CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

30 de novembro de 2014

A Palavra de Deus na vida - Homilia

1º Domingo do Advento – Ano B – Homilia

Evangelho: Marcos 13,33-37

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
33 “Cuidado! Ficai atentos, porque não sabeis quando chegará o momento.
34 É como um homem que, ao partir para o estrangeiro, deixou sua casa sob a responsabilidade de seus empregados, distribuindo a cada um sua tarefa. E mandou o porteiro ficar vigiando.
35 Vigiai, portanto, porque não sabeis quando o dono da casa vem: à tarde, à meia-noite, de madrugada ou ao amanhecer.
36 Para que não suceda que, vindo de repente, ele vos encontre dormindo.
37 O que vos digo, digo a todos: Vigiai!”

JOSÉ ANTONIO PAGOLA

SEMPRE É POSSÍVEL REAGIR

Nem sempre é o desespero que destrói em nós a esperança e o desejo de seguir caminhando, dia a dia, cheios de vida. Ao contrário, pode-se dizer que a esperança vai se diluindo em nós, quase sempre, de modo silencioso e imperceptível.
Talvez, sem nos darmos conta, nossa vida vai perdendo cor e intensidade. Pouco a pouco parece que tudo começa a ser pesado e aborrecido. Vamos fazendo, mais ou menos, o que temos de fazer, porém a vida não nos “preenche”.

Um dia comprovamos que a verdadeira alegria foi desaparecendo de nosso coração. Não somos mais capazes de saborear o bom, o belo e a grandeza que há na existência.

Pouco a pouco, tudo foi se complicando. Talvez, já não mais esperamos grande coisa da vida nem de ninguém. Não cremos mais, sequer, em nós mesmos. Tudo nos parece inútil e sem mais sentido.

A amargura e o mau humor se apoderam de nós cada vez com mais facilidade. Não mais cantamos. De nossos lábios não saem que sorrisos forçados. Há algum tempo deixamos de rezar.

Talvez, comprovamos com tristeza que o nosso coração foi se endurecendo e, hoje, não queremos bem a mais ninguém de verdade. Incapazes de acolher e escutar a quem encontramos, cotidianamente, em nosso caminho, somente sabemos nos queixar, condenar e desqualificar.

Aos poucos, caímos no ceticismo, na indiferença ou na “preguiça total”. Cada vez com menos forças para tudo aquilo que exija esforço e superação, não mais queremos correr novos riscos. Não vale a pena. Preocupados com muitas coisas que nos pareciam importantes, a vida nos foi escapando. Envelhecemos interiormente e algo está a ponto de morrer dentro de nós. O que podemos fazer?

Primeiramente, despertar e abrir os olhos. Todos esses sintomas são indício claro de que temos a vida mal colocada. Esse mal-estar que sentimos é o sinal de alerta que começou a tocar dentro de nós.

Nada está perdido. Não podemos, imediatamente, sentir-nos bem conosco mesmos, porém podemos reagir. Devemos nos perguntar sobre o que descuidamos até agora, o que temos de mudar, ao que devemos dedicar mais atenção e mais tempo. As palavras de Jesus são dirigidas a todos: “Vigiai”. Talvez, hoje mesmo, temos de tomar alguma decisão.


UMA IGREJA ACORDADA


As primeiras gerações cristãs viveram obcecadas pela imediata vinda de Jesus. O ressuscitado não poderia tardar. Viviam tão atraídos por ele que desejavam encontrar-se de novo o quanto antes. Os problemas começaram quando viram que o tempo passava e a vinda do Senhor demorava.

Logo se deram conta de que esta demora continha um perigo mortal. Podia-se apagar o primeiro ardor. Com o tempo, aquelas pequenas comunidades podiam cair, pouco a pouco, na indiferença e no esquecimento. Preocupava-lhes uma coisa: “Que, ao chegar, Cristo não os encontrasse adormecidos”.

A vigilância se converteu na palavra chave. Os evangelhos a repetem constantemente: “vigiai, estais alertas”, vivei despertos. Segundo Marcos, a ordem de Jesus não é somente para os discípulos que lhe estão escutando. O que vos digo, digo a todos: “Vigiai”. Não é um apelo a mais. A ordem é para todos seus seguidores de todos os tempos.

Passaram-se mais de vinte séculos de cristianismo. O que houve com este apelo de Jesus? Como os cristãos de hoje vivem? Seguimos acordados? Mantém-se viva a nossa fé ou se foi apagando na indiferença e mediocridade?

Não vemos que a Igreja necessita de um coração novo? Não sentimos a necessidade de sacudirmos a apatia e o autoengano?

Não despertaremos o melhor que existe na Igreja? Não reavivaremos essa fé humilde e pura de tantos crentes simples?

Não recuperaremos o rosto vivo de Jesus, que atrai, chama, interpela e desperta? Como podemos seguir falando, escrevendo e discutindo tanto sobre Cristo, sem que a sua pessoa nos enamore e nos transforme um pouco mais? Não nos damos conta de que uma Igreja “adormecida” à Jesus Cristo não seduz nem toca o coração, é uma Igreja sem futuro, que irá se apagar e envelhecer por falta de vida?

Não sentimos necessidade de despertar e intensificar nossa relação com Jesus Cristo? Quem, como ele, pode despertar nosso cristianismo da imobilidade, da inércia, do peso do passado, da falta de criatividade? Quem poderá contagiar-nos com sua alegria? Quem nos dará sua força criadora e sua vitalidade?

A Igreja não pode esquecer hoje “a responsabilidade da esperança”, pois essa é a missão que recebeu de Cristo. Antes que “lugar de culto” ou “instância moral”, a Igreja há de se compreender e viver como “comunidade da esperança”.

