CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


MAIO - 2017
De 03 a 11 - Viagem / Peregrinação a Portugal
De 20 a 21 - 7º ERESER CAMPINAS
De 15 a 30 - 2ª Missão UNESER em Rondônia

JUNHO - 2017
De 17 a 18 - 2º ERESER CAMPINAS

JULHO - 2017

De 05 a 15 - 3ª Peregrinação a Pé Caminho da Fé
De 14 a 16 - 37º ERESER PROVÍNCIA RIO/MINAS/ES
De 21 a 23 - 22º ENESER - APARECIDA

SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 02 a 04 de fevereiro de 2018
Local: Pedrinha (a ser confirmado)




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

28 de fevereiro de 2014

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias


Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Oferta de todos dias




Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,

Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Fazei que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

O Evangelho do dia


Evangelho (Mc 10,1-12): Jesus se pôs a caminho e foi dali para a região da Judeia, pelo outro lado do rio Jordão. As multidões mais uma vez se ajuntaram ao seu redor, e ele, como de costume, as ensinava. Aproximaram-se então alguns fariseus e, para experimentá-lo, perguntaram se era permitido ao homem despedir sua mulher Jesus perguntou: «Qual é o preceito de Moisés a respeito?». Os fariseus responderam: «Moisés permitiu escrever um atestado de divórcio e despedi-la». Jesus então disse: «Foi por causa da dureza do vosso coração que Moisés escreveu este preceito. No entanto, desde o princípio da criação Deus os fez homem e mulher. e os dois formarão uma só carne; assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu o homem não separe!».
Em casa, os discípulos fizeram mais perguntas sobre o assunto. Jesus respondeu: «Quem despede sua mulher e se casa com outra, comete adultério contra a primeira. E se uma mulher despede seu marido e se casar com outro, comete adultério também».
Comentário: Rev. D. Miquel VENQUE i To (Barcelona, Espanha)

Como de costume, as ensinava

Hoje, Senhor, gostaria de fazer um momento de oração para te agradecer os teus ensinamentos. Tu ensinavas com autoridade e fazia-lo sempre que te deixávamos, aproveitavas todas as ocasiões: claro! Compreendo-te, a tua missão básica era transmitir a Palavra do Pai. E assim o fizeste.
Hoje, “pendurado” na Internet digo-te: Fala-me, quero fazer um momento de oração como fiel discípulo. Em primeiro lugar, queria pedir-te capacidade para aprender o que nos ensinas e em segundo, para saber ensiná-lo. Reconheço que é muito fácil cometer o erro de fazer-te dizer coisas que Tu não disseste e, com ousadia malévola, tentar que Tu digas aquilo que eu gosto. Reconheço que provávelmente sou mais duro de coração que esses ouvintes.
Eu conheço o teu Evangelho, o Magistério da Igreja, o Catecismo, e recordo aquelas palavras do Papa João Paulo II, na Carta às Famílias: «O projeto do utilitarismo assente numa liberdade orientada segundo o sentido individualista, quer dizer, uma liberdade vazia de responsabilidade, é o constitutivo da antítese do amor». Senhor, rompe o meu coração desejoso de felicidade utilitarista e faz-me entrar dentro da tua verdade divina, que tanto necessito.
Neste local de observação, como desde o cimo da montanha, compreendo que Tu digas que o amor matrimonial é definitivo, que o adultério —apesar de ser pecado como toda a ofensa grave cometida contra ti, que és o Senhor da Vida e do Amor— é um caminho errado para a felicidade: «Quem despede sua mulher e se casa com outra, comete adultério contra a primeira» (Mc 10,11).
Recordo um jovem que dizia: «Mossèn o pecado promete muito, não dá nada e rouba tudo». Que eu te compreenda bom Jesus, e que o saiba explicar: Aquilo que Tu uniste, o homem não o pode separar (cf. Mc 10,9). Fora daqui, fora dos teus caminhos, não encontrarei a autêntica felicidade. Jesus ensina-me de novo!
Obrigado Jesus, sou duro de coração, mas sei que tens razão.

