Jesus disse: Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho, e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da Lei, como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo. Guias cegos! Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo. Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós limpais o copo e o prato por fora, mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça. Fariseu cego! Limpa primeiro o copo por dentro, para que também por fora fique limpo.

Recadinho: - Ai de quem se preocupa com coisas insignificantes, se esquecendo dos grandes problemas que nos envolvem, alerta Jesus! Cite algum exemplo concreto. - Ai de quem cuida de coisas exteriores secundárias e se esquece do que vai no íntimo de seu coração, alerta novamente Jesus. Cite algum exemplo! - Sinto-me feliz? Por quê? - Seria porque sou coerente em meu modo de viver? - Jesus quer nos levar a pensar na grande distância que existe entre a realidade interior e a aparência. É o tal do “parece mas não é!” Reflita!

6392. Movimento no Santuário Nacional de 18 a 24/agosto/2014 - Conforme dados estatísticos fornecidos pelo Santuário Nacional de Aparecida, durante toda a semana de 18 a 24/agosto/2014 circularam pelo Santuário 262.981 visitantes. No sábado, 23 de agosto, o Santuário recebeu 84.410 pessoas e, no domingo, 24 de agosto, o número foi de 139.568 peregrinos. De segunda a sexta-feira, o número de visitantes foi de 39.003. A previsão para o próximo fim de semana é a cidade receber 89.768 visitantes no sábado, dia 30 de agosto/2014, e 102.589 no domingo, dia 31 de agosto.

6393. Meu coração sangra! - Nas duas primeiras semanas de agosto, o Papa Francisco escreveu em sua conta do twitter algumas mensagens sobre a difícil situação dos cristãos iraquianos. Sua mensagem mais marcante foi: “O meu coração sangra, quando penso nas crianças do Iraque. Nossa Senhora, Nossa Mãe, as proteja!” (Papa Francisco, 5/agosto/2014) Outra sua mensagem: “Senhor, diante de tanta violência no Iraque, ajudai-nos a perseverar na oração e na generosidade!” São apelos para gerar consciência do drama que vivem centenas de milhares de pessoas no norte do Iraque, especialmente mulheres, crianças e doentes que buscam proteção no Curdistão iraquiano e em outras regiões do país e da Síria que não foram tomadas pelos jihadistas do Estado Islâmico. “As notícias que chegam do Iraque nos causam dor. Senhor, ensinai-nos a viver em solidariedade com os irmãos que sofrem!” (Papa Francisco, 10/agosto/2014). “Um apelo a todas as famílias: no momento da oração, lembrai-vos daqueles que são obrigados a abandonar as suas casas no Iraque!” (Papa Francisco, 11/agosto/2014).O Papa se preocupa em criar consciência no mundo sobre a tragédia humanitária que está ocorrendo. No dia 14 de agosto de 2014, as Nações Unidas elevaram a emergência no Iraque ao nível 3, o máximo grau que, infelizmente, compartilham Síria, Sudão do Sul e República Centro-africana.

6394. VI Jornada da Juventude Asiática - Um dos motivos da viagem Apostólica do Papa Francisco à Coréia do Sul foi participar da VI Jornada da Juventude Asiática, que se realizou em uma grande tenda montada no estacionamento do Santuário dos mártires coreanos, em Solmoé, a cerca de 15 Km de Daejon. Havia em torno de seis mil participantes: 4 mil provenientes de 23 países da Ásia e 2 mil coreanos. O ponto alto, num ambiente de festa e de muita alegria, foi o encontro com o Papa, que ocorreu no dia 15 de agosto de 2014. O Papa Francisco assistiu inicialmente a um momento de festa e reflexão que constou de uma exibição artística de jovens indonésios; o discurso Bispo de Daejon; testemunhos e perguntas formuladas por alguns jovens; e um breve musical sobre a parábola do Pai misericordioso. O Papa Francisco falou na segunda parte do encontro, lendo em inglês o seu discurso preparado, mas improvisando em italiano a partir de certa altura, com tradução em coreano. A próxima Jornada da Juventude Asiática vai se realizar na Indonésia, em 2017.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia

 
JOEL DE LIMA CÉSAR
 
 
JOSÉ FELIPE NAZÁRIO JÚNIOR
 
 
LUIZ ROGÉRIO LEITE NOGUEIRA
 
 
PADRE VÁLBER DIAS BARBOSA
Província do Rio
Festejando 36 anos de Ordenação Sacerdotal
 
 
PADRE ANTÔNIO QUEIROZ DOS SANTOS
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Comemorando 42 anos de Sacerdócio
 
 
PADRE CASILDO RIBEIRO DA MOTA
Província de Goiás
Festejando 37 anos de Ordenação Sacerdotal
 
 


26 de agosto de 2014

Aniversariantes do dia

 
 
 
OCTÁVIO ANTÔNIO FILHO
 
 
PADRE JOÃO BOSCO  DEUS
Província de Goiás
Festejando 39 anos de idade

25 de agosto de 2014

SANTO DO DIA

 
 

BeatoDomingos Metódio



Beato Domingos Metódio Trčka
(Visite o site Beato Trčka)

No dia 24 de abril de 2001, na presença do Santo Padre, foi promulgado o Decreto de Martírio de cinco Redentoristas, sendo quatro ucranianos e um tcheco.

O tcheco, Beato Domingos Metódio Tr
čka, nasceu no dia 6 de julho de 1886 em Frydlant nad Ostravici, Morávia, hoje parte da República Tcheca. Em 1902 ele entrou para os Redentoristas e começou o noviciado em 1903.

Fez sua profissão religiosa no dia 25 de agosto de 1904. Após completar seus estudos, foi ordenado sacerdote em Praga no dia 17 de julho de 1910.

Nos primeiros anos de sacerdócio, trabalhou nas missões paroquiais. Em 1919 foi enviado para trabalhar com os católicos gregos, na região de Halic, na Galícia e posteriormente para Eparchy de Presov, na Eslováquia, onde desenvolveu uma atividade missionária muito intensa. Em março de 1935 foi apontado pela Congregação das Igrejas Orientais para ser Visitador Apostólico aos Monges basilianos em Presov e em Uzhorod. Quando a Vice-Província de Michalovce foi fundada, o Pe. Tr
čka foi apontado primeiro Vice-Provincial no dia 23 de março de 1946. Começou a trabalhar zelosamente para fundar novas casas e formar novos jovens redentoristas.

Na noite do dia 13 de abril de 1950, o governo checo suprimiu todas as comunidades religiosas. Após um julgamento sumário, Pe. Tr
čka foi condenado a 12 anos de prisão, durante os quais foi submetido a longos interrogatórios e a torturas. Em 1958 foi transferido para a prisão de Leopoldov. Nesse meio tempo, passou a sofrer de pneumonia, contraída no confinamento solitário, imposto a ele por ter cantado na prisão um hino de Natal. Morreu no dia 23 de março de 1959.

Foi enterrado no cemitério da prisão, mas após a liberação da Igreja Católica Grega, seus restos mortais foram trasladados para o túmulo redentorista no cemitério de Michalovce, no dia 17 de outubro de 1969.

O Papa João Paulo II proclamou Beato Domingos Metódio no dia 4 de novembro de 2001.


Vivências - De Perto @ De longe

Nº 1518  25/08/2014

6386. Evangelho de 2ª feira (25-08-2014) - Beato Domingos Metódio Trcka e S. Luís Rei da França e S. José de Calasanz - 2Ts 1, 1-5.11b-12; Sl 95; Mt 23, 13-22 - Jesus disse: “Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o Reino dos Céus aos homens. Vós porém não entrais, nem deixais entrar aqueles que o desejam. Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém, e quando conseguis, o tornais merecedor do inferno, duas vezes pior do que vós. Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: “Se alguém jura pelo Templo, não vale; mas, se alguém jura pelo ouro do Templo, então vale!” Insensatos e cegos! O que vale mais: o ouro ou o Templo que santifica o ouro? Vós dizeis também: “Se alguém jura pelo altar, não vale; mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, então vale!” Cegos! O que vale mais: a oferta, ou o altar que santifica a oferta? Com efeito, quem jura pelo altar, jura por ele e por tudo o que está sobre ele. E quem jura pelo Templo, jura por ele e por Deus que habita no Templo. E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado”.
 
Recadinho: - Sou coerente no que digo e no que faço? - Meu modo de viver demonstra que creio no Reino de Deus? - Amo a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo? - Os que seguem a mesma religião que eu sentem-se bem com minha presença? - Comente a afirmação: “As palavras comovem, mas os exemplos arrastam!”
 
6387. 25 de agosto - Beato Domingos Metódio Trcka - Beato Domingos, nasceste no dia 06 de julho de 1886, na Morávia, que hoje faz parte da República Tcheca. O dia de tua festa é hoje. Em 1903 iniciaste o ano de noviciado para a vida religiosa, fazendo os votos religiosos no dia 25 de agosto de 1904. Completados os estudos, foste ordenado sacerdote em Praga, no dia 17 de julho de 1910. Como padre, tiveste uma atividade missionária muito intensa. Foste superior dos redentoristas de tua região e, neste cargo, fundaste novos conventos e trabalhaste na formação de novos jovens missionários redentoristas.
 
6388. Beato Metódio 2 - Homem de bom coração - Embora relativamente jovem, tua densa barba e teus cabelos tornaram-se brancos antes do tempo! Assumindo o cargo de superior, disseste: “O que é esta nova unidade missionária? Somos nós aqui presentes? Depende de nós e de como a construiremos: Ou sobre bases fortes ou sobre bases frágeis. Neste caso, teremos péssimo fundamento...”. Como Superior, sabias expor tuas ideias, mas tinhas um grande coração e compreensão para com todos. Mostravas entusiasmo nas iniciativas e levavas em conta as boas propostas que os outros apresentavam.
 
6389. Beato Metódio 3 - Morreu por cantar cântico de Natal! - Beato Metódio, sabemos que, na noite do dia 13 de abril de 1950, o governo comunista suprimiu todas as comunidades religiosas. Por causa de tua fé, após um julgamento sumário, foste condenado a 12 anos de prisão, durante os quais foste submetido a longos interrogatórios e tortura. Na prisão injusta que te deram, não sabias que o Natal de 1958 seria teu último Natal neste mundo! Tua cela tinha janelas que davam para o corredor. Contaram-nos que, nas vésperas do Natal, cantavas uma canção religiosa, de autoria de nosso fundador Santo Afonso Maria de Ligório. No corredor passava um guarda. Ouvindo-te, o guarda abriu um pouco a janela e se pôs a escutar melhor tua canção. Embora cantasses muito baixo, o guarda entendeu do que se tratava... e chamou o capitão. Conduziram-te, então, à cela de isolamento! Tua cela, de máximo rigor, tinha pavimento de cimento e tua cama também era de cimento. A alimentação te era servida a cada dois dias! Tua situação foi piorando mais e mais, até que contraíste uma pneumonia. Faleceste no dia 23 de março de 1959. Morreste somente porque cantavas baixinho uma cantiga natalina! Foste enterrado no cemitério da prisão! Só no dia 17 de outubro de 1969, teus restos mortais foram trasladados para o túmulo dos missionários redentoristas, no cemitério da cidade de Michalovce (hoje Eslováquia).
 
6390. Eis que lá das estrelas... - Assim cantava, na prisão, o Beato Domingos Metódio: “Eis que lá das estrelas, Rei Celeste, / Tu vens nascer na gruta, ao frio agreste. / Ó Menino meu Divino, / eu Te vejo aqui tremer, / Assim… deitado. / Ó Deus amado, / Ó quanto Te custou ter me salvado! / Eis faltam ao Senhor, Deus das alturas, / Os panos e o calor das criaturas! / Meu divino Pequenino, / Tal pobreza grande assim, mais me enternece, / Se penso que é o amor que Te empobrece…”
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia


PADRE JOSÉ ANCHIETA TAVARES
Comunidade Misionária de Araraquara - SP
Festejando 24 anos de Ordenação Sacerdotal


PADRE FÁBIO EVARISTO RESENDE SILVA
Comunidade do Alfonsianum - Ipiranga (SP)
Festejando 7 anos de Sacerdócio



PADRE JOSÉ LUIS QUEIMADO
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Comemorando 2 anos de Ordenação Sacerdotal


24 de agosto de 2014

Evangelho do dia 24/08/2014 - 21º Domingo do Tempo Comum

 
Pedro, feliz é você!