Uma esperança que não é uma utopia a mais, nem uma reação desesperada diante das crises e incertezas do momento.

Uma esperança que se fundamenta em Cristo ressuscitado, nele aqueles que acreditam descobrem o futuro último que espera a humanidade, o caminho que podemos e devemos percorrer para sua plena humanização e a garantia última diante dos fracassos, da injustiça e da morte. “Velai, vigiai”.

Traduzido do espanhol por Telmo José Amaral de Figueiredo.

Fonte: MUSICALITURGICA.COM – Homilías de José A. Pagola

Evangelho do dia (Mc 13, 33-37) - 1º Domingo do Advento


Vigiai! O Senhor virá!
Caminhando para as celebrações do Natal,
a Igreja como um todo coloca-se em vigilância.
Convida-nos a ler a presença, a vinda de Cristo,
nos acontecimentos de nossa vida.
É esta a vigilância que Cristo pede.

Vivências - Deperto @ De longe

Nº 1615  -  30/11/2014

6788. Evangelho de domingo 1º Advento - Ano B (30-11-2014) - Is 63, 16b-17.19b; 64, 2b-7; Sl 79; 1Cor 1, 3-9; Mc 13, 33-37 - Disse Jesus a seus discípulos: Estejam de sobreaviso e vigiem porque vocês não sabem quando será o momento. Sua vinda será semelhante àquele homem que saiu de viagem: deixou sua casa, confiou a cada um de seus servos uma tarefa e mandou ao porteiro que ficasse vigiando. Estejam, pois, vigilantes porque vocês não sabem quando o dono da casa voltará: se à tarde, à meia-noite, ao cantar do galo ou de manhãzinha. Vigiem para que, ao chegar de improviso, não os encontre dormindo. O que estou dizendo a vocês vale para todos: estejam vigilantes.
 
Recadinho: - Podemos dizer que nossa vida é a de quem está sempre atento? A quê? - O fim do mundo nos amedronta muito? - Em que contexto você começou a conhecer Jesus? - O que lhe significa de específico o tempo do Advento? - Comente algum caso de alguém de sua convivência que esteve sempre vigilante e já foi chamado pelo Pai.
 
6789. Tempo de Advento! - É quase Natal! Natal é Deus conosco! “Mais importante do que encontrarmos Jesus é deixar-nos encontrar por Ele. Quando é Ele que entra em nós, é Ele que refaz tudo, porque isto é a chegada do Senhor. Ele refaz nosso coração, alma, vida, esperança e caminho... Mas é preciso ter o coração aberto! Assim Ele me diz o que quer me dizer, que nem sempre é o que quero ouvir, mas Ele é o Senhor e fala somente para mim! Ele não nos vê como um conjunto, uma massa: Ele olha cada um nos olhos, no rosto, porque seu amor não é abstrato, mas concreto. O Senhor pessoa me vê como pessoa. Deixar-se encontrar pelo Senhor é isso: deixar-se amar por Ele! No caminho rumo ao Natal, alguns comportamentos podem nos ajudar: perseverar na oração, ser mais concretos na caridade fraterna, aproximar-se mais de quem precisa; e ter alegria ao louvar o Senhor!” (Papa Francisco, 02/dezembro/2013)
 
6790. Bispo católico preso há seis meses na China foi libertado - No dia 21 de novembro de 2014, o  Administrador Apostólico de Yujiang (China), Dom John Peng Weizhao, foi posto em liberdade depois de passar seis meses preso pelas autoridades comunistas chinesas. O bispo foi libertado sob a condição de que não viaje para fora da província de Yujiang durante os próximos três meses. De agora em diante o bispo poderá realizar seu ministério sacerdotal, mas não seu ministério de bispo, já que a China não o reconhece como válido. Durante os últimos três meses esteve detido em um albergue da cidade. O bispo foi preso na residência sacerdotal onde habitava, em presença de autoridades de Assuntos Religiosos e levado a um lugar desconhecido. Sacerdotes que estavam na cena quando foi detido Dom Peng reconheceram vários oficiais de assuntos religiosos do distrito de Linchuan. Mas quando foram aos oficiais para perguntar sobre seu paradeiro, os oficiais disseram que não sabiam nada porque essa foi uma ação do governo da Província. O bispo de Yujiang, Dom Thomas Zeng Jingmu, que tinha renunciado por causa de sua avançada idade e que sofreu mais de um ano de prisão, aos oitenta anos de idade e grave estado de saúde, foi substituído, em 2012, por Dom Peng. Sua nomeação, porém, nunca foi reconhecida pelas autoridades civis. A detenção do bispo deu-se em meio a uma onda de demolições de lugares de culto cristão e a declaração da religião como uma "ameaça para a segurança".
 
6791. Cuidado com a mundanidade! - “Há alguns sinais que estão no coração e que demonstram que se está “escorregando em direção à mundanidade!” Se amas ou és apegado ao dinheiro, à vaidade e ao orgulho, irás pelo caminho ruim. Se, ao contrário, procuras amar a Deus e servir aos irmãos, se és dócil, se és humilde, se serves aos outros, irás pela estrada boa. A tua cidadania é boa: é do céu! A outra, ao contrário, é uma cidadania que provocará o mal. E Jesus pedia tanto ao Pai que salvasse os seus discípulos “do espírito do mundo, desta mundanidade que leva à perdição!” A parábola do administrador infiel que engana seu senhor, é clara: - Como o administrador do Evangelho (Lc 16, 1-8) chega ao ponto de enganar, de roubar a seu Senhor? Como chegou a esse ponto, do dia para a noite? Não! Pouco a pouco! Um dia um suborno aqui, outro dia uma propina de lá e, deste jeito, aos poucos, chega-se à corrupção. O caminho da mundanidade destes inimigos da Cruz de Cristo é assim, leva à corrupção! E, enfim, termina como este homem, não? Roubando abertamente...”. (Papa Francisco, 07/novembro/2014)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia

 
 
 
DOMINGOS FERALDO DOS SANTOS
 
 
PADRE JOSÉ ROBERTO LUCIANO
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Festejando
 


29 de novembro de 2014

Vivências - Deperto @ De longe

Nº 1614  -  29/11/2014

6784. Evangelho de sábado (29-11-2014) - Ap 22, 1-7; Sl 94; Lc 21, 34-36 - Jesus disse aos seus discípulos: “Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra. Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar a tudo o que deve acontecer e para ficardes de pé diante do Filho do Homem”.
 