Vivências - De perto @ De longe



Nº 1340 28/ 02/ 2014 

5675. Evangelho de 6ª feira (28-02-2014) - Tg 5, 9-12; Sl 102; Mc 10, 1-12 - Jesus foi para o território da Judeia, do outro lado do rio Jordão. As multidões se reuniram de novo em torno de Jesus. E ele, como de costume, as ensinava. Alguns fariseus se aproximaram de Jesus. Para pô-lo à prova, perguntaram se era permitido ao homem divorciar-se de sua mulher. Jesus perguntou: “O que Moisés vos ordenou?” Os fariseus responderam: “Moisés permitiu escrever uma certidão de divórcio e despedi-la”. Jesus então disse: “Foi por causa da dureza do vosso coração que Moisés vos escreveu este mandamento. No entanto, desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e os dois serão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!” Em casa, os discípulos fizeram, novamente, perguntas sobre o mesmo assunto. Jesus respondeu: “Quem se divorciar de sua mulher e casar com outra, cometerá adultério contra a primeira. E se a mulher se divorciar de seu marido e casar com outro, cometerá adultério”. 

Recadinho: - Nos tempos de hoje, que lugar ocupar o casamento religioso na vida de um casal? - Você se casa para que o outro faça você feliz ou se casa em primeiro lugar para fazer o outro feliz? - O que se espera no casamento, servir ou ser servido? - A prática da religião é essencial em seu lar? - Falando do matrimônio, Jesus queria denunciar uma injustiça cometida contra as mulheres, procurando prevenir seus discípulos para que não fossem injustos. A Lei mosaica previa o caso de sucessivos repúdios da mulher. Portanto, ela ficava sob a tutela do marido e dependia de seu humor. Bastava um pequeno deslize, ou algo que desagradasse o marido, para ser repudiada. Quem ama compreende, se sacrifica, acolhendo e perdoando, mas lutando por um mundo melhor. Não tem que ser assim? 

5676. Cardeal Damasceno Assis na presidência do Sínodo - No dia 21 de fevereiro de 2014, o Papa Francisco nomeou o Arcebispo de Aparecida e Presidente da Conferência dos Bispos do Brasil, Cardeal Raymundo Damasceno Assis, para a presidência do Sínodo Extraordinário dos Bispos sobre a Família que se realizará, no Vaticano, de 5 a 19 de outubro de 2014. Os outros dois membros da presidência, nomeados pelo Papa, são: o Arcebispo de Paris, Cardeal André Vingt-Trois, e o Arcebispo de Manila, Cardeal Luis Antonio Tagle. Os três cardeais irão presidir o Sínodo sobre a Família que abordará o tema "Os desafios pastorais sobre a Família no contexto da evangelização". 

5677. O Colégio dos Cardeais - Com o Consistório do dia 22 de fevereiro de 2014, em que o Papa Francisco criou 19 novos cardeais, o Colégio Cardinalício fica composto por 218 Cardeais (dos quais 10 são brasileiros). Caso surja uma eleição de Papa, deles, 122 são eleitores e 96 não eleitores. 

5678. Paz e união! - “A Igreja precisa de nós também como homens de paz, precisa que façamos a paz com as nossas obras, os nossos desejos, as nossas orações. Fazer a paz! Artesão da paz! Por isso invocamos a paz e a reconciliação para os povos que, nestes tempos, vivem provados pela violência e a guerra. Caminhemos juntos atrás do Senhor e deixemo-nos cada vez mais convocar por Ele, no meio do povo fiel, da Santa Mãe Igreja”. (Papa Francisco, dirigindo-se aos novos cardeais no Consistório de 22/fevereiro/2013) 