Estamos diante do primeiro papa, Pedro, o escolhido por Jesus.
Estamos diante do surgimento da Igreja Católica, fundada por Deus, em Jesus Cristo.
E promete Jesus que os poderes do mal não a abalarão. Não terão domínio sobre nada que esteja intimamente unido a Ele, através da vivência da Boa Nova, o Evangelho!
O poder do mal pode tentar dominar, influenciar na vida dos seguidores do Evangelho, mas nunca terão poder maior que o de Jesus. Sua Igreja é divina.
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

A Palavra de Deus na Vida

21º Domingo do Tempo Comum – Ano A – HOMILIA

Evangelho: Mateus 16,13-20
Naquele tempo:
13 Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou a seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?”
14 Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas.”
15 Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?”
16 Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo.”
17 Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu.
18 Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la.
19 Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus;
tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus.”
20 Jesus, então, ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias.
JOSÉ ANTONIO PAGOLA
O QUE NÓS DIZEMOS
Também hoje, Jesus dirige aos cristãos a mesma pergunta que fez, um dia, a seus discípulos: “E vós, quem dizeis que eu sou?”. Não nos pergunta, somente, para que nos pronunciemos sobre sua identidade misteriosa, mas também para que revisemos nossa relação com ele. O que lhe podemos responder a partir de nossas comunidades?
Conhecemos cada vez melhor Jesus, ou o temos “trancafiado em nossos velhos esquemas cansativos” de sempre? Somos comunidades vivas, interessadas em colocar Jesus no centro de nossa vida e de nossas atividades, ou vivemos cansados na rotina e na mediocridade?
Amamos a Jesus com paixão ou ele se converteu para nós em um personagem desgastado, ao qual continuamos invocando, enquanto em nosso coração cresce a indiferença e o esquecimento? Aqueles que se aproximam de nossas comunidades podem sentir a força e a atração que Jesus tem para nós?
Sentimo-nos discípulos e discípulas de Jesus? Estamos aprendendo a viver com seu estilo de vida em meio da sociedade atual, ou nos deixamos arrastar por qualquer apelo mais atraente aos nossos interesses? Não nos importamos de viver de qualquer maneira, ou temos feito de nossa comunidade uma escola para aprender a viver como Jesus?
Estamos aprendendo a olhar a vida como a olhava Jesus? Olhamos, a partir de nossas comunidades, para os necessitados e excluídos com compaixão e responsabilidade, ou nos fechamos em nossas celebrações, indiferentes ao sofrimento dos mais desvalidos e esquecidos: os que foram sempre os prediletos de Jesus?
Seguimos Jesus colaborando com ele no projeto humanizador do Pai, ou continuamos pensando que o mais importante do cristianismo é preocupar-nos, exclusivamente, com a nossa salvação? Estamos convencidos de que o modo de seguir Jesus é viver, cada dia, tornando a vida mais humana e mais alegre para todos?
Vivemos o domingo cristão celebrando a ressurreição de Jesus, ou organizamos o nosso final de semana vazio de todo sentido cristão? Aprendemos a encontrar Jesus no silêncio do coração, ou sentimos que nossa fé desvanece abafada pelo ruído e o vazio que há dentro de nós?
Cremos em Jesus ressuscitado que caminha conosco cheio de vida? Vivemos acolhendo em nossas comunidades a paz que ele deixou em herança aos seus seguidores? Cremos que Jesus os ama com um amor que nunca acabará? Cremos em sua força renovadora? Sabemos ser testemunhas do mistério da esperança que levamos dentro de nós?
Traduzido do espanhol por Telmo José Amaral de Figueiredo.

Fonte: MUSICALITURGICA.COM – Homilías de José A. Pagola

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1520 - 27/ 08/ 2014

6395. Evangelho de 4ª feira (27-08-2014) - Sta. Mônica - 1Ts 2, 9-13; Sl 138; Mt 23, 27-32 - Disse Jesus: “Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós sois como sepulcros caiados: por fora parecem belos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda podridão! Assim também vós: por fora, pareceis justos diante dos outros, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e injustiça. Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas! Vós construís sepulcros para os profetas e enfeitais os túmulos dos justos, e dizeis: "tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos sido cúmplices da morte dos profetas”. Com isso, confessais que sois filhos daqueles que mataram os profetas. Completai, pois, a medida de vossos pais!

Recadinho: - Exteriormente revelo aquilo que vai em meu coração? - Procuro demonstrar bondade, fraternidade, sinceridade? - Pratico e insisto para que se pratique a justiça para com todos? - Será que apenas enfeitando a carroça o burro andará mais depressa? - Minha imagem espiritual, interior, é correspondente àquilo que aparento exteriormente?

6396. Jovens, batam à porta do coração dos outros -“Cristo bate à porta do seu coração. Convida vocês a se levantarem, a permanecerem despertos e atentos, a ver as coisas que verdadeiramente contam na vida. Mais ainda! Pede para vocês irem pelas estradas e caminhos deste mundo e bater à porta do coração dos outros, convidando-os a recebê-Lo na sua vida”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando aos jovens na VI Jornada da Juventude Asiática, na Coréia do Sul)

6397. Jovens chamados a intervir, com fé e esperança - “Muitas vezes nos parece que as sementes de bem e de esperança que procuramos semear acabam sufocadas pelo egoísmo, inimizade e injustiça; e não só ao nosso redor, mas também nos nossos corações. Preocupa-nos o desnível crescente entre ricos e pobres nas nossas sociedades. Vemos sinais de idolatria da riqueza, do poder e do prazer, que se obtêm com custos altíssimos para a vida humana. Ao nosso lado, muitos dos nossos amigos e coetâneos, embora rodeados de grande prosperidade material, sofrem de pobreza espiritual, solidão e silencioso desespero. Parece quase que Deus foi removido deste horizonte. Mas é precisamente aqui que os jovens asiáticos estão chamados a intervir, com fé e esperança”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando aos jovens na VI Jornada da Juventude Asiática, na Coréia do Sul)

6398. Jovens, levem a fé à vida social - “Como jovens que não apenas vivem na Ásia, mas são filhos e filhas deste grande continente, vocês têm o direito e o dever de tomar parte plena na vida das vossas sociedades. Não tenham medo de levar a sabedoria da fé a todos os campos da vida social!”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando aos jovens na VI Jornada da Juventude Asiática, na Coréia do Sul)

6399. Jovens, acordem! - Acordem, vão, vão em frente, apresentem uma mensagem de misericórdia ao mundo de hoje, ao estrangeiro, ao necessitado, ao pobre e quem tem o coração despedaçado. Os jovens católicos devem responder ao gemido de tantas pessoas nas nossas cidades anônimas e ouvir a oração de todos os mártires que ainda hoje sofrem perseguição e morte pelo nome de Jesus”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando aos jovens na VI Jornada da Juventude Asiática, na Coréia do Sul)

6400. Senhor, ajuda-me! - “Senhor, ajuda-me! Demos resposta a esta invocação, não como aqueles que afastam as pessoas que pedem, como se a atitude de servir os necessitados se contrapusesse a estar mais perto do Senhor. Não! Devemos ser como Cristo, que responde a cada pedido de ajuda com amor, misericórdia e compaixão”. (Papa Francisco, 15/agosto/2014, falando aos jovens na VI Jornada da Juventude Asiática, na Coréia do Sul)

6401. Caminhemos juntos! - "A vida é uma estrada, uma longa estrada, mas um caminho que não se pode caminhar sozinho. É necessário caminhar com os irmãos na presença de Deus. Este gesto de caminhar juntos na presença de Deus, foi o que Deus pediu à Abraão. Somos irmãos, nos reconhecemos como irmãos, caminhamos. Que Deus nos abençoe e, por favor, peço-lhes que rezem por mim”. (Papa Francisco, 18/agosto/2014, no encontro com líderes de diferentes confissões e religiões, em sua visita à Coréia do Sul)

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1517  24/08/2014

6382. Evangelho de domingo 21º -tc- Ano A (24-08-2014) - Is 22, 19-23; Sl 137; Rm 11, 33-36; Mt 16, 13-20 - Chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: “No dizer do povo, quem é o Filho do homem?” Responderam: “Uns dizem que é João Batista, outros que é Elias, outros que é Jeremias ou um dos profetas”. Então, Jesus perguntou-lhes: “E para vós, quem sou eu?” Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o filho do Deus vivo”. Em resposta, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi nenhum ser humano que te revelou isso e, sim, meu Pai que está nos céus. Pois também eu te digo: Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja, e os poderes do inferno jamais conseguirão dominá-la. Vou te dar as chaves do Reino dos Céus, e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. Depois, Jesus ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias.
 
Recadinho: - Quem é realmente Jesus para você? - Em sua comunidade surgem às vezes pessoas que são verdadeiras pedras de tropeço para a caminhada? - Qual a atuação de Jesus nos evangelhos que lhe fala ao coração de modo especial? - Na sociedade em que você vive, há respeito para com a imagem de Jesus? - Que símbolo mais marcante da vida de Cristo você já viu? - Que presença de Jesus marcou mais sua vida?
 
6383. A paz não é simplesmente ausência de guerra, mas é obra da justiça! - “A diplomacia, como arte possível, baseia-se na convicção firme e perseverante de que a paz pode ser alcançada, sobretudo, através do diálogo e da escuta atenta e discreta, ao invés de recriminações recíprocas, críticas inúteis e demonstrações de força. A paz não é simplesmente ausência de guerra, mas é obra da justiça. E a justiça, como virtude, faz apelo à tenacidade da paciência; ela não pretende fazer-nos esquecer as injustiças do passado, mas superá-las com o perdão, a tolerância e a cooperação. Ela requer ainda o desejo e o discernimento para alcançar os objetivos, reciprocamente vantajosos, e a construção dos alicerces do respeito mútuo, da compreensão e da reconciliação. Faço votos de que todos nós possamos dedicar-nos à construção da paz, à oração pela paz, redobrando o nosso compromisso para realizá-la”. (Papa Francisco, 14/agosto/2014, saudando as autoridades no Palácio Presidencial de Seul)
 
6384. Papa Francisco surpreende e viaja de trem - O Papa Francisco tem sempre algumas surpresas. No dia 15 de agosto de 2014, ele deixou o helicóptero e fez a viagem de Seul para Daejeon, onde celebrou a Missa da Assunção, a bordo do trem de alta velocidade KTX. O trem partiu por volta das 08h45 e em 50 minutos percorreu a distância de 160 km entre as duas cidades. O Papa viajou no quarto vagão, na primeira classe, mas perto da classe econômica, surpreendendo os mais de 500 passageiros a bordo do trem. A mudança de planos foi devido à presença de névoa, mas o porta-voz do comitê organizador, Hur Young-yup, não descarta que outro motivo teria influenciado a decisão. Viajando de trem, ele teve mais oportunidade de conhecer os locais.
 
6385. A dignidade de ganhar o pão de cada dia - “Desejo agradecer a obra de tantas associações empenhadas em ir ao encontro dos pobres e necessitados. Como demonstra o exemplo dos primeiros cristãos coreanos, a fecundidade da fé expressa-se na solidariedade concreta para com os nossos irmãos e irmãs, independentemente da sua cultura ou condição social, porque em Cristo “não há judeu nem grego” (Gal 3, 28). Sinto-me profundamente grato a quantos de vós, que com o trabalho e o testemunho, levam a presença consoladora do Senhor às pessoas que vivem nas periferias da nossa sociedade. Esta atividade não se limita à assistência caritativa, mas deve estender-se também a um compromisso com o crescimento humano. Dar assistência aos pobres é coisa boa e necessária, mas não é suficiente. Encorajo-vos a multiplicar os vossos esforços no campo da promoção humana, de modo que cada homem e cada mulher possa conhecer a alegria que deriva da dignidade de ganhar o pão de cada dia, sustentando assim a própria família. Esta dignidade neste momento está ameaçada de ser eliminada pela cultura do dinheiro, deixando muitas pessoas sem trabalho. Podeis dizer: ´padre, damos- lhes comida`. Mas não é o suficiente. Ele e ela, quem está sem trabalho, deve sentir em seu coração a dignidade de levar o pão para casa. E confio a vós este trabalho”. (Papa Francisco, 16/agosto/2014, no encontro com membros do Conselho do Apostolado Laical Católico, em Seul, Coréia do Sul)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado 


  24 – 21º Domingo Comum – S. Bartolomeu, apóstolo
 
 Evangelho (Mt 16,13-20) “Jesus então lhe disse: ─ Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto...”
Jesus perguntou a seus discípulos: “Quem eu sou para vós?” Eles estavam com Jesus havia bastante tempo. Mas o que eles viam era um homem, uma pessoa extraordinária, ou até um mestre e um profeta. Foi preciso que Pai os iluminasse para que pudessem acreditar que Jesus era mais do que isso, para aceitar que ele era o Salvador prometido, ainda que fosse um Salvador muito diferente do que esperavam.
Foi essa fé, ainda mais esclarecida depois de terem visto Jesus Ressuscitado, que os transformou em apóstolos, mensageiros, portadores da salvação. Tornaram-se capazes de garantir para todos que ele era o Filho de Deus, o Salvador que todos esperavam. Foi essa certeza que lhes deu coragem para enfrentar tudo, até mesmo a própria morte. 
Oração
Pai, eu vos agradeço porque me iluminastes e me fizestes reconhecer que Jesus é o meu Salvador. Creio que ele é vosso Filho, igual a vós em poder e divindade, criador de todas as coisas e razão para a existência de tudo. Porque ele me uniu a si é que posso participar de vossa vida divina, posso amar, conhecer a verdade e ter a esperança da vida que dura para sempre.
Senhor, aumentai a minha fé, ajudai-me a aprofundar minha união com Jesus, para que assim eu também possa transformar-me em apóstolo, missionário enviado para o anunciar para todos como Salvador. Dai-me clareza e coragem para anunciá-lo da melhor maneira possível, sem desanimar, por maiores que sejam os perigos e as dificuldades. Amém.

Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista

flcastro@redemptor.com.br

Aniversariantes do dia


MÁRIO BIASON GOMES
turma de 1960
Festejando 66 anos de idade

VALDECIR BENEDITO DE OLIVEIRA
turma de 1990 de Lorena - SP
Festejando 44 anos de idade

PADRE JOSÉ ROBERTO PEREIRA GOMES (COUTINHO)
Comunidade de Araraquara
Festejando 62 anos de idade

PADRE JOSÉ MARQUES DIAS
Paróquia Nossa Senhora Aparecida
Aparecida - SP 
Festejando 51 anos de Profissão Religiosa




23 de agosto de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1516 - 23/08/2014

6376. Evangelho de sábado (23-08-2014) - Sta. Rosa de Lima - 2Cor 10, 17 - 11, 2; Sl 148; Mt 13, 44-46 -Disse Jesus: “O Reino dos Céus é como um tesouro escondido num terreno. A pessoa que o encontra esconde-o de novo. Fica tão alegre que vai, vende tudo o que possui para poder comprar o terreno”.“O Reino dos Céus é também como o negociante que anda à procura de pérolas preciosas. Ao encontrar uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra”.

Recadinho: - Tesouro e pérola preciosa! Seu coração é assim? - O que faz com o tesouro da graça de Deus? - Ao praticar a religião você tem consciência que está com um grande tesouro que ainda não o conhece direito? - O que faz para que este tesouro esteja bem em seu coração? - Você despreza tudo para ter a graça de Deus no coração?

6377. De terra de missão, a Coréia tornou-se terra de missionários - “Hoje, a fecundidade do Evangelho na terra coreana e a grande herança transmitida por vossos antepassados na fé podem-se reconhecer no florescimento de paróquias ativas e movimentos eclesiais, nos sólidos programas de catequese, na solicitude pastoral pelos jovens e nas escolas católicas, nos seminários e nas universidades. A Igreja na Coréia é estimada pelo seu papel na vida espiritual e cultural da nação e pelo seu vigoroso impulso missionário: de terra de missão, a Coréia tornou-se hoje terra de missionários; e a Igreja continua a se beneficiar de tantos sacerdotes e religiosos que enviastes pelo mundo”. (Papa Francisco falando aos bispos coreanos, em 14/agosto/2014)

6378. Coréia, a “terra do calmo amanhecer” - “Queridos amigos! Para mim é uma grande alegria vir à Coréia, a “terra do calmo amanhecer”, e experimentar não só a beleza natural do país, mas também e, sobretudo, a beleza do seu povo e da sua riqueza histórica e cultural. No decurso dos anos, esta herança 
nacional foi colocada à prova pela violência, a perseguição e a guerra; mas, não obstante essas provações, sempre prevaleceu o “calmo amanhecer”, quando o calor do dia ainda não se fez sentir e a escuridão da noite já se foi, ou seja, uma inalterável esperança de justiça, paz e unidade. Que grande dom é a esperança! Não podemos desanimar na busca destas metas, que beneficiam não só o povo coreano mas também toda a região e o mundo inteiro”. (Papa Francisco, 14/agosto/2014, saudando as autoridades no Palácio Presidencial de Seul)

6379. Um povo grande e sábio valoriza também seus jovens! - “Um povo grande e sábio não se limita a amar as suas tradições ancestrais, mas valoriza também os seus jovens, procurando transmitir-lhes a herança do passado, que aplica aos desafios do presente. Sempre que os jovens se reúnem, como acontece nesta ocasião, oferecem a todos uma oportunidade preciosa para ouvirmos as suas esperanças e preocupações. Mas, todos nós somos chamados também a refletir se estamos transmitindo, de modo adequado, os nossos valores às futuras gerações e qual tipo de sociedade nós preparamos para lhes entregar”. (Papa Francisco, 14/agosto/2014, saudando as autoridades no Palácio Presidencial de Seul)

6380. A busca da paz, por parte da Coréia, é uma causa que nos preocupa - “Exprimo o meu apreço pelos esforços feitos a favor da reconciliação e da estabilidade na Península Coreana e encorajo tais esforços, que são o único caminho seguro para uma paz duradoura. A busca da paz, por parte da Coréia, é uma causa que nos preocupa, de modo particular, pois concorre para a estabilidade de toda a região e do mundo inteiro, cansados de guerras. A busca da paz constitui um desafio também para cada um de nós e, de modo especial, para os que, entre os senhores, têm a tarefa de trabalhar pelo bem comum da família humana, mediante um paciente trabalho diplomático. Trata-se de um perene desafio de abater os muros da desconfiança e do ódio, promovendo uma cultura de reconciliação e solidariedade”. (Papa Francisco, 14/agosto/2014, às autoridades no Palácio Presidencial de Seul)

6381. O amor está mais em dar do que em receber - “Há dois aspectos do amor. Primeiro, o amor está mais em dar do que em receber. Segundo: o amor está mais nas obras do que nas palavras. Quando dizemos que está mais em dar do que em receber, é porque o amor se comunica: sempre comunica. E é recebido pelo amado. E quando dizemos que está mais nas obras do que nas palavras, é porque o amor sempre dá a vida, faz crescer”. (Papa Francisco, 27/junho/2014)

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado  
 

23 - Sábado - S. Rosa de Lima, virgem

 

Evangelho (Mt 13,44-46) "O Reino dos céus é também como um tesouro escondido
num campo. Um homem o encontravende tudo para comprar aquele campo."

 


O Reino dos Céus, ou o Reino de Deus é intervenção de Deus para nos livrar do pecado e dar-nos a vida. Jesus diz que devemos acolher essa ação divina, que nos salva, com o mesmo entusiasmo de quem encontra um tesouro ou descobre uma pérola preciosa. Para aceitar essa salvação, essa felicidade que Deus nos oferece, temos de deixar tudo quanto nos possa atrapalhar, mesmo que nos parece muito valioso.

Oração

Senhor, fazei-me ver a grandeza do favor que me ofereceis. Quereis fazer a minha felicidade, atender a todos os meus anseios. Não permitais que eu continue enganado, a procurar a felicidade em coisas que não me podem saciar. Quero abandonar tudo, para ter esse tesouro e essa pérola da vida que dura para sempre. Confio em vós e espero que me guardareis para sempre em vossa amizade. Amém.


Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista

flcastro@redemptor.com.br

Aniversariantes do dia

 
 
ALEXANDRE TADEU RIBEIRO
 
 
JOSÉ CARLOS LEITE
 
 
PADRE LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA
Comunidade de Cidade Tiradentes - SP
Festejando 39 anos de Ordenação Sacerdotal
 
 
MISSIONÁRIO RODRIGO SOUZA
Província de Campo Grande
Comemorando mais um aniversário