Recadinho: - Há muitos corações insensíveis ao próximo. O seu se preocupa com os outros? - Sabe servir de conforto e ser presença amiga? - Lembra-se sempre de colocar os outros em suas orações e preocupações? - Tenho professado publicamente minha fé ou o respeito humano me impede de o fazer? - Negamos, às vezes, o Deus que trazemos no coração?
 
6785. O final desta vida! - “No final da vida seremos julgados pelo amor, pela proximidade e ternura para com os irmãos. Disso dependerá a nossa participação ou menos no reino de Deus, a nossa colocação em uma ou outra parte. Jesus, com a sua vitória, nos abriu o seu reino, mas cabe a cada um de nós entrar ali, já a partir desta vida, fazendo-nos concretamente próximos ao irmão que pede pão, roupa, acolhida, solidariedade. E se verdadeiramente amarmos esse irmão ou irmã, seremos impelidos a partilhar com ele ou com ela aquilo que temos de mais precioso, isto é, Jesus mesmo e o seu Evangelho! O Evangelho nos diz o que o reino de Jesus pede a nós: lembra-nos que a proximidade e a ternura são a regra de vida também para nós e por isto seremos julgados!” (Papa Francisco, 23/novembro/2014, na homilia da Solenidade de Cristo Rei)
 
6786. Papa Francisco canonizou 6 novos santos - No dia 23 de novembro de 2014, na Praça S. Pedro, o Papa Francisco, canonizou quatro italianos e dois indianos. Na conclusão da celebração, desejou “que o exemplo dos quatro santos italianos (nascidos nas províncias de Vicenza, Nápoles, Conseza e Rimini), ajude o querido povo italiano a reviver o espírito de cooperação e harmonia em favor do bem comum e olhar para o futuro com esperança, confiando na proximidade de Deus, que nunca nos abandona, nem mesmo nos momentos difíceis. Por intercessão dos dois santos da Índia (provenientes de Kerala), grande terra de fé e vocações sacerdotais e religiosas, o Senhor conceda um novo impulso missionário à Igreja na Índia, para que, inspirando-se em seu exemplo de concórdia e de reconciliação, os cristãos da Índia continuem no caminho da solidariedade e da convivência fraterna. Os novos santos são: Giovanni Antonio Farina, (1803-1888), bispo de Vicenza, fundador das Irmãs Mestras de Santa Doroteia Filhas dos Sagrados Corações; Ludovico de Casoria (1814-1885), sacerdote professo da Ordem dos Frades Menores, fundador da Congregação das Religiosas Franciscanas de Santa Isabel, chamadas “Bigie”; Nicola da Longobardi (1650-1709), oblato professo da Ordem dos Mínimos; Amato Ronconi (1226-1292), da Ordem Terceira de São Francisco, fundador do Hospício dos peregrinos de Saludecio, hoje Casa de Repouso `Opera Pia Beato Amato Ronconi`; Kuriakose Elias Chavara da Sagrada Família (1805-1871), sacerdote e fundador da Congregação das Carmelitas de Maria Imaculada; e Euphrasia Eluvathingal do Sagrado Coração (1877-1952), religiosa professa da Congregação das Irmãs da Mãe do Carmelo.
 
6787. Que os novos santos façam crescer em nós a alegria de caminhar na via do Evangelho! - "A Salvação não começa confessando a realeza de Cristo, mas imitando as obras de misericórdia por meio das quais Jesus realizou o Reino, e do amor, da proximidade e da ternura com os nossos irmãos. Disso dependerá a nossa entrada ou não no Reino de Deus. Com o rito de canonização de novos santos, mais uma vez confessamos o mistério do reino de Deus e honramos a Cristo Rei, pastor cheio de amor pelo seu rebanho. Que os novos santos, com o seu exemplo e intercessão, façam crescer em nós a alegria de caminhar na via do Evangelho, a decisão de tê-lo como bússola da nossa vida. Sigamos seus passos, imitemos a sua fé e caridade, para que nossa esperança se revista de imortalidade. Não nos deixemos distrair por outros interesses terrenos passageiros. E que nos guie ao reino dos céus, a Mãe, Maria, Rainha de todos os santos”. (Papa Francisco, 23/novembro/2014, ao canonizar 6 novos santos)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia


 
 
APARECIDO ANTÔNIO BUTTARELO
 
 
JOSÉ ADMIR F. MORELI
 
 
PADRE EDVALDO MANOEL DE ARAUJO
Comunidade São Clemente de Campinas - SP
Festejando 51 anos de idade
 
 


28 de novembro de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1613  -  28/11/2014

6780. Evangelho de 6ª feira (28-11-2014) - Ap 20, 1-4.11 - 21, 2; Sl 83; Lc 21, 29-33 - Jesus contou uma parábola: “Olhai a figueira e todas as árvores. Quando vedes que elas estão dando brotos, logo sabeis que o verão está perto. Vós também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto. Em verdade, eu vos digo: tudo isso vai acontecer antes que passe esta geração. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar”.
 
Recadinho: - Percebo sinais do Reino de Deus no ambiente em que vivo? - Busco na Palavra de Deus força para a caminhada? - Os brotos das plantas são sinais de vida. Que sinais de vida os que me veem encontram em mim? - Minha presença é de fato alegria? - Louve a Deus pelas maravilhas que ele realiza em sua vida.
 
6781. José de Lima Torres foi ordenado sacerdote no Santuário Nacional - No dia 22 de novembro de 2014, o missionário redentorista José Torres foi ordenado sacerdote em celebração no Santuário Nacional, presidida pelo também redentorista, bispo auxiliar de Aparecida (SP), Dom Darci José Nicioli. P. Torres, da Província Redentorista de São Paulo, viveu como irmão religioso redentorista pelo período de 16 anos e agora tornou realidade seu sonho, concretizado na ordenação de diácono em junho e sacerdote em novembro. Falando sobre sua ordenação, P. Torres enfocou seus sentimentos e meta de vida recordando a passagem bíblica das Bodas de Caná: “Fazei tudo o que Ele vos disser!” São palavras de Maria, aos serventes das bodas em que Jesus realizou seu primeiro milagre (Jo 2, 5). Ressaltou P. Torres: “Parar para refletir, para discernir, nos fará realizar melhor a vontade de Deus. A minha vocação é uma vocação que foi mais refletida. Porque o sacerdócio é algo que temos que ter muita certeza do que a gente quer e acredito que fiz um pouco essa dinâmica de esperar para depois com clareza e maturidade assumir essa vocação. Para mim não será uma novidade, mas uma continuidade de um processo que já assumi há 16 anos quando fiz os votos redentoristas. Espero que esse milagre aconteça na minha vida e que eu seja esse vinho novo para ajudar a transformar a vida de muitas pessoas em uma festa mais feliz, com vinho novo, para as pessoas serem saciadas dos dons de Deus". P. Torres nasceu em 1972, em Palmeira dos Índios, Alagoas. Como religioso, exerceu seu ministério no Nordeste brasileiro, dedicando-se às Missões Redentoristas e à formação de futuros missionários. Atualmente trabalha no Santuário Nacional, dedicando-se mais particularmente ao portal de Internet A12 do Santuário.
 
6782. Respondendo ao chamado de Deus - “Nossa Senhora tem um papel importantíssimo para a Igreja quando pede que a gente faça aquilo que Jesus pediu. Só assim nós vamos conseguir encontrar o caminho para chegar até Deus. Quando temos a ousadia de responder ao que Deus nos pede, acontece imediatamente o milagre, que é o milagre da festa, da alegria. A Igreja precisa ser este espaço de alegria, de festa, que contagia as pessoas e faça com que o mundo possa ser melhor. Acredito que vocação seja muito disso. Se nós não nos colocarmos diante de Deus para transformar o mundo com a alegria Dele, então nós não estaremos assumindo a nossa vocação, a missão de Jesus. Porque Jesus veio trazer uma nova forma de vida, uma proposta nova para o Reino de Deus. Se nós paramos para ouvir o que Ele tem a nos dizer e responder ao chamado que Ele nos pede, então nós vamos transformar este mundo, o nosso mundo interior, e consequentemente o mundo das pessoas, num mundo melhor, mais feliz, onde exista abundância de alegria para todos". (Mensagem do Redentorista P. José de Lima Torres, de 22/novembro/2014, dia de sua ordenação sacerdotal no Santuário Nacional de Aparecida)
 
6783. 24ª edição da Romaria das Missões Redentoristas - Com o lema "Uma Igreja em estado permanente de missão", e o objetivo de animar e fortalecer nos participantes o ardor missionário, no dia 22 de novembro de 2014 foi realizada, em Aparecida (SP), a 24ª edição do encontro anual dos participantes das Missões  Redentoristas. Reuniram-se na Casa da Mãe Aparecida representantes provenientes de quase 300 paróquias e 3 mil comunidades, num encontro de confraternização e de fortalecimento para o trabalho de perseverança dos setores missionários, com o objetivo de ser uma atividade da pós-missão, que significa o período seguinte às Missões Redentoristas realizadas nas comunidades no decorrer do ano.
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia

 
 
ESTEVÃO FLORES DE SALLES
 
OSVALDO VALENTE FILHO
 
IRMÃO MIGUEL JOSÉ PEREIRA
Comunidade de Sorocaba - SP
Festejando 32 anos de idade
 
PADRE JOÃO PAULO SANTOS DE SOUZA
Província de Goias
Festejando 5 anos de Ordenação Sacerdotal
 
PADRE NATALINO MARTINS RIBEIRO
Província de Goias
Comemorando 5 anos de Sacerdócio
 
PADRE ANTÔNIO CARLOS DE MELLO
Província de Campo Grande
Festejando 26 anos de Ordenação Sacerdotal
 
 

27 de novembro de 2014

Vivências -De perto @ De longe

Nº 1612  -  27/11/2014

6778. Evangelho de 5ª feira - Dia de Ação de Graças (27-11-2014) - Ap 18, 1-2.21-23; 19,1-3.9a; Sl 99; Lc 21, 20-28 - Jesus disse a seus discípulos: “Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. Então, os que estiverem na Judéia, devem fugir para as montanhas; os que estiverem no meio da cidade, devem afastar-se; os que estiverem no campo, não entrem na cidade. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras. Infelizes das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá uma grande calamidade na terra e ira contra este povo. Serão mortos pela espada e levados presos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos infiéis, até que o tempo dos pagãos se complete. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima”.
 
Recadinho: - O que significa para você ser santo? - Dê o exemplo de alguém que ficou-nos como exemplo de santidade. - O que os santos podem fazer por nós? - Jesus nos prometeu um lugar no Reino de Deus. Você reza pedindo o Reino? - Jesus nos prometeu que nos libertaria desta vida. Cremos realmente em sua promessa?
 
6779. Dia de Ação de Graças - Uma celebração muito antiga e uma festa profundamente católica! Hoje, nos Estados Unidos da América, celebra-se o “Thanksgiving” (“Dia de Ação de Graças”), que recorda o primeiro jantar de agradecimento, preparado em 1621, por um grupo de peregrinos com nativos, em que se agradeceu a Deus pela abundância de colheitas no novo mundo. Recentemente, o Arcebispo de Los Angeles (EUA), Dom José Gómez, explicou a razão de esta festa ser considerada profundamente católica. Em 2008, quando era ainda Arcebispo de Santo Antônio (Texas), Dom Gómez publicou no jornal Today`s Catholic um artigo onde explicava o sentido católico do Dia de Ação de Graças, "um dia especial, onde acima de tudo se celebra a unidade familiar. Com efeito, nos Estados Unidos da América, as famílias se reúnem no Thanksgiving com mais frequência que em qualquer outra festa, incluindo o Natal". Dom Gómez relata que "antes da “primeira” celebração do Thanksgiving, em 1621 em terras norte- americanas, no dia 30 de abril de 1598, no Texas, Dom Juan de Oñate já tinha declarado oficialmente um “Dia de Ação de Graças”, que foi comemorado com Missa". Oñate, "fez o mais propriamente católico: celebrar a Eucaristia, uma palavra que vem do termo grego “Eukaristein”, e que significa, precisamente “ação de graças". "Esta é a razão pela qual, embora o Thanksgiving não seja um dia de preceito no calendário católico, o calendário litúrgico da Igreja nos Estados Unidos o celebra como solenidade, com duas leituras (uma do Antigo e outra do Novo Testamento) e com uma emblemática leitura do Evangelho de Lucas: a passagem do “Magnificat” de Maria. Dom Gómez ressalta que "embora a Virgem Maria o tenha vivido de maneira única e privilegiada, todos (…) devemos elevar nossa ação de graças a Deus porque nos deu mais do que imaginamos ou merecemos, simplesmente porque, como nos diz Maria, “Ele fez obras grandes por nós, e seu nome é santo!" "Por isso, os católicos não só celebramos o Dia de Ação de Graças com profundo espírito de oração, agradecimento e alegria, como também a celebração deste dia deve nos levar a recordar que nossa vida, como católicos, é uma constante ação de graças, através dos nossos atos da vida cotidiana, que devem todos eles dar glória a Deus, e de maneira especial através da celebração da Eucaristia". O atual Arcebispo de Los Angeles, a maior arquidiocese dos Estados Unidos, recorda também que "logo em seguida, iniciamos o tempo especial do Advento. Através dele nos preparamos para receber o supremo presente de Deus: seu próprio Filho, feito um de nós para reconciliar a humanidade". "Rezamos de todo coração a nossa Santa Mãe, a grande agradecida do Senhor, para que nos prepare com um coração cheio de ação de graças para os grandes mistérios do Natal!"
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

 A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado

27 ‒ Quinta-feira ‒ Nossa Senhora das Graças, São Francisco Antônio
 
Evangelho (Lc 21,20-28) "Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima."

Jesus anunciou a destruição de Jerusalém. A partir do que isso significava de espantoso para seus ouvintes, falou também do final dos tempos, quando se completará a obra da salvação. Fala desse final usando a linguagem tradicional dos profetas, quando anunciavam a chegada do poder de Deus. Não para nos apavorar, mas para nos dizer que Deus tem poder para nos salvar e libertar.
Oração
Senhor Jesus, às vezes temos impressão que o mal vai triunfando, e já não há esperança. Creio em vosso poder, creio que no final a vitória será vossa. Porque estais conosco, não precisamos ter medo; nada, ninguém poderá impedir nossa salvação e nossa felicidade. Preciso apenas, Senhor, que me conserveis sempre fiel a vós. Não permitais que vos abandone levado por ilusões. Amém.


Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista
flcastro@redemptor.com.br

Aniversariante do dia

 
 
PADRE MARCELINO FERREIRA DA COSTA NETO
Província de Goias
Festejando 4 anos de Ordenação Sacerdotal

26 de novembro de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1611  - 26/11/2014

6772. Evangelho de 4ª feira (26-11-2014) - Ap 15, 1-4; Sl 97; Lc 21, 12-19 - Jesus disse aos seus discípulos: “Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. Todos vos odiarão por causa do meu nome. Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!
 
Recadinho: - Você reza pedindo a força de Deus para permanecer firme na fé? - Nossa comunidade assume as realidades de seu contexto ou é muito acomodada? - Procuramos de fato servir? - Aceitamos as tarefas que nos competem mesmo a custa de sacrifícios? - Assumo com fé as cruzes de minha vida?
 
6773. Movimento no Santuário Nacional de 17 a 23/novembro/2014 - Conforme dados estatísticos fornecidos pelo Santuário Nacional de Aparecida, durante toda a semana de 17 a 23 de novembro/2014 circularam pelo Santuário 353.942 visitantes. No sábado, 22 de novembro, o Santuário recebeu 112.798 pessoas e, no domingo, 23 de novembro, o número foi de 159.655 peregrinos. De segunda a sexta-feira, o número de visitantes foi de 81.489. No dia 20, dia da Consciência Negra, feriado em muitos municípios, o Santuário recebeu 39.141 peregrinos. A previsão para o próximo fim de semana é a cidade receber 84.460 visitantes no sábado, dia 29 de novembro/2014, e 147.619 no domingo, dia 30 de novembro.
 
6774. Tráfico de seres humanos! - “O escândalo do tráfico de seres humanos é uma verdadeira forma de escravidão que, dolorosamente, tem se difundido cada vez mais, que atinge todos os países, inclusive os mais desenvolvidos, e que afeta as pessoas mais vulneráveis da sociedade: mulheres e jovens, meninos e meninas, deficientes, os mais pobres e as pessoas que vêm de situações de desintegração familiar ou social. "Nós, cristãos, reconhecemos o rosto de Jesus Cristo, que se identificou com os menores e mais necessitados. Vamos nos comprometer para que eles sejam libertados e para que acabe esse horrível comércio". (Papa Francisco, 13/dezembro/2013)
 
6775. Tráfico de seres humanos! Crime escandaloso! - “As estimativas falam de milhões de vítimas de trabalho forçado, de trabalho escravo e de tráfico de pessoas para uso como mão de obra barata e para exploração sexual. É urgente extinguir este crime escandaloso, que é uma grave violação dos direitos humanos das vítimas e uma ofensa à sua dignidade, além de uma derrota para a comunidade mundial. As pessoas de boa vontade, religiosas ou não, não podem permitir que essas mulheres, esses homens, essas crianças, sejam tratadas como objetos, enganadas, violentadas, vendidas para finalidades diversas e no fim assassinadas ou marcadas no corpo e na mente, descartadas e abandonadas. É uma vergonha!" (Papa Francisco, 13/dezembro/2013)
 
6776. Ser humano não é objeto à venda, não é um produto! - "Quantas vezes nós toleramos que um ser humano seja considerado um objeto exposto à venda, um produto, para satisfazer desejos imorais? A pessoa humana não deve jamais ser vendida ou comprada como mercadoria. Quem usa e se aproveita de uma pessoa se torna cúmplice desta opressão. Que homens e mulheres nunca mais sejam usados como meios em nenhum lugar do mundo, mas sejam sempre respeitados na sua dignidade inviolável!" (Papa Francisco, 13/dezembro/2013)
 
6777. Mudar o mundo com o Evangelho! - “Não deixem “roubar a esperança” e o sonho de mudar o mundo com o Evangelho, a partir das periferias humanas e existenciais. Sair pelo mundo significa superar a tentação de apenas falar entre nós. Significa ir ao encontro de tantas pessoas que esperam de nós uma palavra de misericórdia, consolação e esperança. O Evangelho de Jesus se realiza na história dos homens: entre os pobres, enfermos, endemoniados, pecadores, prostitutas!” (Papa Francisco, 22/novembro/2014, a 800 participantes do Congresso Missionário Nacional da Itália)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

 A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado

26 ‒ Quarta-feira ‒ Santos Belina, Conrado, Bv. Tiago Alberione

Evangelho (Lc 21,12-19) "Sereis presos e perseguidos,
... sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome."



Jesus anunciou que, antes de se completar o projeto divino de salvação, seus discípulos serão perseguidos. Ainda hoje os noticiários falam de perseguição a cristãos. Possivelmente não passaremos por isso, mas certamente iremos enfrentar circunstâncias em que teremos de declarar nossa fé. Não passaremos por tormentos, mas nem sempre será fácil manter nosso compromisso cristão.
Oração
Senhor Jesus, eu vos louvo pela coragem generosa de tantos que, para vos ser fieis, suportaram torturas e até a morte. Não sou corajoso como eles, e por isso peço vosso apoio para enfrentar as pequenas dificuldades de minha vida. Não permitais que, por medo, esconda ou disfarce minhas convicções cristãs, e deixe de fazer o que devo como vosso discípulo. Ajudai-me a vos ser fiel. Amém.
 


Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista
flcastro@redemptor.com.br
 

Aniversariantes do dia

 
 
 
CARLOS AUGUSTO DE VILHENA
 
DOMINGOS SÁVIO FERREIRA
 
MÁRCIO AURÉLIO BRIZOTTI
 
MARCOS ANTÔNIO BRIZOTTI
 
PADRE FRANCISCO VIANA PIRES
Comunidade Ribeirinha de Rondônia
Festejando 84 anos de idade
 
PADRE GERALDO CAMILO DE CARVALHO
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Festejando 83 anos de idade

25 de novembro de 2014

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1610  -  25/11/2014
 6767. Evangelho de 3ª feira (25-11-2014) - Sta. Catarina de Alexandria - Ap 14, 14-19; Sl 95; Lc 21, 5-11 - Algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?” Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: “Sou eu!” E ainda: “O tempo está próximo”. Não sigais essa gente! Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”. E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu”.
 
Recadinho: - Como podemos ter vida feliz em meio às incertezas em face ao futuro? - Que valor damos às coisas deste mundo? - Temos serenidade e prudência para viver em meio às incertezas? - Sabemos valorizar a Palavra de Deus que nos consola e conforta? - Quando será que a humanidade vai entender que sem Deus nada somos, nada temos e nada podemos?
 
6768. Conferência dos Bispos do Brasil: "Brasil pós-eleições: compromissos e desafios" - No dia 20 de novembro de 2014, a Presidência da Conferência dos Bispos do Brasil divulgou nota intitulada "Brasil pós-eleições: compromissos e desafios". O texto foi aprovado pelo Conselho Pastoral, que se reuniu em Brasília, nos dias 18 e 19 de novembro de 2014, e recorda aos escolhidos nas eleições de outubro "a responsabilidade colocada sobre seus ombros de não frustrar as expectativas de quem os elegeu" e o "compromisso com a ética, a verdade e a transparência no exercício de seu mandato, bem como o dever de servir a todo o povo brasileiro". Os bispos reafirmam a importância da participação da Igreja, como auxílio na construção de "uma sociedade justa e fraterna". Neste sentido, a nota também destaca a urgência da reforma política, como arma contra a corrupção.
 
6769. Engenheiros passarão a fabricar crianças! - "O nosso mundo está cada vez mais caracterizado pela desencarnação. Estamos na era do “in vitro veritas” (“no vidro está a verdade”), tanto nas telas quanto nas provetas. O pai é substituído pelo especialista; a mãe é gradualmente substituída pela matriz eletrônica. Vão dizer que agora um casal do mesmo sexo pode ter filhos da mesma forma que têm um homem e uma mulher. E mais, vão dizer que podem tê-los muito melhor do que um homem com uma mulher, porque estes se entregam à procriação através da escuridão arriscada de um abraço e de uma gravidez, enquanto que um casal do mesmo sexo é mais responsável, mais ético, porque recorre aos engenheiros para fabricar uma criança sem defeitos, com um código genético verificado, muito mais condizente com o mundo que o circunda! O que borbulha em nossos laboratórios é uma verdadeira contra-anunciação: já não se trata de acolher o mistério da vida na escuridão de um útero, mas reconstituir na transparência de um tubo de ensaio!” (Fabrice Hadjadj, filósofo francês, nascido de uma família judia, ex-niilista e ex-anti-clerical, atualmente casado, pai de seis filhos, professor de literatura e filosofia, e dramaturgo, novembro/2014). 
 
6770. Falta solidariedade! - “Nossas sociedades se caracterizam por um crescente individualismo e pela fragmentação. Isto termina privando os mais frágeis de uma vida digna e provocando revoltas contra as instituições. Quando falta a solidariedade em um país, todos ressentem!” (Papa Francisco, falando na Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, em 20/novembro/2014)
 
6771. Não nos é permitido sermos fracos! - “Por mais que sejam grandes os nossos limites e os nossos desânimos, não nos é permitido sermos fracos e vacilantes diante das dificuldades e das nossas próprias fraquezas. Ao contrário, somos convidados a robustecer as mãos, a firmar os joelhos, a ter coragem e não temer, porque o nosso Deus nos mostra sempre a grandeza da sua misericórdia. Ele nos dá a força para seguir adiante. Ele está sempre conosco para nos ajudar a seguir adiante. É um Deus que nos quer tanto bem, nos ama e por isto está conosco, para nos ajudar, para nos robustecer e seguir adiante. Coragem! Sempre avante!” (Papa Francisco, 15/dezembro/2013)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

 A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico indicado

 25 ‒ Terça-feira ‒ Santos Catarina de Alexandria, Jocunda, Mercúrio


Evangelho (Lc 21,5-11) "Algumas pessoas comentavam a
respeito do Templo, que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas."



O comentário de Jesus foi: "Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído". Há sempre o risco de ver em grandiosidades humanas sinal da presença e da bênção de Deus. Tudo passa e acaba, menos as coisas de Deus e nossas realidades espirituais. Penso que seria bom se me ocupasse menos com as exterioridades da religião, por mais belas e solenes que sejam.
Oração
Senhor, não sabemos quanto tempo vão durar nossas belas igrejas e nossas grandes obras. Não podemos esquecer o que dissestes: "Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde a traça e a ferrugem corroem..." (Mt 6,19). Ajudai-nos a procurar as realidades que duram para sempre, dando preferências aos valores da caridade e da justiça. Assim é que de fato seremos vossos discípulos. Amém.

Pe. Flávio Cavalca de Castro, Redentorista
flcastro@redemptor.com.br

Aniversariantes do dia

 
 
LUIZ CARLOS VIEIRA GUEDES
 
LAERTE PASQUOTO
 
PAULO ANTÔNIO O. VASCONCELOS
 
PADRE JOSÉ DE COITO PITA
 
PADRE VITÓRIO GOMES DE MORAES
 
 
DOM JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA
Bispo Emérito de Rubiataba-Mozarlândia
Festejando 35 anos de Ordenação Episcopal
 


24 de novembro de 2014

NOTA DE FALECIMENTO

NOTA DE FALECIMENTO

 
 

Faleceu nesta manhã nosso grande amigo

 

ANTÔNIO BICARATO

 

Abaixo a comunicação de seu filho Marcelo

 

Nossos sentimentos à família e orações por ele.

Formulário: Contate-nos

 
Data:
24/11/2014 13:30
Nome:
Marcelo Bicarato
E-mail:
marcelo.bicarato@gmail.com
Assunto:
Passagem de um amigo
Mensagem:
Olá, amigos da Uneser.

Sou o filho do Antonio Bicarato, redentorista, grande pai e camarada de todos vocês.
Estou escrevendo para comunicar sua passagem ocorrida nesta manhã. Foi tudo muito rápido: no começo de outubro ele teve diagnosticado um tumor maligno, que avançou rapidamente nas últimas semanas.

Meu telefone é o 11 97365 2916. Ainda não tenho informações sobre o velório e sepultamento, que deverão chegar durante o dia.

Paz em Cristo.

Aniversariantes do dia

 
 
LUIZ AUGUSTO LEMES
 
VALDECI DIVINO CALDAS FIGUEIREDO
 
 
PADRE EDICARLOS DA SILVA
Comunidade da Cidade de Tiradentes - SP
Festejando 37 anos de idade
 
 
PADRE FREDERICO AUGUSTO DE OLIVEIRA
Província de Goiás
Festejando 7 anos de Sacerdócio
 
 
PADRE WOLNEY AUGUSTO SOUZA MOURÃO
Vice Província de Manaus - AM
Comemorando 47 anos de idade
 
DOM MILTON KENAN JÚNIOR
Bispo Auxiliar de São Paulo
Região da Brasilândia
Comemorando 51 anos de vida
 
 

23 de novembro de 2014

Solenidade de Cristo Rei Ano A

 

 
 
O que se faz ao menor de todos, a Jesus se faz!
Rei!
Jesus, aos olhares puramente humanos, apresentava-se como um rei fraco, crucificado, agonizante.
Um rei dominado pelos romanos, um rei que nada significava.
Um rei que, aparentemente, não pode salvar-se a si mesmo.
Um rei, como diz São Paulo, “crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os gentios!” (1Cor 1, 23).
Pregado na cruz, Jesus reinava sobre os judeus e toda a humanidade. Derramando seu sangue, remia o mundo todo.


Aniversariantes do dia

 
 
 
PADRE SÉRGIO VALDEMAR FURLAN
Província de Goiás
Comemorando 70 anos de idade
 
 
PADRE MANUEL RIBAMAR BARBOSA DA SILVA
Província de Goiás
Festejando 47 anos de idade

22 de novembro de 2014

Ordenação Presbiterial

 
DIÁCONO JOSÉ TORRES
 
 
 
Hoje às 18 hs no Santuário Nacional de Aparecida
o Irmão Diácono José Torres
estará recebendo a Ordenação Presbiterial
 
A UNESER bastante feliz deseja-lhe muitas bênçãos e muita luz
em seu caminhar!
 
Um forte abraço! 

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1607  -  22/11/2014

6756. Evangelho de sábado (22-11-2014) - Sta. Cecília - Ap 11, 4-12; Sl 143; Lc 20, 27-40 - Aproximaram-se de Jesus alguns saduceus, que negam a ressurreição, e lhe perguntaram: “Mestre, Moisés deixou-nos escrito: se alguém tiver um irmão casado e este morrer sem filhos, deve casar-se com a viúva a fim de garantir a descendência para o seu irmão. Ora, havia sete irmãos. O primeiro casou e morreu, sem deixar filhos. Também o segundo e o terceiro se casaram com a viúva. E assim os sete: todos morreram sem deixar filhos. Por fim, morreu também a mulher. Na ressurreição, ela será esposa de quem? Todos os sete estiveram casados com ela”. Jesus respondeu aos saduceus: “Nesta vida, os homens e as mulheres casam-se, mas os que forem julgados dignos da ressurreição dos mortos e de participar da vida futura, nem eles se casam nem elas se dão em casamento; e já não poderão morrer, pois serão iguais aos anjos, serão filhos de Deus, porque ressuscitaram. Que os mortos ressuscitam, Moisés também o indicou na passagem da sarça, quando chama o Senhor “o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”. Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos, pois todos vivem para ele”. Alguns doutores da Lei disseram a Jesus: “Mestre, tu falaste muito bem”. E ninguém mais tinha coragem de perguntar coisa alguma a Jesus.
 
Recadinho: - Também nós corremos o risco de nos apegarmos a um materialismo exagerado? - Em que depositamos nossa felicidade? - Sabemos reconhecer os grandes dons de Deus? - Preocupamo-nos com a vida eterna? - Em que consistem nossas preocupações? - O que podemos fazer em nosso ambiente de vida para combater o materialismo exagerado?
 
6757. Papa aos médicos católicos: Sejam bons samaritanos com os vulneráveis! - No dia 15 de novembro de 2014, o Papa Francisco recebeu no Vaticano cerca de 5 mil membros da Associação dos Médicos Católicos Italianos, por ocasião dos seus 70 anos de fundação. Em seu discurso aos membros da Associação, acompanhados de algumas crianças doentes e seus familiares, o Papa recordou que, em nossos dias, “devido aos progressos científicos e técnicos, aumentaram, sensivelmente, as possibilidades de cura física, mas também diminuíram a capacidade de cuidar da pessoa, sobretudo, quando é sofredora, frágil e indefesa”. “Com efeito, disse o Papa, as conquistas e os catequistas da ciência e da medicina podem contribuir para melhorar a vida humana. Eis porque os médicos católicos se esforçam em viver a sua profissão como missão humana e espiritual e como um verdadeiro apostolado laical!”
 
6758. Atenção à vida humana - “A sua obra quer testemunhar, com a palavra e o exemplo, que a vida humana é sempre sagrada, válida e inviolável e, como tal, deve ser amada, defendida e cuidada. A sua profissão, enriquecida pelo espírito de fé, é um motivo a mais para colaborar com aqueles que reconhecem a dignidade da pessoa humana. Por isso, exorto-os a prosseguir, com humildade e confiança, nesta estrada, seguindo os ensinamentos do Magistério da Igreja”. (Papa Francisco, em 15/novembro/2014, ao receber no Vaticano 5 mil membros da Associação dos Médicos Católicos Italianos, por ocasião de seus 70 anos de fundação)
 
6759. A missão dos médicos - “Uma “falsa compaixão” poderia levar os médicos a favorecer o aborto, a eutanásia e até a produzir um filho em laboratório. A “compaixão evangélica”, por sua vez, porém, propõe a imagem do Bom Samaritano, que vê, tem compaixão, se aproxima e oferece sua ajuda concreta ao necessitado. Da mesma forma, a missão dos médicos os coloca em contínuo contato com tantas formas de sofrimento. Encorajo-os a serem bons samaritanos, tendo cuidado especial com os idosos, os enfermos e os portadores de deficiências. A fidelidade ao Evangelho da Vida e ao seu respeito, como dom de Deus, exige, certas vezes, escolhas corajosas e ir contracorrente, convidando-os a prosseguir no seu caminho de crescimento e maturação, colaborando, de modo construtivo, com as pessoas e as instituições, que compartilham do amor à vida e da sua dignidade, sacralidade e inviolabilidade”. (Papa Francisco, em 15/novembro/2014, ao receber no Vaticano 5 mil membros da Associação dos Médicos Católicos Italianos, por ocasião de seus 70 anos de fundação)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR