CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

27 de fevereiro de 2009

O ROSTO MATERNAL DO ESPÍRITO SANTO-II




II-A FECUNDIDADE DO ESPÍRITO SANTO


Sempre que decidimos amar os outros estamos a responder a um apelo do Espírito Santo no mais íntimo do nosso ser.O pecado é sempre uma oposição ao amor. Isto quer dizer que o pecado nunca torna a pessoa livre.Eis o que Jesus diz acerca disto: “Se permanecerdes na minha palavra sereis meus discípulos, conhecendo a verdade e a verdade vos libertará (…).Quem comete o pecado é escravo (…). Se o Filho de Deus vos libertar, sereis realmente livres” (Jo 8, 31-36).A Carta aos Romanos vai nesta mesma linha quando afirma: “O Espírito Santo é o Espírito da Vida em Cristo Jesus.Foi ele que nos libertou da lei do pecado e da morte” (Rm 8, 2).
Jesus Cristo libertou-nos, dando-nos uma nova possibilidade de comunicarmos com o Espírito Santo como diz São Paulo:“Cristo ressuscitado é um ser espiritual. Onde está o Espírito Santo, isto é, o Espírito do Senhor ressuscitado, aí está a liberdade” (2 Cor 3, 17).
Quando entre os seres humanos acontece uma relação de amor e comunhão fraterna, o Espírito Santo está presente para optimizar e conferir plenitude a essa relação.Como é uma pessoa divina, o Espírito Santo não pode ser substituído por nenhum ser humano.



Em Comunhão Convosco
Calmeiro Matias
Publicada por calmeiro matias em 26.2.09

Santo do Dia

No dia 28 de fevereiro comemoramos o dia de São Romão e Santa Gianna Molla




São Romão



Conta a tradição que São Romão tinha a faculdade de sarar os leprosos e que já havia curado vários leprosos. Nasceu no ano de 390 começando sua experiência monástica no povoado francês de Ainay, perto de Lyon.Procurando um contado mais intimo com o Evangelho mudou-se para uma ermida entre as montanhas onde mais tarde fundou um monastério conhecido como o "La Abadia de Saint-Oyend ", onde se tornou o Abade.Passado alguns anos seu irmão São Lupicino seguiu os seus passos.O dois irmãos fundaram dois monastérios em Condat e outro em Leuconne e um convento em La Beaume que era dirigido pela sua irma.
Ficou famoso por ter curado dois leprosos em São Maurice, França
Veio a falecer em 463 DC e suas relíquias estão em La Beaume.







Santa Gianna Beretta Molla

Nasceu em Magenta perto de Milão em 4 de outubro de 1922.
Gianna era a décima de 13 filhos e foi educada por pais piedosos que a ensinaram que a vida era um grande presente de Deus para ser abraçado com graça. Conseqüentemente ela tinha uma forte esperança na Providencia Divina e estava confiante no poder das preces.
Como adolescente e como adulta ela foi membro da Sociedade São Vicente de Paulo e voluntária para trabalhar com os pobres e os idosos. Ao mesmo tempo ela diligentemente estudou e conseguiu se formar em medicina e cirurgia na Universidade de Pávia em 1949. No ano seguinte ela abriu uma clinica em Mesero perto de sua terra natal. Ela se especializou em pediatria na Universidade de Milão em 1952, e após ela deu especial atenção as mães, as crianças, aos idosos e aos pobres.
Giana via a medicina como um meio de servir ao Criador, assim ela aumentou seu generoso serviço para a Ação Católica.
Mas em oposição a maioria dos santos Gianna exibia uma verdadeira alegria para viver. Ela amava esquiar e o “trekking” nas montanhas. Alguns pensavam que tão boa cristã iria entrar para um convento, mas após varias reflexões ela viu que sua vocação era para o casamento e cooperando com Deus em “formar uma verdadeira família Cristã”.
Em 24 de setembro de 1955, ela casou-se com Pietro Molla na Basílica de São Martinho em Magenta, e ela tornou-se uma feliz esposa. Gianna não era uma santa comum. Ela alegremente abraçou o casamento e balanceou as suas obrigações como mulher de carreira, esposa e mãe. Em novembro 1956 ela se tornou mãe de Pierluigi , em dezembro de 1957 de Mariolina, e em julho de 1959 de Laura.
Em setembro de 1961, no segundo mês de gravidez ela descobriu que tinha um fibroma no útero. Era necessário uma cirurgia e ela estava, como médica, perfeitamente consciente dos riscos de continuar a sua gravidez mas ela pediu ao cirurgião para salvar o filho que ela carregava e deixou a si própria nas mãos de Deus. Ela passou os sete meses seguintes na alegria de seus afazeres de mãe e médica, mas contudo preocupada que o bebê em seu útero pudesse nascer com problemas e para prevenir isso, orou muito a Deus.
Alguns dias antes da criança nascer, embora confiante na Divina Providencia, ela estava decidida a dar sua vida para salvar a da criança. “Se você precisar decidir entre eu e a criança escolha a criança insistiu ela ao seu médico”.
Assim Gianna Emanuela nasceu na manhã de 21 de abril de 1962. Apesar de todos os esforços para salva-la, Santa Gianna veio a falecer uma semana depois, com horríveis dores.
Mas ela sempre dizia : “Jesus, Jesus eu te amo, eu te amo” e veio a falecer exclamando esta frase no dia 28 de abril. Ela tinha apenas 39 anos de idade.
Seu funeral foi ocasião de grande tristeza, fé e oração.
O seu corpo está no cemitério de Mesero perto de Magenta.
Ela foi beatificada em 24 de abril de 1994 e canonizada em 16 de maio de 2004 pelo Papa João Paulo II.
Fonte: Cade meu santo

Acontecimentos Daqui e Dali

NOVENA DO PERPÉTUO SOCORRO

A Pastoral da Basílica do Pai Eterno começa a transmitir (01 de março) pela Rede Vida a Novena do Perpétuo Socorro; de segunda a sábado às 08h30 e aos domingos 12h00. A Novena pretende utilizar temas "catequéticos", na tentativa de "ressuscitar" assuntos muitas vezes "esquecidos" por tantos católicos.

· A Novena do Perpétuo Socorro, Filha Amada do Divino Pai Eterno será rezada em ciclo de 9 dias. Começa e termina com uma virtude teologal (Fé, Esperança e Caridade). Nos outros 7 dias, serão desenvolvido temas específicos: “os 7 Pecados Capitais”, “os 7 Sacramentos, “os 7 Dons do Espírito Santo”, “as 7 Dores de Maria” e as “7 Alegrias de Nossa Senhora”.