5679. Ministra pede ajuda da Igreja para combater a violência e melhorar sistema prisional - No dia 21 de fevereiro de 2014, a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, se reuniu em Belo Horizonte (MG) com o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo e representantes das pastorais sociais, sacerdotes e autoridades do sistema judiciário. A Ministra foi em busca de ajuda para desenvolver um trabalho de combate à violência e promover melhorias no sistema prisional, destacando a força da Igreja “que alcança lugares distantes e regiões carentes de autoridades instituídas pelo Estado”. Além disso, a Ministra apontou a importância do trabalho dos agentes de pastoral, dos sacerdotes e religiosos no combate à violência e na promoção de melhorias no sistema prisional. “Em Minas Gerais são 53.000 presos. No Brasil, a população carcerária é de meio milhão de detentos e a contribuição da Igreja é fundamental para que o sistema cumpra seu efetivo papel de promover a ressocialização”, destacou a Ministra. Durante a reunião, os participantes apresentaram e refletiram sobre propostas. Os resultados estarão em um documento que pautará as ações futuras.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado   


28 ─ Sexta-feira ─ Santos Justo, Romão, Serapião

Evangelho (Mc 10,1-12) “Desde o início da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso, o homem deixará pai e mãe, e os dois serão uma só carne.”

Homem e mulher, diferentes para ser auxílio mútuo, graça de Deus um para o outro, de diversas formas. Como na aliança de vida conjugal, que nasce do amor e deve levar a amor maior. Amor que é dom divino gratuito, e que, para ser dom que satisfaça, tem de ser para sempre. Não como imposição ou peso, mas como libertação da volubilidade e início do amor que só é amor se eterno.

Oração
Senhor, eu vos bendigo por nos ter criado homens e mulheres, na diversidade enriquecedora que nos possibilita ser imagem vossa. Ensinai-nos a viver intensamente essa igualdade diferente no amor fraterno ou no amor conjugal. Ajudai-nos a crescer no respeito e na admiração mútua para que, a uma só voz, façamos subir até vós a adoração e o louvor de todas as vossas criaturas. Amém.




          Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista
         flcastro@redemptor.com.br

Aniversariantes do dia

Dias  28 e 29 de fevereiro


DURVAL CORSI
Turma de 1959 de Araruama - RJ
Festejando 66 anos de idade 



PADRE WANDERLY BORGES
Província de Goiás
Comemorando 62 anos de idade


27 de fevereiro de 2014

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias


Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Oferta de todos dias




Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,

Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Fazei que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Quinta-feira da 7ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Mc 9,41-50): «Quem vos der um copo de água para beber porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. E quem provocar a queda um só destes pequenos que crêem em mim, melhor seria que lhe amarrassem uma grande pedra de moinho ao pescoço e o lançassem no mar. Se tua mão te leva à queda, corta-a! É melhor entrares na vida tendo só uma das mãos do que, tendo as duas, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. Se teu pé te leva à queda, corta-o! É melhor entrar na vida tendo só um dos pés do que, tendo os dois, ser lançado ao inferno. Se teu olho te leva à queda, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus tendo um olho só do que, tendo os dois, ir para o inferno, onde o verme deles não morre e o fogo nunca se apaga. Todos serão salgados pelo fogo. O sal é uma coisa boa; mas se o sal perder o sabor, como devolver-lhe o sabor? Tende sal em vós mesmos e vivei em paz uns com os outros».
Comentário: Rev. D. Xavier PARÉS i Saltor (La Seu d'Urgell, Lleida, Espanha)
Quem vos der um copo de água para beber porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa
Hoje, o Evangelho proclamado é difícil de ser compreendido pela dureza das palavras de Jesus: «Se tua Mão te leva à queda, corta-a! (...). Se teu olho te leva à queda, arranca-o!» (Mc 9,43.47). É que Jesus é muito exigente com aqueles que somos seus seguidores. Simplesmente, Jesus nos diz que temos de saber renunciar às coisas que nos fazem mal, ainda que sejam coisas que gostamos muito, mas que podem ser motivo de pecado e de vicio. São Gregório deixou escrito «que não temos de desejar as coisas que só nos satisfazem as necessidades materiais e pecaminosas». Jesus exige que sejamos radicais. Em outro trecho do Evangelho também diz: «Quem buscar sua vida a perderá, e quem perder sua vida por causa de mim a encontrará» (Mt 10,39).

Por outro lado, esta exigência de Jesus quer ser uma exigência de amor e crescimento. Não quedaremos sem a sua recompensa. O que dará sentido às nossas coisas tem de ser sempre o amor: temos de aprender a dar um copo de água a quem o necessita, e não por interesse pessoal, senão por amor. Temos que descobrir Jesus Cristo nos mais necessitados e pobres. Jesus só denuncia severamente e condena aos que fazem mal e escandalizam e aos que afastam os pequenos do bem e da graça de Deus.

Finalmente, todos temos de passar a prova do fogo. É o fogo da caridade e do amor que purifica os nossos pecados, para poder ser o sal que dá bom gosto ao amor, ao serviço e à caridade. Na oração e na Eucaristia é onde os cristãos encontramos a força da fé e o bom gosto do sal de Cristo. Não ficaremos sem recompensa!



Vivências - De perto @ De longe


N º 1338  -  27/02/2014
 

5671. Evangelho de 5ª feira (27-02-2014) - Tg 5, 1-16; Sl 48; Mc 9, 41-50 - Disse Jesus aos seus discípulos: “Quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. E se alguém escandalizar um desses pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço. Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na Vida sem uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. Se teu pé te leva a pecar, corta-o! É melhor entrar na Vida sem um dos pés, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno. Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, onde o verme deles não morre, e o fogo não se apaga”. Pois todos hão de ser salgados pelo fogo. Coisa boa é o sal. Mas se o sal se tornar insosso, com que lhe restituireis o tempero? Tende, pois, sal em vós mesmos e vivei em paz uns com os outros.
 
Recadinho: - Cuidemos de nossos atos! Eles devem testemunhar que fizemos opção feliz pelo Reino de Deus e estamos neste caminho. Tenho consciência disso? - Com quem devemos ser violentos? Conosco mesmo, com nossos erros! - Minhas mãos para que servem? Para fazer o bem? - Meus pés me levam ao encontro do irmão? A fazer o bem? - Meus olhos transmitem paz, alegria, felicidade?
 
5672.
Papa Francisco abraça Bento XVI - No dia 22 de fevereiro de 2014, na cerimônia do primeiro Consistório do Papa Francisco, para a criação de 19 novos Cardeais, destacamos a presença de um evento inédito: a presença do Papa emérito, Bento XVI, a convite pessoal de Jorge Bergoglio. Papa Francisco acolheu Bento XVI com um abraço fraterno e com o ósculo da paz. O mesmo gesto se repetiu no final da celebração do Consistório. Bento XVI, mais uma vez, demonstrou sua humildade ao novo Pontífice, tirando da cabeça o solidéu, como sinal de respeito e submissão. Trata-se da primeira vez, após um ano da sua renúncia ao Pontificado, que Bento XVI deixa o mosteiro Mater Ecclesiae, nos Jardins do Vaticano, onde reside, para participar de uma cerimônia pública. Tal gesto representa um verdadeiro sinal da grande unidade na vida da Igreja.
Desde o dia da sua renúncia ao Pontificado, Ratzinger se dedicou, com grande discrição e simplicidade, aos seus estudos de teologia, meditação e oração, sobretudo pela Igreja e pelo seu Sucessor. E o Papa Francisco sempre manteve uma relação de profunda amizade e estima com Bento XVI, com quem se encontra, conversa e troca opiniões, por sua sabedoria e experiência.
 
5673. Dom Lorenzo Baldisseri, brasileiro por adoção - Um brasileiro de adoção, que recebeu numerosas visitas de cortesia, no sábado, após a solene celebração para a criação dos 19 Cardeais, foi o Cardeal Dom Lorenzo Baldisseri, que desempenhou o cargo de Núncio Apostólico no Brasil, por dez anos, de 12 de novembro de 2002 a 11 de janeiro de 2012, quando o Papa Bento XVI o nomeou Secretário da Congregação para os Bispos. Como Secretário do Colégio Cardinalício, Dom Baldisseri foi um dos organizadores do Conclave de 2013, que elegeu o Papa Francisco.
 
5674. Dom Orani é o representante do Brasil no Consistório - No dia 22 de fevereiro de 2013, realizou-se, na Basílica Vaticana, o primeiro Consistório de Papa Francisco, que criou 19 Cardeais, dos quais três não eleitores, em um eventual conclave, por terem mais de 80 anos. Entre os 19 novos Cardeais destacamos a presença do único representante do Brasil, Dom Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro. O monge da Ordem Cisterciense foi ordenado bispo aos 46 anos, em 1997. Em 2004, foi nomeado Arcebispo de Belém, Pará, e recebeu o pálio das mãos do Papa Bento XVI, em 2005. Especialista em comunicação, Dom Orani foi presidente da Comissão dos Bispos
para a Cultura, Educação e Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil por dois mandatos consecutivos, de maio de 2003 até maio de 2011. Participou da Conferência de Aparecida em 2007, como membro delegado pela Conferência dos Bispos do Brasil. Em 27 de fevereiro de 2009, o Papa Bento XVI nomeou Dom Orani Arcebispo do Rio de Janeiro. Aos novos cardeais escreveu em carta o Papa Francisco: “O Cardinalato não significa uma promoção, uma honra ou uma decoração; é simplesmente um serviço e exige que se alargue o olhar e se amplie o coração”
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado   


27 ─ Quinta-feira ─ Santos Leandro de Sevilha, Valdomiro

Evangelho (Mc 9,41-50) “Eu vos garanto: quem vos der um copo de água porque sois de Cristo, não ficará sem receber sua recompensa.”

Sempre nos lembramos que tudo quanto fazemos por um irmão estamos fazendo por Cristo. Não devo esquecer que tudo quanto alguém fizer por mim, o está fazendo por Cristo. Isso quer dizer que, quando digo “Deus lhe pague”, não estou usando uma simples forma de agradecimento. Devo fazer disso uma oração: de louvor a Deus que inspira tanta bondade e de bênção para meu irmão.

Oração
Senhor, hoje vos quero louvar e bendizer por tanta gente boa que colocais ao meu redor. São tantos os que me ajudam de todos os modos. Abençoai-os, dai-lhes todo o bem e toda a graça, conservai-os na felicidade e na alegria. Ajudai-me a estar atento e perceber seu amor até em pequenos gestos. E ensinai-me a humildade de aceitar quando se oferecem para me amparar. Amém.





          Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista
         flcastro@redemptor.com.br

26 de fevereiro de 2014

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias


Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Oferta de todos dias




Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,

Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Fazei que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Terça-feira da 7ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Mc 9,30-37): Partindo dali, Jesus e seus discípulos atravessavam a Galiléia, mas ele não queria que ninguém o soubesse. Ele ensinava seus discípulos e dizia-lhes: «O Filho do Homem vai ser entregue às mãos dos homens, e eles o matarão. Morto, porém, três dias depois ressuscitará». Mas eles não compreendiam o que lhes dizia e tinham medo de perguntar.

Chegaram a Cafarnaum. Estando em casa, Jesus perguntou-lhes: «Que discutíeis pelo caminho?». Eles, no entanto, ficaram calados, porque pelo caminho tinham discutido quem era o maior. Jesus sentou-se, chamou os Doze e lhes disse: «Se alguém quiser ser o primeiro, seja o último de todos, aquele que serve a todos!». Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles e, abraçando-a, disse: «Quem acolher em meu nome uma destas crianças, estará acolhendo a mim mesmo. E quem me acolher, estará acolhendo, não a mim, mas Àquele que me enviou».
Comentário: Rev. D. Jordi PASCUAL i Bancells (Salt, Girona, Espanha)
O Filho do Homem vai ser entregue
Hoje, o Evangelho traz-nos dois ensinamentos de Jesus que estão estreitamente ligados um ao outro. Por um lado, o Senhor ensina que «o matarão e ao terceiro dia ressuscitará» (Mc 9,31). É a vontade do Pai para Ele: por isso veio ao mundo; assim nos vai libertar da escravidão do pecado e da morte eterna; desta forma Jesus nos fará filhos de Deus. A entrega do Senhor até ao extremo de dar a sua vida por nós, mostra a infinidade do Amor de Deus: um Amor sem medida, um Amor que não se importa de se baixar até a loucura e ao escândalo da Cruz.

Parece aterrador ouvir a reação dos Apóstolos, ainda demasiado ocupados em se contemplarem a si próprios e esquecendo-se de aprenderem com o Mestre: «Não entendiam o que dizia» (Mc 9,32), pois pelo caminho iam discutindo qual deles seria o maior e, se por acaso lhes tocasse, não se atreviam a fazer-lhe nenhuma pergunta.

Com delicada paciência, Jesus acrescenta: devemos tornar-nos último e servidor de todos. Devemos acolher o simples e o pequeno, pois o Senhor quis identificar-se com eles. Devemos acolher a Jesus na nossa vida, pois assim abrimos as portas ao próprio Deus. É como um programa de vida para ir caminhando.

Assim o explica com toda clareza o Santo Cura de Ars, João Baptista, Mª Vianney: «Cada vez que podemos renunciar à nossa vontade para fazer a dos outros, sempre que esta não esteja contra a lei de Deus, conseguimos méritos que apenas Deus conhece». Jesus ensina-nos com as suas palavras, mas, sobretudo com as suas obras. Aqueles Apóstolos, num principio duros em aprender, depois da Cruz e da Ressurreição, seguirão as impressões do seu Senhor e do seu Deus. E, acompanhados por Maria Santíssima, se tornarão cada vez menores para que Jesus cresça neles e no mundo.

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1338 26/ 02/ 2014 

5666. Evangelho de 4ª feira (26-02-2014) - Tg 4, 13-17; Sl 48; Mc 9, 38-40 - João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”. Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. Quem não é contra nós é a nosso favor”. 

Recadinho: - Jesus não quer em sua Igreja um grupo fechado e monopolizador dos serviços e missões. Você valoriza o trabalho de seu próximo? - Procura afastar o erro, mas não as pessoas que erram? - Se há opiniões diversas, procura continuar na busca da verdade? - Será que às vezes não queremos agir como donos da verdade? 

5667. Movimento no Santuário Nacional de 17 a 23/fevereiro/2014 - Conforme dados estatísticos fornecidos pelo Santuário Nacional de Aparecida, durante toda a semana de 17 a 23/fevereiro/2014 circularam pelo Santuário 187.093 visitantes. No sábado, 22 de fevereiro, o Santuário recebeu 84.447 pessoas e, no domingo, 23 de fevereiro, o número foi de 70.150 peregrinos. De segunda a sexta-feira, o número de visitantes foi de 32.496. A previsão para o próximo fim de semana é a cidade receber 29.297 visitantes no sábado, dia 01 de março/2014, e 49.904 no domingo, dia 02 de março. 

5668. Ordenados dois diáconos Redentoristas - Às 18hs do dia 22 de fevereiro de 2014, teve início, no Santuário Nacional de Aparecida (SP) a Eucaristia na qual foram ordenados diáconos dois missionários redentoristas: Denis Francisco Rosa Oliveira (26 anos), natural da cidade de São José do Alegre (MG) e Lucas Emanuel Almeida (27 anos), natural de São José dos Campos (SP). Presidiu a celebração o também missionário redentorista Dom Joércio Gonçalves Pereira, bispo emérito da Prelazia de Coari (AM), e contou com a participação de muitos sacerdotes e parentes e amigos dos novos diáconos. Como enfoque para o novo ministério, os novos diáconos, que pertencem ao grupo redentorista do Estado de São Paulo, escolheram a passagem do Evangelho de S. Lucas (Lc 22, 27): “Estou no meio de vós como aquele que serve!” Desempenhando a nova e especial missão de servir, diácono Denis integrará uma das equipes de missionários itinerantes; diácono Lucas residirá em Santa Bárbara d’Oeste, onde um grupo de jovens se prepara para se tornarem também eles redentoristas, participando na fase do grupo intitulado “Propedêutico”. 

5669. Redentorista parte do Ceará para Moçambique - No dia 22 de fevereiro de 2014, na igreja de São Raimundo Nonato, em Fortaleza (CE), o redentorista dom José Luiz Ferreira Sales, bispo de Pesqueira (PE), ordenou sacerdote o redentorista José Carlos Linhares Pontes Júnior (28 anos). P. José Carlos, que tinha sido ordenado diácono no dia 24 de agosto de 2013, pertence ao grupo de missionários redentoristas da chamada Vice-Província de Fortaleza e irá em missão na comunidade de Tete, em Moçambique, na África. Partirá, assim, para somar forças na África, numa localidade onde já trabalham em missão especial quatro redentoristas. P. José Carlos é advogado, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, e pós-graduado em Direito do Trabalho e Processo Trabalhista pelo Centro Universitário Christus. Formou-se em Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza e como redentorista já atuou em diversos ministérios e teve vários encargos. 

5670. Romaria do Terço dos Homens, uma das maiores - No dia 22 de fevereiro de 2014, realizou-se a VI Romaria Nacional do Terço dos Homens ao Santuário de N. Sra. Aparecida. Calcula-se que em torno de 30 mil homens participaram da romaria. Embora como romaria ao Santuário Nacional seja algo recente (esta foi a sexta romaria), a organização “Terço dos Homens” teve início no dia 8 de setembro de 1936, em “Vila Providência”, hoje denominada Itabi, no Estado de Sergipe. Frei Peregrino foi para uma “Santa Missão” no povoado, a pedido de P. Ervêncio, da diocese de Aracajú. Ali reuniu mais de 200 homens para a reza do terço. Ali, ainda hoje, uma média de 100 pessoas participam, inclusive o coordenador e fundador do grupo, Antônio Menezes de Souza (seu Tutu), na época com 16 anos. Com o passar dos anos, os grupos de homens para a reza do terço foram surgindo. Escolheram como padroeira N. Sra. do Perpétuo Socorro. Hoje calcula-se que são mais de 600 mil participantes no Brasil. Parece novidade, mas o costume vem de longe! Cresce, com o grande apoio dos modernos meios de comunicação.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado   


26 ─ Quarta-feira ─ Santos Deodoro, Porfírio, Nestor

Evangelho (Mc 9,38-40) “João disse: ─ Mestre, vimos um homem que expulsa demônios em teu nome. Mas nós lhe proibimos, porque ele não nos segue."

Diz a tradição que, muitos anos depois, já muito velho, João era totalmente outro: cheio de compreensão, tolerância e amor para com todos. O ponto central de sua pregação era sempre a caridade. Não sei quanto tempo o apóstolo levou até chegar a esse ponto. O que sei é que para mim ainda falta bastante caminho a percorrer, para pelo menos não querer ser dono de Deus e de Cristo.

Oração
Senhor, iluminai meu coração para que eu saiba ver tanto bem que é feito por muitos que, como dizia João, “não nos seguem”. Eu vos bendigo pelo bem que fazem, ajudados por vossa graça, mesmo sem vos conhecer. Ajudai-os a continuar no caminho certo, levai-os para a felicidade por esses caminhos que só vós conheceis. Bendito sejais por todo bem e amor que há no mundo. Amém.

          Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista
         flcastro@redemptor.com.br