CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

30 de novembro de 2012

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias

Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias



Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,


Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Faze que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

Ó Rei Divino, que sofrendo e morrendo na cruz salvastes o mundo!

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: 30 de Novembro: Santo André, apóstolo
Evangelho (Mt 4,18-22): Caminhando à beira do mar da Galiléia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam jogando as redes ao mar, pois eram pescadores. Jesus disse-lhes: «Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens». Eles, imediatamente, deixaram as redes e o seguiram. Prosseguindo adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam no barco, com seu pai Zebedeu, consertando as redes. Ele os chamou. Deixando imediatamente o barco e o pai, eles o seguiram.
Comentário: Prof. Dr. Mons. Lluís CLAVELL (Roma, Italia)
Eu farei de vós pescadores de homens
Hoje, é a festa de Santo André, Apóstolo, uma festa celebrada de maneira solene entre os cristãos de Oriente. Ele foi um dos primeiros jovens a conhecer Jesus à beira do rio Jordão e a ter longas conversas com Ele. Em seguida procurou seu irmão Pedro, dizendo-lhe «Encontramos o Cristo!» e o levou onde estava Jesus (Jo 2,41). Logo depois, Jesus chamou a esses dois irmãos pescadores seus amigos como lemos no Evangelho de hoje: «Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens» (Mt 4,19). No mesmo povoado, havia outros dois irmãos, Tiago e João, colegas e amigos daqueles primeiros e pescadores como eles. Jesus também os chamou para que O seguissem. É maravilhoso ler que eles deixaram tudo e O seguiram “imediatamente”, palavras que se repetem em ambos os casos. Não podemos dizer a Jesus: “depois”, “logo”, “agora tenho muito trabalho...”

Também a cada um de nós — a todos os cristãos — Jesus nos pede cada dia que ponhamos todo o que temos e somos ao seu serviço —isso quer dizer, deixar tudo, não ter nada como próprio— para que, vivendo com Ele as tarefas de nosso trabalho profissional e de nossa família, sejamos “pescadores de homens”. O que quer dizer “pescadores de homens”? Uma bonita resposta pode ser um comentário de São João Crisóstomo. Este Padre e Doutor da Igreja, diz que André não sabia explicar bem a seu irmão Pedro quem era Jesus, e por isso, «o levou à fonte da própria luz», que é Jesus Cristo. “Pescar homens” quer dizer ajudar os que estão ao nosso redor na família e no trabalho para encontrarem a Cristo que é a única luz para nosso caminho.

Vivências - De perto @ De longe


3732. Evangelho de sexta-feira (30-11-2012) - Sto. André - Rm 10, 9-18; Sl 18, 2-5; Mt 4, 18-22 - Quando Jesus andava à beira do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam lançando a rede ao mar, pois eram pescadores. Jesus disse a eles: “Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens”. Eles imediatamente deixaram as redes e o seguiram. Caminhando um pouco mais, Jesus viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam na barca com seu pai Zebedeu, consertando as redes. Jesus os chamou. Eles imediatamente deixaram a barca e o pai, e o seguiram.

Recadinho: Celebrando hoje a festa de Santo André, temos um texto especial do Evangelho: fala-nos de Jesus que, interrompendo as atividades de André, chama-o para segui-lo. Será pescador de homens!
Cristo nos chama. Quer que entendamos sua mensagem, que o sigamos, numa vida de serviço. Ele olha para nós e convida cada um para uma missão. Felizes seremos se formos fiéis ao chamado, seja ele de que natureza for!