Fonte:www.redentorista.com.br

O ROSTO MATERNAL DO ESPÍRITO SANTO-I





I-O ESPÍRITO LIBERTADOR - O Espírito Santo é uma pessoa divina cujo jeito de amar é maternal. Assim como a primeira pessoa da Santíssima Trindade ama com um jeito paternal, o Espírito Santo ama com ternura maternal.Do mesmo modo o Filho Eterno de Deus ama com um jeito filial em relação às pessoas divinas e de modo fraternal em relação às pessoas humanas.
São Paulo diz que o Espírito Santo habita nos nossos corações como num templo (1 Cor 3,16).Isto quer dizer que a missão do Espírito Santo se passa no interior das pessoas facilitando a nossa caminhada para o amor que é o caminho para Deus.O amor é por excelência um poder criativo e, como tal, libertador, pois a liberdade e a criatividade caminham sempre juntas.Com efeito, a liberdade é a capacidade de se relacionar amorosamente com os outros e de interagir criativamente comas coisas e os acontecimentos.Com seu jeito maternal de amar, o Espírito Santo capacita-nos para realizarmos a grande tarefa da nossa humanização mediante o amor e a liberdade.Só o amor é capaz de fazer surgir o novo e o diferente, fazendo emergir novos horizontes para a vida e capacitando-nos para melhorarmos a marcha da História Humana.Eis a razão pela qual não podemos ser livres sem a cooperação do Espírito Santo.
Eis a maneira como Jesus descreve o jeito com que o Espírito Santo o consagrou para a sua missão de Messias Libertador:“O Espírito de Deus está sobre mim porque me consagrou para anunciar o Evangelho aos pobres.Enviou-me a proclamar a libertação dos presos e a mandar em liberdade os oprimidos” (Lc 4,18).
Ninguém se pode tornar livre sem tomar decisões e fazer escolhas na linha do amor.
Em Comunhão Convosco
Calmeiro Matias
Publicada por calmeiro matias em 26.2.09

26 de fevereiro de 2009

Santo do Dia


Dia 27 de fevereiro a Igreja comemora São Leandro

Ele nasceu em Cartagena e foi para Sevilha em 554. Indicado Arcebispo de Sevilha ele lutou contra o Arianismo e enfrentou vários desafios e julgamentos mas consegui vencer a todos e converter muitos hereges.

Converteu os príncipes Hermegildo e Reccared, filhos do Rei Visigodo Levegildo que exilou Leandro para Cosntantinopla de 579 a 582. Lá ele ficou amigo do legado papal que mais tarde se tornou o Papa Gregório, o magno e ele aconselhou Gregório a escrever o seu famoso comentário( Maralia) sobre o livro de Jacob.
Quando Reccared ascendeu ao trono Leandro foi chamado de volta a Sevilha.Trabalhou contra o arianismo e presidiu o terceiro Concilio de Toledo em 589.Sua incrível energia e fé inabalável, levou os Visigodos de volta a crença cristã ortodoxa.
Escreveu várias regras de conduta para as freiras. Introduziu em Nicene, o Credo na Missa no Ocidente.
São Leandro presidiu o Consilho de Toledo em 589 o qual abjurou o Arianismo. Ele ainda reuniu outro Sínodo em Sevilha em 590.
Na Espanha ele é considerado Doutor da Igreja.

Faleceu em Sevilha no ano de 600 DC.

fonte: cade meu santo

Reconhecimento


25 de fevereiro de 1749 São reconhecidos um lugar e uma Missão


A 25 de Fevereiro de 1749, 16 anos após a fundação deste Instituto e 7 anos depois da sua primeira elaboração, são finalmente aprovadas em Roma as Constituições da Congregação do Santissimo Redentor, que até então se chamava de Santíssimo Salvador. Finalmente Afonso e os seus companheiros (na altura cerca de 34 membros) obtêm o reconhecimento oficial de que precisavam para desenvolver a sua missão. Este acontecimentos tem em si um grande valor simbólico: a Igreja reconhece que os Redentoristas têm um lugar e uma missão no Evangelho, têm um contributo para dar, e pede-lhes que sejam fiéis ao seu Projecto de Vida.
Hoje, passados 260 anos, os cerca de 5500 redentoristas espalhados por todo o mundo procuram, no meio do seu quotidiano e com as suas limitações, ser fiéis à missão e ao contributo que têm para dar ao Evangelho. Na história da Igreja já muitas famílias (congregações e institutos) começaram e terminaram a partir do momento em que deixaram de ser fiéis ao seu Projecto de Missão – e terminam, e a Igreja continua, e sobretudo o Reino continua. E o Espírito continua, “a soprar onde quer” (Jo 3,8).
Neste dia, como em muitos outros, escuto a missão que os redentoristas reconhecem como lhes sendo atribuída e guiada pelo Espírito: “Os Redentoristas têm na Igreja, como sua principal missão, a proclamação explícita da Palavra de Deus para a conversão fundamental” (Constituição 10). E compreendo que os Redentoristas continuam e continuarão a ter um lugar e uma Missão ao serviço deste Reino – desde que renovemos sempre, como discípulos e como comunidade, a nossa fidelidade ao Espírito.
Primeiro, porque na Igreja não deixam de existir aqueles “abandonados” de que Afonso tão bem encontrou em Scala, todos aqueles a quem a Igreja “não pôde ainda prover de meios suficientes de salvação; os que nunca ouviram o anúncio da Igreja ou, pelo menos, não o recebem como “Evangelho”; ou, finalmente, os que são prejudicados pela divisão da Igreja.” (Constituição 3).
Mas sobretudo, e é este o critério mais importante, porque não deixa de acontecer o Evangelho. Não deixa de haver uma Boa-Noticia, de uma Salvação que é tão actual, porque está no próprio seio da Humanidade a caminhar… Ao citar Is 49,8: “No tempo favorável, ouvi-te e, no dia da salvação, vim em teu auxílio”, o Apóstolo proclama com toda a força: “É este o tempo favorável, é este o dia da salvação!” (2 cor 6,2). Continua a ser, este, o “Ano Favorável da parte do Senhor” que proclama Jesus citando, de novo, a Isaías (Lc 4,19).
Porque a Páscoa está a acontecer, como Presença do Espírito Santo, “Amor de Deus derramado nos nossos corações” (Rom 5,5), “que em nós clama Abbá, Pai! Pois se somos filhos de Deus, somos também herdeiros: herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo” (Rom 8,15-17). É hoje que esta Humanidade à qual pertencemos está a nascer como Corpo, Comunhão Filial, adoptados como Filhos em Jesus (Ef 1,5). E é hoje que esta Humanidade continua a precisar que o Espírito Santo de Amor, através de todas as mediações possíveis, continue a curar, restaurar, reconciliar de todas as feridas…
E mesmo que um dia, por absurdo ou milagre, ou simples cumprimento da História, já não existam os tais “abandonados”, não deixará de haver quem anuncie o Evangelho da Graça e do Amor. Se calhar aí sim, será plenamente anunciado. E se os Redentoristas, no meio de todos os irmãos, também anunciarem e cantarem este Evangelho como o Espirito e a Igreja lhes pediram em 1749 e lhes continuam a pedir hoje, então é porque cumprimos o nosso “encargo”: “Ai de mim se não evangelizar!” (1Cor 9,16).

Santo do Dia

Dia 26 de fevereiro comemoramos o dia de Santo Alexandre da Alexandria

Nasceu em 250DC. Foi indicado Bispo de Alexandria em 313 para suceder Santo Achillas.
Alexandre é famoso pela sua oposição a heresia Ariana, a qual dizia que Jesus não era Deus de verdade, mas que o Filho era apenas uma criatura e que teria havido um tempo que o Filho não teria existido.Alexandre também é conhecido por sua doutrina apostólica e um dos seus maiores feitos foi treinar um jovem diácono de nome Athanásius que mais tarde foi celebrado e admirado por todo mundo cristão.
Alexandre foi de gentil com os arianos, mas foi determinado. Muitos o acusam, de por isto, ter compromissado a posição da Igreja, mas muitos outros já dizem que ele foi impetuoso por causa de sua posição irredutível. Não obstante ele deve ser considerado como um campeão dos ensinamentos da Igreja Católica e creditado com zelo pastoral. Durante muito tempo ele se dirigiu a Arius, tentando convence-lo de seu erro antes de excomungá-lo, em 321 DC.
A excomunhão foi confirmada no Sínodo de Alexandria. Sua Circular Episcopal sobre a Heresia Ariana sobreviveu ao tempo e é uma importante parte da literatura eclesiástica daquele período.
Como Bispo, Alexandre preferia os monges, nomeando preferencialmente aqueles que viviam como eremitas no deserto, visto que ele os considerava como modelo para suas ovelhas. Ele também insistia na caridade para com os pobres na Diocese sob o seu controle, uma coisa pela qual ele ficou famoso na Diocese de Alexandria.
Alexandre é tido como tendo escrito os primeiros Atos do Concilio de Nicéa em 325, onde o Arianismo foi formalmente condenado. Ele faleceu na Alexandria em 328, dois anos depois que ele retornou do Concilio tendo nomeado Athanásio como seu sucessor.

fonte:cade meu santo

24 de fevereiro de 2009

Santo do Dia

Dia 25 de fevereiro comemoramos: São Cesário e Santa Walburga

São Cesário, Confessor

Era irmão de São Gregório Nazianzeno, e exercia funções de médico na Corte do imperador Juliano, o Apóstata, que quis pervertê-lo ao paganismo. Escapando de ser morto devido a um terremoto, preferiu afastar-se daquela Corte corrompida.

fonte: www.redemptor.com.br

Santa Walburga

Nasceu na Inglaterra em 710DC e foi educada na Abadia de Wimborne e depois foi para a Alemanha onde ele atendeu aso desejos de São Bonifácio para ajuda-lo na difícil tarefa missionaria. Com a morte do seu irmão Winnebald, que era o Abade do outro monastério, ela subseqüentemente se tornou Abadessa dos dois monastério em Heidenheim. Ela trabalhava sem cessar para dar conta de sua obrigações e vivia uma vida ascética e fazia questão de ajudar os pobres. Criou um pequeno albergue junto ao monastério, no qual fornecia refeições aos pobres e necessitados. Parece que foi uma das primeiras a tentar uma refeição sadia e balanceada e por isso foi mais tarde indicada como padroeira da fome e dos nutricionistas.
Diz a tradição que curava certas doenças apenas com sua benção e oração. Morreu no dia 25 de fevereiro de 779 (pelo novo Calendário Gregoriano) e seu túmulo passou a ser local de peregrinação e vários milagres foram creditados a sua intercessão. Por isso mais tarde suas relíquias foram trasladadas para Eichstatt. Sua festa era celebrada no dia 1 de maio o que coincidia com antigas festas pagãs no inicio do verão no hemisfério Norte. Como certos ritos eram celebrados para afastar possíveis bruxarias a noite recebeu o nome de noite de Walburga. Mais tarde com a unificação do calendário em 1969/70 sua festa (e de todos os demais santos) passou a ser no dia de sua morte ou seja o dia de sua união com Jesus.

fonte: cade meu santo

Campanha da Fraternidade 2009


TVs católicas transmitem ao vivo abertura da CF 2009



Na Quarta-feira de Cinzas, 25/02, acontecerá a abertura oficial da Campanha da Fraternidade (CF) 2009, no Santuário de Aparecida, em Aparecida (SP).


A abertura da CF 2009 será marcada por uma missa, presidida pelo arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis, e concelebrada pelo secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, que será transmitida ao vivo, a partir das 9h, pela TV Aparecida, pela Rede Vida de Televisão e pela TV Século XXI. Logo após a celebração eucarística, o secretário-geral da CNBB e o arcebispo de Aparecida concederão entrevista coletiva à imprensa. Durante a coletiva será divulgada a mensagem do papa Bento XVI sobre a Campanha da Fraternidade.Este ano, a CF aborda o tema “Fraternidade e Segurança Pública” e o lema “A paz é fruto da justiça”. Solicitado pela Pastoral Carcerária e pela Pastoral da Criança, com o apoio das demais pastorais e movimentos da Igreja, o tema “Segurança Pública” foi aprovado pelo Conselho Permanente da CNBB, há dois anos, e tem como objetivo suscitar o debate sobre Segurança Pública na sociedade, bem como sobre as causas da violência e a cultura do medo. Com a CF 2009, a Igreja quer convocar a sociedade a promover uma cultura de paz em todos os âmbitos sociais. Realizada desde os anos 60, a Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização desenvolvida no período da Quaresma. A cada ano aborda um tema diferente, com os objetivos de despertar o espírito comunitário e cristão no povo, educar para a vida em fraternidade e renovar a consciênciada responsabilidade de todos pela ação da Igreja na evangelização(Fonte: CNBB).

23 de fevereiro de 2009

Conhecendo um pouco mais


Conheça o novo Assistente Eclesiástico Nacional

Dom Raymundo Damasceno Assis nasceu em 15 de fevereiro de 1937 na cidade de Capela Nova, em Minas Gerais. Em 1955 entrou para o Seminário Menor, em Mariana (MG) onde cursou o segundo grau e o curso de Filosofia.

Em 1961 foi para Roma onde cursou filosofia e, em 1965 foi para a Alemanha, onde acompanhou o Curso Superior de Catequese. Dom Damasceno foi ordenado padre em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais em 19 de março de 1968.

Depois de ordenado, ocupou as seguintes funções: Coordenador de Catequese da Arquidiocese de Brasília – DF, 1968-1970; Pároco da Igreja do Santíssimo Sacramento – Brasília – DF, 1968-1976; Chanceler da Arquidiocese de Brasília – DF, 1968-1979; A ordenação episcopal de Dom Damasceno aconteceu em 15 de setembro de 1986 em Brasília.

Daí ocupou as seguintes funções: Bispo Auxiliar e Vigário Geral da Arquidiocese de Brasília – 1986-2003; Diretor do Curso Superior de Teologia para leigos da Arquidiocese de Brasília 1986-2003; Membro da Comissão Episcopal do Departamento de Catequese do CELAM 1987-1991;

Secretário-Geral do Conselho Episcopal Latino-americano – CELAM 1991-1995; Secretário-Geral da IV Conferência Geral do Episcopado Latino-americano – Santo Domingo – 1992, nomeado pelo Papa João Paulo II Padre Sinodal na Assembléia Especial para a África do Sínodo dos Bispos – Roma, abril – 1994;

Padre Sinodal nomeado por João Paulo II, na IX Assembléia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos – Roma, abril – 1994.

Padre Sinodal Eleito pela Assembléia da CNBB e confirmado por João Paulo II na Assembléia Especial para a América do Sínodo dos Bispos – Roma – 1997. Membro do Comitê Econômico do CELAM – Bogotá 1995-1999;

Secretário-Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – 1995-1999, 1999-2003; Membro do Conselho da Comunidade Solidária.

Atualmente, além de Arcebispo de Aparecida, dom Damasceno ocupa os seguintes cargos: Membro do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais – Santa Sé; Membro da Comissão Episcopal de Pastoral da CNBB para a Comunicação, Educação e Cultura;

Membro da Comissão Episcopal de Comunicação do CELAM – 2003-2006; Presidente do Conselho Fiscal da CNBB 2003-2006; Presidente da Comissão Episcopal da CNBB da Campanha para a Evangelização 2003-2006;

Suplente do Delegado da CNBB junto ao CELAM 2003-2006. Membro eleito da “Academia Brasiliense de Letras”, em novembro de 2003, tomando posse na cadeira 33, aos 23/06/2004.

fonte: www.salvemaria.org.br

Santo do Dia

Dia 24 de fevereiro a Igreja comemora São Sérgio (Papa)

São Sérgio nasceu em Palermo, Itália de uma família Síria e foi ordenado sacerdote em Roma. Uma figura muito respeitada durante o reinado do Papa Leão II e do curtíssimo reinado de Conon (686-687).
Ele foi eleito papa em circunstancias muito especiais. Logo após a morte do Papa Conon, duas facções em Roma disputavam o papado. E o resultado foi a criação de dois antipapas: Paschoal e Theodoro, o que causou grande reboliço e um levante em Roma. Para resolver a crise os eleitores reuniram-se em assembléia e em 15 de dezembro de 687 o clero, os soldados, os oficiais governamentais votaram unanimemente para eleger Sérgio o próximo papa. Mas ele só tomou posse quando as duas facções cederam e saíram da cidade.
Sérgio foi forçado a pagar uma espécie de indenização ao representante do Imperador Bizantino, que preferia Paschoal, de modo a assegurar o apoio dos Bizantinos. Como pontífice Sérgio foi resoluto em sua posição contra as exigências do Imperador Justiniano II de que o papa aceitasse os decretos de Trullo e permitisse o casamento dos sacerdotes e ainda o cânon 28 do Consílho de Chalcedon, o qual estabelecia que o Patriarca de Constantinopla teria um lugar igual ao Bispo de Roma.
O imperador Justiniano enviou um oficial de nome Zacarias a Roma para assegurar que as suas exigências fossem cumpridas, mas as tropas bizantinas ficaram ao lado do Papa Sérgio, bem como o povo, que correu atrás de Zacarias que acabou se escondendo na residência de Sérgio. Sérgio permitiu que Zacarias voltasse a Constantinopla, onde ficou sabendo que Justiniano tinha sido deposto, devido a vitória de Sérgio.
São Sérgio reconstituiu varias igrejas e a tradição diz que ele foi o criador do cântigo Agnus Dei, na missa.

fonte: Cade meu santo

22 de fevereiro de 2009

Mensagem do Padre Carrilho - CSsR



Lançamento livro


De:Pe. Carrilho (pecarrilhocruz@gmail.com)
Enviada:domingo, 22 de fevereiro de 2009 22:17:46

Caríssimos amigos Minha mãe que está ainda hospitalizada e na UTI, e que ainda deverá fazer um longo processo de recuperação, tem marcado para este dia 06/03 o lançamento de seu livro: “Descobrindo Deus nas pequenas coisas”. É um livro interessante, gostoso de ler, conta histórias da vida real, suas experiências de Deus. Aí está um PPS feito por minha irmã que quer ser uma forma de apresentação do livro na Faculdade Estácio de Sá, no Shopping de São Gonçalo-RJ. É o sonho dela e nosso, seus filhos. Infelizmente, ou felizmente depende de que ângulo se vê, ela ainda está na UTI se recuperando, esperamos, de uma isquemia cerebral. Não sei se Deus vai intervir de forma direta desta vez realizando o milagre de um restabelecimento rápido de sua saúde para realizar este sonho e este programa. Mas aí já está o lançamento dele. Custa CR$10,00 a unidade, se alguém quiser pode me pedir que mando pelo correio por reembolso postal. É só mandar o endereço que eu envio. Continuamos a rezar por ela e pela sua saúde, agradeço o carinho de todos os amigos que já manifestaram esta atitude.


Abraços Pe. Carrilho.

Santo do Dia

Dia 23 de fevereiro comemoramos São Policarpo de Smyrna

Foi um discípulo e convertido por São João, o apóstolo e evangelista, amigo e de Santo Inácio da Antióquia
Foi bispo de Smyrna ( moderna Izmir na Turquia). Muito reverenciando pelos cristãos como um líder que o escolheram para representar o Papa Anicetus na questão da data da celebração da Páscoa. O Papa Anicetus o admirava tanto que pediu que ele celebrasse a consagração em sua igreja. Uma das várias cartas escritas por Policarpo foi preservada e ainda partes de outra que ele escreveu a Igreja de Philippi, Macedonia. Aos 86 anos, durante as perseguições do Imperador Marcos Aurélio foi preso. Ele pediu a Santo Inácio que continuasse a construção das igrejas que não havia podido terminar. Foi torturado e martirizado para renegar a sua fé e como não o fizesse foi queimado vivo no Anfiteatro de Smyrna mas, milagrosamente, as chamas não o atingiam e não o machucavam e ele continuar a cantar hinos de louvor a Jesus. Impressionado com o acontecimento os guardas chamaram um arqueiro para que ele perfurasse o santo com uma flecha. Ao ser atingido o seu sangue apagou as chamas. Os guardas tentaram de novo acender a pira mas sem sucesso.
O procônsul encarregado do martírio, furioso ordenou que fosse decapitado com uma adaga. O atos do martírio de São Policarpo foram preservados e são considerados uma vívida e completa descrição do martírio deste grande santo.
Morreu no ano de 155 em Smyrna
É invocado como protetor das dores de ouvido e das queimaduras..
Sua festa é celebrada no dia 23 de fevereiro
Em sua carta para os Philippians ele diz:
“Fique firme e na sua conduta siga o exemplo do Senhor, firme e imutável em sua fé, ame seu irmão, amando a cada um e a todos unidos na verdade e ajudando a cada um com a bondade do Senhor Jesus, não desprezando a nenhum homem”.
Parte de uma carta descrevendo o martírio de São Policarpo:
Quando a pira estava pronta Policarpo tirou suas roupas ficando só com as de baixo e ele foi rodeado pelo material da pira. Quando tentaram prega-lo com pregos ele disse: “ deixe-me que não fugirei. Aquele que me ama me dará forças para resistir ao fogo e me dará forças para ficar quieto sem os seu pregos para me penderem. Então eles não o fixaram, mas apenas o amarraram. Olhando para o céu ele disse : “Senhor Deus, pai de seu amado filho Jesus, Deus dos anjos e de todas as criaturas, poder de toda a criação, de todas as raças que vivem em sua vista, eu vos abençou-O por me julgar digno deste dia, desta hora, de modo que em companhia dos mártires eu irei beber do cálice de Cristo que levantou-se de novo da morte para a vida eterna em corpo e alma pelo poder do Espírito Santo. Eu Vos venero por todas estas coisas e glorifico o eterno príncipe dos céus Jesus, Vosso amado Filho. Para a Vossa maior gloria e do Espírito Santo, Amem".
Quando ele disse Amem e terminou sua preces os guardas acenderam a pira mas quando uma grande chama levantou-se e alguns privilegiados puderam ver um estranho e maravilhoso acontecimento. Como um barco com as velas ao vento, a chama formava uma cúpula em volta do corpo de Policarpo, cercado pelo fogo seu corpo era como um pão que é tostado ou ouro ou prata branca no calor no forno, mas não como uma carne sendo queimada e seu rosto era de tranquilidade e paz. Uma suave flagrância saia daquela pira como se fosse um incenso sendo queimado e não um corpo. O odor era de uma doce fragrância de incenso dos mais caros e raros.
Segundo o historiador Euzébio, várias testemunhas foram convertidas por esse milagre de São Policarpo e após sua morte, seu túmulo passou ser local de veneração e peregrinação, e vários milagres são creditados a sua intercessão.

fonte: cade meu santo

Santo do Dia

Dia 22 de fevereiro comemoramos o dia de
Santa Margarete de Cortona
ou Santa Margarida de Cortona
Nasceu em Laviano, Toscana, Itália em 1247 e foi criada por uma família pobre quando a sua mãe morreu e ela tinha sete anos. A aspereza de sua madrasta e sua beleza levou Margarete a ser seduzida por um nobre Montepulciano quando tinha 18 anos. Ela o seguiu até o seu castelo e tornou-se sua amante por 9 anos, sempre acreditando nas suas promessas de casamento. Ela cavalgava arrogantemente nas terras do amante vestida em finas sedas e desprezando os pobres.Um dia ele não retornou para o castelo e dois dias depois o seu cão voltou sozinho. O cão puxou o vestido de Margarete de modo que ela o seguiu pela floresta até um carvalho onde ele começou a arranhar o chão. Com horror ela encontrou o deformado corpo de seu amante em uma pequena cova coberto de folhas, onde os assassinos esconderam o corpo.
A visão da carcassa deformada daquele que tinha sido o seu galante amor a atingiu como um raio do terror do divino julgamento e das traições deste mundo e ela começou imediatamente a fazer penitencia. Logo depois de sua morte ela e seu filho saíram do castelo, deu para os pobres tudo que possuía, confessou publicamente os seus pecados, se vestiu como uma penitente e tentou se reconciliar com Deus .
Com sua orações acabou sendo levada para Cortona. No caminho ela se encontrou com duas senhoras Marinana e Raneria Moascar, que escutaram a sua historia e a levaram e seu filho para a casa delas. Elas a apresentaram aos franciscanos e logo eles passaram a serem o seu pai em Cristo e cuidaram da educação do seu filho em Arezzo. (Ele foi ordenado franciscano e foi missionário na Palestina). Por três anos Margarete se esforçou diligentemente contra todas as tentações. Ela era ajudada por dois frades:João de Castilglione e Giunta Benegnati , este último seu confessor e mais tarde o seu biógrafo.
Depois de muito tempo de penitencia e mortificações ela começou a ter experiências místicas. O sábios franciscanos a aconselharam a modificar a sua penitencia, o jejum extremo e penitencias que estavam desfigurando o seu corpo. Eventualmente ela alcançou a paz de espirito tão procurada. Ela começou a sentir o amor de Jesus e a crer que seus pecados finalmente tinham sido perdoados.
Margarete ganhava sua vida servindo de babá para as madames de Cortona mas mais tarde passou apenas a cuidas dos pobres, doentes e dava a comida que ela recebia para os pobres. Para ela só guardava as migalhas.Ela queria ser uma terciense dos Frades Menores,mas teve que esperar por três anos para receber o hábito de franciscana. A sua vida de êxtase e experiências místicas começou em 1277. Cristo deu um exemplo para os pecadores e a fama de Margarete trouxe muitos para pedirem o seu conselho.
Margarete sempre atendia os mais pecadores e dava a eles o conforto certo e alguns ela enviava para os franciscanos para um maior aconselhamento, em particular para o seu confessor. Quando ele reclamou que ela estava enviando muitas pessoas ela ouviu a seguinte visão de Jesus dizendo:
"Diga ao seu confessor que ele não está limpando estábulos, mas sim preparando para Mim, as almas do penitentes."
Nem só os vivos vinham a ela mas tambem os mortos. Ela teve varias visões de almas que pediam a ela o seu sacrifício para liberta-las do sofrimento que estavam padecendo. Elas apareciam em grande numero para pedir a sua assistência e intercessão.
Um dia ela se viu no meio de dois viajantes que pediram a ela ajuda para reparar injustiças que eles haviam cometido: Diziam "Nós somos dois mercadores ladrões que fomos assassinados na estrada, mas com fé fizemos a perfeita contrição antes de morrer, e fomos salvos, mas estamos ainda num local de grande sofrimento esses sofrimentos só serão minorados se formos perdoados." Em seguida deram a ela as informações necessárias e desapareceram .Eles revelaram a ela onde haviam escondido o dinheiro e as jóias que haviam roubado e ela procurou as autoridades para revelar o segredo que iria poupa-los do eterno sofrimento. As autoridades com espanto encontraram tudo como ela havia indicado, tanto os bens roubados, quanto as pessoas das quais haviam sido roubadas.
Certa vez ela recebeu uma mensagem para o Bispo Willina de Arezzo avisando para ele mudar o seu jeito de ser e não enfrentar o povo de sua Diocese, não viver como um príncipe e soldado e ser o pastor de seu rebanho. Em 1289 ela foi convidada a mediar um batalha, enquanto o Bispo era pela luta contra os Gulfs. Margarete foi a ele pessoalmente, mas ele não a ouviu! Dias mais tarde ele morreu em batalha.
Assim sua fama mais crescia e ela fundou uma associação mulheres para agirem como enfermeiras nos hospitais para pobres. No inicio Margarete colocava as irmãs na sua própria casa, mas logo uma senhora chamada Diabella forneceu uma casa e deu dinheiro para elas fundarem um hospital chamado Spedale di Santa Maria de Misericórdia dedicado aos pobres e que existe até hoje.
Em 1289 ela passou a curar dos doentes apenas com sua benção e oração e ela passou a ser o centro das atenções de toda a cristandade.Tanto mais avança a sua espiritualidade mais Margarete vivia ascética. Dormia no chão, comia pão, água e vegetais, e vestia velhos e ásperos trapos.
É dito que ela teria visto uma procissão de almas escoltando-a para o paraíso após a sua morte, com 50 anos de a idade. Quando ela veio a falecer com 50 anos de idade os servos, irmãs e amigos que estavam por perto viram uma luz brilhante a envolver e ela voltou da morte por alguns segundos e relatou a eles a sua visão do Paraíso e morreu santamente e numa paz que não podiam deixar de acreditar no que havia contado. Os cidadãos de Cortona construíram um igreja no local de sua tumba. O seu corpo foi embalsamando e solenemente enterrado, mas as pessoas queriam ver o seu corpo mais de perto e foi exumada e o colocaram em um lugar onde poderia ser visto e exposto a veneração. Seu corpo está ainda incorrupto e preservado debaixo do altar da Igreja de Santa Margarete em Cortona e o prédio contem ainda a sua estátua com o seu cão.
Na arte litúrgica da Igreja ele é mostrada com um cão puxando o seu vestido ou com a caveira aos seus pés, ou com o hábito de véu negro ou em êxtase com Cristo aparecendo para ela, ou com anjos levando-a para o paraíso.
Ela morreu em Cortona em 22 de fevereiro de 1297. Foi canonizada pelo Papa Benedito VIII em 1728. Ela e a padroeira da mulheres penitentes.
No passado sua festa era celebrada no dia 16 de maio.
fonte: cade meu santo

21 de fevereiro de 2009

Santo do Dia

Dia 21 de fevereiro a Igreja comemora São Pedro Damião

Nasceu em 1007 em Ravenna, Itália

Filho mais jovem de uma grande família. Ficou órfão e foi viver com um irmão, ele ensinado a trabalhar com rebanhos de suínos. Mais tarde outro irmão o levou para estudar em Fienza e Parma, onde foi professor. Vivia uma vida de estrita austeridade.
Sempre almoçava com algum pobre a sua mesa e fazia questão de servi-los.Certa vez foi visitado por dois monges de Fonte Avenlanna e eles contaram sobre seu modo de vida e ele, com 34 anos, foi para um monastério onde os irmãos viviam com eremitas em celas sem nada e dormindo sobre uma tábua. O regime era tão austero que a saúde de Pedro deteriorou. Mas ainda assim ele foi eleito Prior desta pequena comunidade e fundou mais cinco outras casas religiosas e ficou famoso pela sua atitude rígida contra a Simonia (venda de bens espirituais).
Foi convocado pelo Vaticano para fazer a paz entre as casas monásticas, o clero e os oficiais do governo, etc.
Foi indicado Bispo-Cardeal em Ostia pelo Papa Estevão IX.Tentou restaurar a disciplina entre os padres e religiosos que ficavam mais e mais mundanos. Ficou famoso por um severo e bravo sermão que deu em um mosteiro, quando assistiu uma cerimônia onde os monges estavam lendo, assentados, o Divino Ofício.
Notável escritor escreveu centenas de cartas, sermões, biografias e poesias, inclusive algumas no melhor latim da época. Escreveu vários trabalhos sobre o Purgatório, a Eucaristia e a Paixão de Cristo.
Tentou se retirar para uma ermida, mas o Papa o chamou para ser Legatário Papal.
Declarado Doutor da Igreja em 1828.

“Vamos transmitir fielmente para a posteridade o exemplo de virtude que nós recebemos de nossos antepassados” escreveu São Pedro Damião.

São Pedro Damião tinha especial devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e assim pedia a ela compaixão:

“ Ó querida advogada nossa.Vós tendes um coração tão terno que não podeis ver os infelizes sem vos compadecerdes. Ao mesmo tempo tendes tanta influencia junto a Deus ,que podeis salvar a todos aqueles que defendeis;não nos desprezeis, seja qual for a nossa miséria.Em vós depositamos todas as nossas esperanças.Mostrai–nos o vosso poder; pois, o Senhor vos fez tão poderosa ,para que estivésseis sempre pronta a fazer-nos bem e mostrar-nos a vossa misericórdia”.

Faleceu em 22 de fevereiro de 1072 de febre, em Ravenna, cercado de monges recitando o Divino Oficio.
Não foi formalmente canonizado, mas o seu culto praticamente aconteceu imediatamente apos sua morte e foi aprovado e estendido a toda a Igreja em 1823 pelo Papa Leão XII.
Na arte litúrgica da Igreja ele é representado como 1) um Cardeal segurando um livro nas mãos;ou 2) segurando uma Bula Papal para significar o seu legado

fonte: Cadê meu santo

20 de fevereiro de 2009

Encontro dos Missionários Redentoristas

O Encontro em Aparecida reuniu Redentoristas de todo o Brasil.

O evento aconteceu de 16 a 20 de fevereiro e reuniu religiosos e leigos ligados diretamente à congregação.
O encontro proporcionou uma reflexão a respeito da identidade própria da missão redentorista, bem como a reestruturação da missão a partir do Documento de Aparecida (DA) e buscou elementos fundamentais de solidariedade entre os redentoristas. Os redentoristas analisaram ainda como se dará a participação da congregação da Missão Continental.
A assessoria foi do missionário redentorista, padre José Ulysses da Silva. (Fonte: Santuário Nacional)

Hoje pela manhã, a missa das 09:00hs, transmitida pela Rede Vida, teve a presença de diversos Missionários.

Presente também o Paulo de Oliveira (Paulinho da Uneser).

19 de fevereiro de 2009

Nótícias daqui e daí

Ano Clementino- 2009

Há 100 anos era canonizado Clemente Maria Hofbauer, mais precisamente no dia 20 de maio de 1909. Por isso ele será comemorado de maneira especial em 2009. Em todo mundo católico, desde junho do ano passado, está sendo celebrado o Ano Paulino. A Igreja comemora o grande Apóstolo das Nações que é um dos maiores missionários e pregadores da Boa Nova que Jesus Cristo trouxe ao mundo. Em 2009, sem deixar de comemorar o Ano Paulino, nós, Missionários Redentoristas, também dedicaremos nossas celebrações de aniversário a este grande personagem da nossa Congregação: São Clemente. Ele também foi um exímio pregador e testemunha do Evangelho de Jesus Cristo, um outro apóstolo Paulo. Também ele amou apaixonadamente a Deus e a Boa Nova salvífica de Jesus. Também ele amou as pessoas, sem se importar com a nacionalidade, língua, idade, educação, ou estado civil. Sua obra colocou a base da expansão mundial da Congregação do Santíssimo Redentor. As Províncias se movimentam para valorizar este evento. Haverá, inclusive, uma “Peregrinação Internacional” na Áustria e Polônia, onde mais atuou o nosso São Clemente.

Pai Eterno cada vez mais conhecido no Brasil

Missa pelo SBT Nacional, Novena Perpétua pela Rede Vida e Novena do Pai Eterno na Difusora de Goiânia são as novidades da pastoral do Santuário Basílica de Trindade Pe. Robson, já há vários anos reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, está desenvolvendo um grande trabalho pastoral em Trindade, dando destaque para a mídia. “Comunicação não é assunto fácil de se tratar e nem mesmo serviço simples de se prestar”, diz o Pe. Robson. Ele lembra o início: “O desafio começou com a Campanha Leve o Santuário para a TV. Sem grandes êxitos, começamos comprando equipamentos mais baratos (de segunda mão), montando estúdio, pensando a iluminação necessária e os detalhes que não poderiam faltar para causar boa impressão no telespectador que, sem dúvida, se faz crítico sempre”.Segundo o Pe. Robson, os primeiros passos já foram significativos: “Adquirimos um horário para a missa dominical pela TBC (TV Cultura em Goiás). Depois de um ano arriscamos em Rede Nacional (Rede Vida) com a Novena dos Filhos do Pai Eterno. Nela optamos por uma linguagem de caráter simples, popular, orante e, ao mesmo tempo, capaz de orientar as pessoas para a prática solícita do bem”. Novidades: Se a Campanha inicial não foi aquilo que se esperava, no entanto, outro caminho foi feito e com êxito. Diz o reitor do Santuário Basílica: “Com os colaboradores associados, hoje a Novena já possui, diariamente, três horários na Rede Vida, dois horários na UCG-TV e já iniciamos a mesma Novena pela nossa querida Difusora Goiânia, de segunda a sábado, às 13:00 horas e aos domingos, às 21:30 horas. Mais: o brilho do Pai Eterno chega a milhões de lares em todo o Brasil nas Eucaristias celebradas sempre às terças, quintas, sábados e domingos pela Rede Vida”.
A presença de Trindade na mídia não para por aí. Segundo o Pe. Robson, outras novidades estão acontecendo neste mês de março. “Todos os domingos transmitimos pela Rede Vida uma novena mariana dedicada à Mãe do Perpétuo Socorro, feita especialmente para a TV. Também estamos com mais um horário de missa dominical no Santuário, às 06:00 horas. E esta missa é transmitida pelo SBT Nacional. São 112 emissoras! Nosso alcance está maior e nossa alegria é saber que é a primeira vez que o SBT transmite uma programação religiosa desde sua criação em 1981. Trata-se de um momento histórico para a Igreja do Brasil e para nós Redentoristas”. Pe. Robson disse ainda: “A realização destes projetos demanda tempo, esforço e trabalho conjunto e responsável dos confrades de nossa comunidade. E a colaboração dos devotos, através da Associação dos Filhos do Pai Eterno (AFIPE) tem sido de fundamental importância. Só assim está sendo possível produzir bons frutos, vistos a olhos claros nas correspondências dos devotos e no crescente número de novos devotos do Divino Pai Eterno, em todo o Brasil
Fonte: www.redentorista.com.br (Província e Goiás)

Santo do Dia

No dia 20 de fevereiro comemoramos São Eleutério de Tournais

Nasceu em 456 em Tournais, Bélgica de pais cristãos e converteu-se a fé ainda jovem. Notável pregador, tornou-s Bispo de Tournais em 482 dez anos antes do batismo de Clovis em Rheims. Muitos franquistas pagãos e hereges foram convertidos pela suas pregações. Certa vez um linda jovem se apaixonou por ele. O bispo não quis nada a ver com ela. E ela ficou doente e caiu em coma. O bispo disse ao seu pai que ele restauraria a saúde dela, mas comente com a promessa que ele (seu pai) se comprometesse a tornar–se um cristão.
Ele a curou com sua benção e orações e tão logo ela se curou o pai renegou sua promessa.
Com isso Eleutério disse a ele que isto traria uma praga para a região e logo o recalcitrante pai se arrependeu e passou a crer em Jesus e em seus poderes. Logo em seguida o pai se converteu ao cristianismo e foi batizado por Eleutério.
Santo Eleutério morreu de ferimentos infligidos nele por hereges do seu distrito. Muitas das evidencias sobre Eleutério, inclusive suas relíquias foram destruídas em um grande incêndio que consumiu sua igreja em 1092. Um dos sermões atribuído a Eleutério, conservado na Livraria do Pais da Igreja, em Roma, nenhum deles parece ser autentico, exceto dois sobre a encarnação e o nascimento de Jesus e a Anunciação.
Na arte litúrgica da Igreja ele é mostrado sendo abençoado por Jesus enquanto carregava pobres e soldados feridos ou; 2) com um anjo libertando–o dos grilhões.
Faleceu em 1º julho de 532.

Fonte: Cadê meu Santo

FOTOS PEDRINHAS (fotos 41 a 45 de Edélcio)





FOTOS PEDRINHAS (fotos 36 a 40 de Edélcio)





FOTOS PEDRINHAS (fotos 31 a 35 de Edélcio)





FOTOS PEDRINHAS (fotos 26 a 30 de Edélcio)





FOTOS PEDRINHAS (fotos 21 a 25 de Edélcio)





18 de fevereiro de 2009

Santo do Dia

Dia 19 de fevereiro são comemorados os Santos Conrado, Álvaro e Mesrópio

São Conrado

Conhecido tambem como São Conrado de Piacenza

Nobre e casado com Euphrozina filha de um nobre. Um dia quando caçava corsas ele ordenou aos criados que colocassem fogo na mata para espantar para fora os veados. Um vento muito forte carregou as chamas para a floresta e avançou em direção as cidades e vilas. Conrado fugiu em pânico e um inocente foi preso, torturado e confessou sendo condenado a morte. Com grande remorso e coragem no dia da sentença, Conrado se apresentou ao magistrado e confessou ser sua a culpa do incêndio, salvando assim o pobre homem.
Ele foi condenado a pagar todos os danos provocados pelo acontecido.
Conrado e sua mulher viram que esse evento na verdade deveria ser um sinal de Deus e eles deram tudo que tinham para os pobres e foram viver separadamente: ela no Monastério das Clarissas Pobres e ele no Monastério dos Franciscanos, mas acabou se tornando um eremita e viveu com tal piedade que a sua reputação de santidade se espalhou e ele, ainda em vida, passou a curar vários doentes, apenas com sua benção e oração. Visitantes perturbavam o seu isolamento e assim ele fugiu para um vale na Sicília onde viveu 36 anos como eremita em total solidão e contemplação.
Diz a lenda que quando ele caminhava vários pássaros voavam a sua volta.
Ele morreu em 1290 e foi canonizado em 1350.
Em 1625 foi indicado como protetor contra hérnias.

Santo Álvaro

Também conhecido como Alvarez de Córdoba

Teria nascido Córdoba, Espanha.
Entrou para a Ordem dos Dominicanos em Córdoba em 1368. Notável pregador ele viajava pela Espanha e ficou muito conhecido em Andaluzia e também na Itália. Fez uma peregrinação a Terra Santa e uma cruzada de pregação. Foi confessor pessoal e guia espiritual da Rainha Catarina da Espanha.
Foi confiada a ele a educação do Rei Dom João II. Ele se opôs ao Papa de Avignon, Pedro de Luna. Reformou muita das práticas comuns na corte de Espanha e Portugal.

Fundou Escalaceli (Scala Coeli) uma casa Dominicana nas montanhas em perto de Córdoba onde exigia estrita observância às regras dominicanas e que ficou conhecido como Centro de aprendizado e piedade. Álvaro passava dias pregando nas ruas, ensinando e colecionando almas para Jesus. Nos jardins da Casa ele fez alguns oratórios com imagens da Terra Santa e da Paixão de Cristo bem similares as hoje nas Estações da Cruz. (Via Sacra).

Algumas das maravilhosas histórias sobre São Alvaro incluem:

1-Anjos são tidos como tendo ajudado a construir Escalaceli movendo pedras e madeiras para o sitio a noite colocando em local fácil para os trabalhadores no dia seguinte.

2-Na mesa após São Álvaro fazer as preces aparecia alguém a porta com um burrinho lotado de alimentos e mais tarde esta misteriosa pessoa e o animal simplesmente desapareciam.

3- Após sua morte foram feitas várias tentativas de trasladar suas relíquias para Córdoba, mas em cada tentativa uma violenta tempestade impedia que os monges fizessem seu trabalho, somente diminuindo sua força quando eles desistiam e retornavam com seus ossos para sua Capela onde estão até hoje.

4- Certa vez São Álvaro encontrou um pedinte na rua e enrolou o pobre homem em sua própria capa, e o carregou para Escalaceli. Quando chegou a Casa e desenrolou o mendigo, em vez de um homem ele encontrou um enorme crucifixo. Este crucifixo ainda está em Escalaceli.
5- O sino da Capela de São Álvaro simplesmente toca sozinho quase sempre que alguém da casa ou alguém especial da Ordem, venha a falecer, mesmo que não more na Casa. Às vezes toca na véspera.

Ele faleceu em 1430 em Escalaceli e foi enterrado na capela da Casa.
Seu culto foi confirmado em 22 de setembro de 1741.

São Mesrópio

Nasceu na Taron na Armênia em 345 DC e morreu em Valarshapat em 19 de fevereiro de 441.
São Mesrópio também conhecido como Mesrop, o grande era o governo oficial da Armênia, e depois se tornou um eremita e um discípulo de São Nerses. Mesrópio foi ordenado e se devotava ao estudo do grego, siríaco e persa porque a Armênia havia sido recentemente partida entre a Pérsia e o Império. Com Isaac, Mesróbio fundou a Igreja Armênia através de seus esforços missionários. Ele é creditado como tendo inventado o alfabeto armênio e traduzindo o Novo Testamento e os Provérbios para versão Armênia e siríaca.
A atividade missionária de Mesróbio o levou até a Geórgia onde deixou sua influencia literária e enviou estudantes até Roma a procura de manuscritos. Ele também organizou escolas na Armênia e Geórgia e criou o alfabeto georgiano.
Mesróbio e Isaac iniciaram a formação da liturgia armênia que era baseada na igreja mãe da Ceasarea da Cappadócia. Ele também fundou sua escola na Armênia e continuou pregando até sua morte em Valarshapat com a idade de 80 anos. A sua tradução da Bíblia para a língua Armênia teve grande valor para os escolares de sua época.Seu túmulo se tornou local de peregrinação e vários milagres foram creditados a sua intercessão.
fonte: Cade meu santo

FOTOS PEDRINHAS (fotos 46 a 50 de Edélcio)





17 de fevereiro de 2009

Santo do Dia

Dia 18 de fevereiro a igreja comemora Santa Bernadete

Também conhecida como Santa Maria Bernadete e Santa Bernadete Soubirous

Nasceu em 7 de janeiro de 1844 em Lourdes, França. A mais velha de seis filhos de uma família muito pobre chefiada por Francois e Louise Casterot.Ela serviu como empregada de 12 aos 14 anos.Depois foi pastora de ovelhas. Em 11 de fevereiro de 1858, mais ou menos na época de sua primeira comunhão ela recebeu uma visão da Virgem; sua descrição de como foi pode ser lida abaixo. Ela recebeu 18 novas visões nos próximos cinco meses e foi levada a uma fonte de água que curava. Ela mais tarde mudou-se para uma casa do Convento das Irmãs de Nevers em Lourdes onde ela vivia, trabalhava, aprendeu a ler e a escrever. As irmãs cuidavam dos doentes e indigentes e quando Bernadete fez 22 anos foi admitida na Ordem. Sempre muito doente ela morreu enquanto orava a Virgem Maria.
Faleceu em 16 de abril de 1879 em Nevers, França.
O corpo de Maria Bernadete permanece incorruptível.
Foi canonizada pelo Papa Pio XI em 1933.
Desde que apareceu a Santa Bernadete em 1858 mais de 200 milhões de pessoas visitaram o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes.

Sua festa é celebrada no dia 16 de abril.
Na França, é celebrada no dia 18 de fevereiro.

A Aparição em Lourdes

“Eu tinha ido com duas outras meninas na margem do rio Gave quando eu ouvi um som de sussurro. Olhei para as arvores e elas estavam paradas e o ruído não eram delas. Então eu olhei e vi uma caverna e uma senhora vestindo um lindo vestido branco com um cinto brilhante. No topo de cada pé havia uma rosa pálida da mesma cor das contas do rosário que ela segurava. Eu queria fazer o sinal da cruz, mas eu não conseguia e minha mão ficava para baixo. Aí a senhora fez o sinal da cruz ela mesma e na segunda tentativa eu consegui fazer o sinal da cruz embora minhas mãos tremessem. Então eu comecei a dizer o rosário enquanto ela movia as contas com os dedos sem mover os lábios”.
Quando eu terminei a Ave Maria, ela desapareceu.
Eu perguntei as minhas duas companheiras se elas haviam notado algo e elas responderam que não haviam visto nada. Naturalmente elas queriam saber o que eu estava fazendo e eu disse a elas que tinha visto uma senhora com um lindo vestido branco, embora eu não soubesse quem era. Disse a eles para não dizer nada sobre o assunto porque iriam dizer que era coisa de criança. Voltei no domingo ao mesmo lugar sentindo que era chamada ali.
Na terceira vez que fui à senhora reapareceu e falou comigo e me pediu para retornar todos os próximos 15 dias. Eu disse que viria e então ela disse para dizer aos padres para fazerem uma capela ali. Ela me disse também para tomar a água da fonte. Eu fui ao rio que era a única água que podia ver. Ela me fez realizar que não falava do rio Gave e sim de um pequeno fio d’água perto da caverna. Eu coloquei minhas mãos em concha e tentei pegar um pouco do liquido sem sucesso. Aí comecei a cavar com as mãos o chão para encontrar mais água e na quarta tentativa encontrei água suficiente para beber. A senhora desapareceu e fui para casa.
Voltei todos os dias durante 15 dias e cada vez, exceto em uma Segunda e uma Sexta a Senhora apareceu e disse-me para olhar para a fonte e lavar-me nela e ver se os padres poderiam fazer uma capela ali. Disse ainda que eu deveria orar pela conversão dos pecadores. Perguntei a ela, varias vezes, o que queria dizer com isto, mas ela somente sorria. Uma vez finalmente, com os braços para frente, ela olhou para o céu e disse-me que era a Imaculada Conceição. Durante 15 dias ela me disse três segredos que não era para revelar a ninguém e até hoje não os revelei.”
De uma carta de Santa Bernadete.

FOTOS PEDRINHAS (fotos 16 a 20 de Edélcio)





FOTOS PEDRINHAS (fotos 11 a 15 de Edélcio)