 
3733. Belo Horizonte: Terreno de futura catedral recebeu presépio de Natal pela primeira vez - No dia 25 de novembro de 2012, festa de Cristo Rei, a Arquidiocese de Belo Horizonte inaugurou o primeiro presépio que foi montado no terreno onde será construída a Catedral de Cristo Rei. A solenidade contou com apresentação de um coral, composto por 140 crianças assistidas pelas obras sociais da Paróquia São Marcos, do bairro Maria Goretti (Região Nordeste de Belo Horizonte (MG).
Para abrigar as imagens foi construída um estrutura de madeira e bambu. Um caminho com imagens de anjos foi preparado para que os fiéis possam chegar ao presépio.
A singela estrutura objetiva reviver no terreno da Catedral Cristo Rei a antiga tradição dos presépios, instituída por São Francisco de Assis, em 1223. Naquele ano, na cidade de Greccio (Itália), São Francisco decidiu celebrar a Missa de Natal entre o boi e o jumento.
São Francisco queria ver com os olhos do corpo como o menino Jesus, escolhendo a humilhação, foi deitado na manjedoura. Esse acontecimento foi a inspiração para, mais tarde, o Natal ser representado por meio do presépio.
“As imagens irradiam uma força educativa. Os presépios mostram que o Natal é muito mais do que uma época para o consumo, caracterizado por lojas cheias, vitrines decoradas e pessoas ansiosas por presentes caros. Na verdade, o Natal ensina a lição da oferta e do desapego. É tempo de alegria e confraternização, festa que conclama todos para o exercício da caridade”, lembrou Dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo de Belo Horizonte.
Diante do presépio inaugurado no terreno da futura catedral, vários grupos iniciaram a Novena de Natal. No contexto da realização da Novena, são arrecadados alimentos e outros donativos para a Casa de Apoio Nossa Senhora da Conceição, instituição da Arquidiocese de Belo Horizonte que acolhe pessoas com HIV.

3734. Encontro Nacional de Responsáveis de Juventude - De 29 de novembro a 02 de dezembro de 2012, está sendo realizado em Brasília (DF), um encontro dos Assessores da Pastoral Juvenil, organizado pela Comissão para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que está debatendo o tema “A Juventude no Ano da Fé”. O objetivo do encontro é contribuir com a missão de acompanhar os jovens na educação da fé. O evento é direcionado aos adultos de movimentos, comunidades, pastorais e grupos que trabalham com jovens.

3735. Deficientes auditivos e a Jornada Mundial da Juventude - No dia 21 de novembro de 2012, a primeira voluntária deficiente auditiva começou a trabalhar no Comitê de preparação da Jornada. Trata-se de Vanessa Lesser, deficiente auditiva, professora do Instituto Nacional de Educação de Surdos e coordenadora da Pastoral dos Surdos da Comunidade de Nossa Senhora de Fátima, no Pechincha. Para ela, ser voluntária significa, primeiramente, cumprir a vontade de Deus e também ajudar outros deficientes auditivos. Vanessa produzirá vídeos para os deficientes auditivos, através da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), e textos sobre os vídeos. O primeiro vídeo será o de “Boas-vindas”.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que voce
antes leu o texto evangélico indicado                


30 ─ Sexta-feira ─ Santos: André, apóstolo,  Troiano,  Justina

Evangelho (Mt 4,18-22) “Quando Jesus andava à beira do mar, viu dois irmãos: Simão e seu irmão André. Estavam lançando a rede ao mar; eram pescadores.”

Simão e André, João e Tiago trabalhavam tranquilamente, e talvez nem se dessem conta da beleza do céu e do lago. Menos ainda se davam conta de Jesus que se aproximava para mudar tudo que tinham planejado. De um jeito ou de outro o mesmo aconteceu e acontece em nossa vida. Temos nossos planos, mas de uma hora para a outra Jesus pode passar, falar e mudar tudo.

                                           Oração
Senhor, agradeço a vida que me dais; estou contente e feliz. Mas sei que sois imprevisível, podeis passar a qualquer hora e chamar. Fazei-me, então, atento e pronto para ouvir e seguir o que disserdes. Quase sempre é difícil mudar; dai-me então desapego do presente, e coragem diante do futuro. Quero ser vosso discípulo, quero estar pronto para todas as tarefas que me reservais. Amém.
    
Pe. Flávio Cavalca de Castro, CSsR
flcastro@redemptor.com.br

Aniversariantes do dia



DOMINGOS GERALDO DOS SANTOS
Turma de 1976 de Cachoeira Paulista - SP


 
PADRE JOSÉ ROBERTO LUCIANO
Comunidade Nossa Senhora da Esperança
Sapobemba - SP
Comemorando 16anos de Ordenação Sacerdotal

Parabéns aos aniversariantes!

Santos do dia

São comemorados hoje: André (apóstolo), Constâncio, Maura, Justina, Troiano

 
 Santo André, Apóstolo

Entre os Doze apóstolos de Cristo, André foi o primeiro a ser seu discípulo. Além de ser apontado por eles próprios como o "número dois", depois, somente, de Pedro. Na lista dos apóstolos, pela ordem está entre os quatro primeiros. Morava em Cafarnaum, era discípulo de João Batista, filho de Jonas de Betsaida, irmão de Simão-Pedro e ambos eram pescadores no mar da Galiléia.

Foi levado por João Batista à verde planície de Jericó, juntamente com João Evangelista, para conhecer Jesus. Ele passava. E o visionário profeta indicou-o e disse a célebre frase: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo". André, então, começou a segui-lo.

A seguir, André levou o irmão Simão-Pedro a conhecer Jesus, afirmando: "Encontramos o Messias". Assim, tornou-se, também, o primeiro dos apóstolos a recrutar novos discípulos para o Senhor. Aparece no episódio da multiplicação dos pães: depois da resposta de Filipe, André indica a Jesus um jovem que possuía os únicos alimentos ali presentes: cinco pães e dois peixes.

Pouco antes da morte do Redentor, aparece o discípulo André ao lado de Filipe, como um de grande autoridade. Pois é a ele que Filipe se dirige quando certos gregos pedem para ver o Senhor, e ambos contaram a Jesus.

André participou da vida publica de Jesus, estava presente na última ceia, viu o Cristo Ressuscitado, testemunhou a Ascenção e recebeu o primeiro Pentecostes. Ajudou a sedimentar a Igreja de Cristo a partir da Palestina, mas as localidades e regiões por onde pregou não sabemos com exatidão.

Alguns historiadores citam que depois de Jerusalém foi evangelizar na Galiléia, Cítia, Etiópia, Trácia e, finalmente, na Grécia. Nessa última, formou um grande rebanho e pôde fundar a comunidade cristã de Patras, na Acaia, um dos modelos de Igreja nos primeiros tempos. Mas foi lá, também, que acabou martirizado nas mãos do inimigo, Egéas, governador e juiz romano local.

André ousou não obedecer à autoridade do governador, desafiando-o a reconhecer em Jesus um juiz acima dele. Mais ainda, clamou que os deuses pagãos não passavam de demônios. Egéas não hesitou e condenou-o à crucificação. Para espanto dos carrascos, aceitou com alegria a sentença, afirmando que, se temesse o martírio, não estaria "pregando a grandeza da cruz, onde morreu Jesus".

Ficou dois dias pregado numa cruz em forma de "X"; antes, porém, despojou-se de suas vestes e bens, doando-os aos algozes. Conta a tradição que, um pouco antes de André morrer, foi possível ver uma grande luz envolvendo-o e apagando-se a seguir. Tudo ocorreu sob o império de Nero, em 30 de novembro do ano 60, data que toda a cristandade guarda para sua festa.

O imperador Constantino trasladou, em 357, de Patos para Constantinopla, as relíquias mortais de santo André, Apóstolo. Elas foram levadas para Roma, onde permanecem até hoje, na Catedral de Amalfi, só no século XIII. Santo André, Apóstolo, é celebrado como padroeiro da Rússia e Escócia.

29 de novembro de 2012

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias

Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias



Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,


Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Faze que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

Ó Rei Divino, que sofrendo e morrendo na cruz salvastes o mundo!

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Quinta-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,20-28): Naquele tempo, Jesus disse aos discípulos: «Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. Então, os que estiverem na Judéia fujam para as montanhas; os que estiverem na cidade afastem-se dela, e os que estiverem fora da cidade, nela nem entrem. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras.

Ai das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá grande angústia na terra e ira contra este povo. Serão abatidos pela espada e levados presos para todas as nações. E Jerusalém será pisada pelos pagãos, até que se complete o tempo marcado para eles. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas. apavoradas com o bramido do mar e das ondas. As pessoas vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as potências celestes serão abaladas. Então, verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem, com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima».
Comentário: Fray Lluc TORCAL Monje del Monastério de Sta. Mª de Poblet (Santa Maria de Poblet, Tarragona, Espanha)
Levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima
Hoje, ao ler este santo Evangelho, como não ver o reflexo do momento presente, cada vez mais cheio de ameaças e mais tingido de sangue? «Na terra, as nações ficarão angustiadas, apavoradas com o bramido do mar e das ondas. As pessoas vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo» (Lc 21,25b-26a). A segunda vinda do Senhor tem sido representada, inúmeras vezes, pelas mais aterrorizadoras imagens, como parece ser neste Evangelho; sempre sob o signo do medo.

Porém, será esta a mensagem que hoje nos dirige o Evangelho? Fiquemos atentos às últimas palavras: «Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima» (Lc 21,28). O núcleo da mensagem destes últimos dias do ano litúrgico não é o medo; mas sim, a esperança da futura libertação, ou seja, a esperança completamente cristã de alcançar a plenitude da vida com o Senhor, na qual participarão, também, nosso corpo e o mundo que nos rodeia. Os acontecimentos narrados tão dramaticamente indicam, de modo simbólico, a participação de toda a criação na segunda vinda do Senhor, como já participou na primeira, especialmente no momento de sua paixão, quando o céu escureceu e a terra tremeu. A dimensão cósmica não será abandonada no final dos tempos, já que é uma dimensão que acompanha o homem desde que entrou no Paraíso.

A esperança do cristão não é enganadora, porque quando essas coisas começarem a acontecer —nos diz o próprio Senhor— «Então, verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem, com grande poder e glória» (Lc 21,27). Não vivamos angustiados perante a segunda vinda do Senhor, a sua Parúsia: meditemos, antes, nas profundas palavras de Santo Agostinho que, já no seu tempo, ao ver os cristãos temerosos frente ao regresso do Senhor, se pergunta: «Como pode a Esposa ter medo do seu Esposo?».

Vivências - De perto @ De longe


3729. Evangelho de quinta-feira (29-11-2012) - Ap 18, 1-2.21-23; 19,1-3.9a; Sl 99, 2-5; Lc 21, 20-28 - Jesus disse a seus discípulos: “Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. Então, os que estiverem na Judéia, devem fugir para as montanhas; os que estiverem no meio da cidade, devem afastar-se; os que estiverem no campo, não entrem na cidade. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras.
Infelizes das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá uma grande calamidade na terra e ira contra este povo. Serão mortos pela espada e levados presos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos infiéis, até que o tempo dos pagãos se complete. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima”.
 
Recadinho: O convite é claro: que estejamos atentos, preparados. Fenômenos ocorrerão no mundo. As palavras de Jesus vêm nos trazer alento e esperança. Haverá angústia, sofrimento, dores, mas tudo isso será prenúncio de libertação. É questão de fé em Cristo: veio até nós, morreu e ressuscitou para nos salvar, para libertar nosso coração das amarras deste mundo.
 

3730. II Encontro Preparatório para a Jornada Mundial da Juventude Rio2013 - De 25 a hoje, 29 de novembro/2012, cerca de 200 delegados ligados às Conferências Episcopais, Movimentos e Novas Comunidades, de mais de 70 países, estão no Rio de Janeiro para participar do II Encontro Preparatório para a Jornada Mundial. O objetivo é apresentar os preparativos do encontro do Papa com jovens do mundo inteiro em julho de 2013, no Rio de Janeiro. Está no Rio também uma comissão do Pontifício Conselho para os Leigos, com seu presidente, Cardeal Stanislaw Ryłko. Nestes dias estão sendo esclarecidas questões sobre a geografia e segurança do Rio de Janeiro, sistema de vistos e ingresso no Brasil, inscrições, hospedagem, acessos especiais e acolhimento dos Bispos, além de assuntos relacionados aos seguros, alimentação, locomoção, kit dos peregrinos.
No dia 27, Dom Josef Clemens falou sobre a mensagem do Papa para a Jornada. As apresentações focaram questões pastorais: Catequeses, Atos Centrais, Atos Religiosos e Culturais, voluntários e traduções, Feira Vocacional, Pré-Jornadas e Semana Missionária, Promoção Humana. A programação seguiu com questões econômicas e avaliações. O II Encontro Preparatório para a Jornada Mundial dá sequência ao I Encontro Internacional sobre Jornadas Mundiais da Juventude, realizado em março deste ano em Rocca di Papa, cidade próxima a Roma. Naquela ocasião, foi feito um balanço sobre a Jornada Mundial de Madri, que ocorreu em agosto de 2011 e representou um primeiro passo para a Jornada Rio2013.
 
3731. Gaza: O apostolado do telefonema - Os religiosos do Instituto do Verbo Encarnado,
responsáveis pela paróquia latina na Faixa de Gaza, criaram o "apostolado do telefonema". Trata-se de uma ligação telefônica para obter notícias e oferecer ajuda aos fiéis devido ao conflito israelensepalestino.
"Esse serviço teve início na tarde do dia 24 de novembro de 2012, a fim de manter unidos os
fiéis e tentar satisfazer às suas necessidades", disse P. Pablo de Santo que, no último domingo, voltou da Argentina para Gaza para não deixar seus paroquianos sozinhos.
Segundo P. Santo, a comunidade local está bem não obstante a noite de sábado para domingo tenha sido a mais difícil até agora. "Apesar de ouvir falar de uma trégua, os mísseis começaram a cortar o céu por volta das 2 até às 7 da manhã e alguns caíram ainda perto de onde vivemos. Não houve danos materiais", frisou o sacerdote.
No sábado à tarde, as religiosas começaram o apostolado do telefonema, buscando alcançar
telefonicamente os paroquianos e perguntar-lhes como estavam e se precisavam de alguma coisa, colocando-se à disposição. "A maioria das pessoas está em casa e sai o menos possível. Aqueles com quem falamos estão com muito medo e não conseguem dormir à noite", concluiu P. Santo.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que voce
antes leu o texto evangélico indicado                



29 ─ Quinta-feira ─ Santos: Iluminada,  Brás de Véroli

Evangelho (Lc 21,20-28) “Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória.”

Jesus fala do jeito dos antigos profetas, anunciando a destruição de Jerusalém, as perseguições contra seus discípulos, e o fim dos tempos presentes. Porque fala no estilo dos profetas, não deve ser interpretado literalmente. De momento vamos ficar só com uma ideia: Cristo é o Senhor, tudo está em suas mãos. No fim desta realidade atual, teremos a manifestação final de seu poder de Salvador.

                                   Oração
Senhor Jesus, eu creio que sois o Filho de Deus que se uniu à nossa humanidade. Sois o Senhor de tudo e de todos, o mal não tem nenhum poder sobre vós, e não pode impedir vossa vitória. Confio em vós e espero a manifestação final de vosso poder. Afastai de mim todo medo, desânimo e tristeza. Alegro-me sabendo que, se vos for fiel, junto de vós terei uma felicidade eterna. Amém.

    

Pe. Flávio Cavalca de Castro, CSsR
flcastro@redemptor.com.br

Aniversariantes do dia



APARECIDO ANTÔNIO BUTTARELO
de Marília - SP

JOSÉ ADMIR F. MORELI
de Campinas - SP
PADRE EDVALDO MANOEL DE ARAUJO
Comunidade Instituto Filosófico São Clemente
Campinas - SP
Festejando 49 anos de idade


Santos do dia

Festejamos hoje: Iluminato,Brás,Saturnino de Toulouse, Filomeno, Demétrio

 
 São Saturnino de Toulouse

De origem grega, são Saturnino é uma das devoções mais populares na França e na Espanha. A confirmação de sua vida emergiu junto com a descoberta de importantes escritos do cristianismo produzidos entre os anos 430 e 450. Conhecidos como a "Paixão de Saturnino", trouxeram dados enriquecedores sobre a primitiva Igreja de Cristo na Gália, futura França.

Esses documentos apontam Saturnino como primeiro bispo de Toulouse nos anos 250, sob o consulado de Décio. Era uma época em que a Igreja, naquela região, contava com poucas comunidades cristãs. Estava desorganizada desde 177, com o grande massacre dos mártires de Lyon. O número de fiéis diminuía sempre mais, enquanto nos dos templos pagãos as filas para prestar sacrifícios aos deuses parecia aumentar.

O relato continua dizendo que Saturnino, após uma peregrinação pela Terra Santa, iniciara a sua missão de evangelização no Egito, onde converteu um bom número de pagãos. Foi, então, para Roma e, fazendo uma longa viagem por vales e montanhas, atingiu a Gália.

Por onde andou, pregava com fervor, convertendo quase todos os habitantes que encontrava ao cristianismo. Consta que ele ordenou o futuro são Honesto e juntos foram para a Espanha, onde teria, também, batizado o agora são Firmino. Depois, regressou para Toulouse, mas antes consagrou o primeiro como bispo de Pamplona e o segundo para assumir a diocese de Amiens.

Saturnino fixou-se em Toulouse e logo foi consagrado como seu primeiro bispo. Embora houvesse um decreto do imperador proibindo e punindo com a morte quem participasse de missas ou mesmo de simples reuniões cristãs, Saturnino liderou os que o ignoravam. Continuou com o santo sacrifício da missa, a comunhão e a leitura do Evangelho.

Assim, ele e outros quarenta e oito cristãos acabaram descobertos reunidos e celebrando a missa num domingo. Foram presos e julgados no Capitólio de Toulouse. O juiz ordenou que o bispo Saturnino, uma autoridade da religião cristã, sacrificasse um touro em honra a Júpiter, deus pagão, para convencer os demais. Como se recusou, foi amarrado pelos pés ao pescoço do animal, que o arrastou pela escadaria do templo. Morreu com os membros esfacelados.

O seu corpo foi recolhido e sepultado por duas cristãs. No local, um século mais tarde, são Hilário construiu uma capela de madeira, que logo foi destruída. Mas as suas relíquias foram encontradas, no século VI, por um duque francês, que mandou, então, erguer a belíssima igreja dedicada a ele, chamada, em francês, de Saint Sernin du Taur, que existe até hoje com o nome de Nossa Senhora de Taur. O culto ao mártir são Saturnino, bispo de Toulouse, foi confirmado e mantido pela Igreja em 29 de novembro.

28 de novembro de 2012

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias

Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias



Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,


Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Faze que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

Ó Rei Divino, que sofrendo e morrendo na cruz salvastes o mundo!

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Quarta-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,12-19): Naquele tempo, Jesus disse aos discípulos: «Antes disso tudo, porém, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e jogados na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. Será uma ocasião para dardes testemunho. Determinai não preparar vossa defesa, porque eu vos darei palavras tão acertadas que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. A alguns de vós matarão. Sereis odiados por todos, por causa de meu nome. Mas nem um só fio de cabelo cairá da vossa cabeça. É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!».
Comentário: Rvdo. D. Manuel COCIÑA Abella (Madrid, Espanha)
É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!
Hoje, prestamos atenção a esta frase breve e incisiva de Nosso Senhor, que se crava na alma e, ao feri-la, nos faz pensar: Por que é tão importante a perseverança? Por que faz Jesus depender a salvação do exercício desta virtude?

Por que o discípulo não é mais do que o Mestre —«sereis odiados por todos, por causa de meu nome» (Lc 21,17)— e, se o Senhor foi sinal de contradição, necessariamente o seremos nós, os seus discípulos. O Reino de Deus será arrebatado pelos que se fazem violência, pelos que lutam contra os inimigos da alma, pelos que combatem com bravura essa «belíssima guerra de paz e de amor», como gostava de dizer São Josemaria Escrivá, em que consiste a vida cristã. Não há rosas sem espinhos, e o caminho até ao Céu não é uma senda sem dificuldades. De aí que sem a virtude cardeal da fortaleza nossas boas intenções acabariam sendo estéreis. E a perseverança faz parte da fortaleza. Anima-nos, em concreto, a ter as forças suficientes para tolerar com alegria as contradições.

A perseverança em grau extremo dá-se na cruz. Por isso a perseverança confere liberdade ao outorgar a possessão de si mesmo mediante o amor. A promessa de Cristo é indefectível: «É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida» (Lc 21,19) e isto é assim porque o que nos salva é a Cruz. É a força do amor que nos dá a cada um a paciente e gozosa aceitação da Vontade de Deus, quando esta —como acontece na Cruz— contraria num primeiro momento a nossa pobre vontade humana.

Só num primeiro momento, porque depois se liberta a desbordante energia da perseverança que nos leva a compreender a difícil ciência da cruz. Por isso, a perseverança gera paciência, que vai muito mais além do que a simples resignação. Mas, nada tem que ver com atitudes estoicas. A paciência contribui decididamente para entender que a Cruz, muito mais do que dor, é essencialmente amor.

Quem entendeu melhor que ninguém esta verdade salvadora, a nossa Mãe do Céu, nos ajudará também a nós a compreendê-la.

Vivências - De perto @ De longe


3726. Evangelho de quarta-feira (28-11-2012) - Ap 15, 1-4; Sl 97, 1-3ab.7-9; Lc 21, 12-19 - Jesus disse aos seus discípulos: “Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. Todos vos odiarão por causa do meu nome. Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!”

Recadinho: Quando chegarem a perseguição e os sofrimentos, é sinal que o fim está próximo! O desafio é... perseverar, confiantes, pois o Espírito estará conosco. Os verdadeiros cristãos sempre foram perseguidos. Mas, após os sofrimentos, vem a glória! É certo, pois, que dias melhores virão... a quem for fiel!

 
3727. Movimento no Santuário Nacional de 19 a 25 de novembro/2012 - Conforme dados estatísticos fornecidos pelo Santuário Nacional de Aparecida, durante toda a semana de 19 a 25 de novembro/2012 circularam pelo Santuário 325.261 visitantes. No sábado, 24 de novembro, visitaram o Santuário 97.881 pessoas e, no domingo, 25 de novembro, o número foi de 176.726 peregrinos. De segunda a sexta-feira, o número de visitantes foi de 50.654. A previsão para o próximo fim de semana é o Santuário Nacional receber 69.212 pessoas no sábado, dia 01 de dezembro; e 102.66 no domingo, dia 02 de dezembro.
 
3728. Comunhão e partilha entre as dioceses brasileiras - Uma das principais decisões do episcopado brasileiro, durante a 50ª Assembleia Geral da CNBB, em abril deste ano de 2012, foi a criação de um fundo para colaborar com a formação dos seminaristas das dioceses mais pobres. Chamado de “Comunhão e Partilha”, o projeto, aprovado por unanimidade, já está em pleno funcionamento. Criada em maio deste ano, a “Comissão Especial para a Solidariedade Entre as Dioceses” é presidida por dom Alfredo Shaffler, bispo de Parnaíba (PI).
Após um levantamento das dioceses e prelazias que não têm recursos para custear plenamente a formação de seus seminaristas, elas foram divididas em dois grupos: o grupo A, com renda mensal até R$ 10 mil; e o grupo B, com renda mensal acima de R$ 10 mil e abaixo de R$ 20 mil.
Por decisão do Conselho Permanente, inicialmente foram atendidas as dioceses e prelazias do grupo A, até que o recurso permita atender ao grupo B. Todas as dioceses, a partir de julho de 2012, passaram a depositar 1% de sua renda ordinária fixa, recebida mensalmente das paróquias, dos santuários, dos aluguéis e de outras entradas, todo dia 30 de cada mês.
Na CNBB, a Comissão encarregada de administrar e supervisionar o fundo de solidariedade faz o repasse ao seminário ou casa de formação, no valor de dois salários mínimos, em benefício de cada seminarista pertencente às dioceses e prelazias do Grupo A.
Também está previsto, quando houver recursos, o repasse do valor de 75% de dois salários mínimos, em benefício de cada seminarista pertencente às dioceses do Grupo B. A diocese beneficiada deve informar à CNBB o nome do seminarista, e enviar um relatório anual da ajuda recebida e sua aplicação.
Já foram beneficiadas pelo projeto as dioceses de São Raimundo Nonato (PI), Corumbá (MS), Bom Jesus (PI), Zé Doca (MA), Ponta de Pedras (PA), Brejo (MA), Marajó (PA), Paranatinga (MT) e Borba (AM). O projeto “Comunhão e Partilha” terá duração de cinco anos, quando será submetido à avaliação pela Assembleia Geral da CNBB.

3729. Pastoral do Menor recebeu representantes de 19 Estados brasileiros - Encerrou-se no dia 22 de novembro de 2012 mais um encontro da coordenação do Conselho da Pastoral do Menor, para trilhar a caminhada na luta pelos direitos das crianças e dos adolescentes à luz do Evangelho. Participaram do Encontro, em Belo Horizonte (MG) coordenadores regionais de 19 Estados brasileiros. Segundo a assessoria da Pastoral do Menor, foram feitas análise e aprovação da pauta e divisão das tarefas para condução dos trabalhos na reunião do Conselho. Na ocasião, foi lançado o livro "Direitos da Criança e do Adolescente e Resiliência".

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR