CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

30 de setembro de 2012

OS MISTÉRIOS DO TERÇO E DA VIDA‏

Pe. Flávio Cavalca de Castro, redentorista

Quando criança ficava implicado com os “mistérios do Terço”. Imaginava que mistérios seriam esses. Na linguagem bíblica, mistério é uma realidade humana em que se manifesta o poder salvador de Deus. Por isso tradicionalmente se fala dos mistérios da vida de Cristo e de Maria. São aqueles momentos em que se manifesta com maior brilho a ação divina que nos salva e plenifica. Também em nossa vida temos mistérios, momentos de encontro com Deus. Deus manifesta-se nos mistérios dolorosos, mas também nos mistérios gozosos, nesses pequenos momentos de alegria e descanso que o Senhor nos concede. Se bem contemplarmos os mistérios do Rosário, aprenderemos a ver também as manifestações de Deus nos mistérios de nossa vida. E tudo ganhará sentido, como o quadro que surge quando colocamos no lugar certo todas as peças do quebra-cabeça.

Nota de Falecimento



O arcebispo emérito de Botucatu, dom Antônio Maria Mucciolo, de 89 anos de idade, morreu na tarde deste sábado (29) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês em São Paulo, em função da falência múltipla de órgãos. Ele estava internado há vários meses em razão de uma infecção pulmonar, mas seu quadro clínico piorou nos últimos dias e não resistiu. Seu lema sacerdotal era: “Sentire cum Ecclesia” (Sentir com a Igreja).
Arcebispo emérito da Arquidiocese de Botucatu, dom Antônio Maria Mucciolo, teve uma vida dedicada à igreja. Nasceu em Castel San Lorenzo em 1º de maio de 1923 e veio para o Brasil com um ano se fixando em São Paulo, depois Sorocaba. Matriculou-se no Seminário São José, de Botucatu, em 02 de fevereiro de 1937.
Foi ordenado sacerdote por Dom José Carlos de Aguirre na Capela do Seminário São Carlos Borromeu, em Sorocaba, em 11 de abril de 1949. Em 1º de junho de 1977 foi nomeado bispo pelo papa Paulo VI e sagrado 15 de agosto de 1977 em Sorocaba. Nomeado bispo de Barretos em 26 de maio de 1977e sagrado em 15 de agosto de 1977 na Catedral de Sorocaba pelo núncio apostólico dom Carmine Rocco. A posse deu-se em 03 de setembro de 1977.
Foi nomeado arcebispo de Botucatu em 28 de junho de 1989, tomando posse em 09 de setembro de 1989, ficando até 07 junho de 2000, quando renunciou por causa da idade. Administrando a arquidiocese, dom Mucciolo criou várias paróquias, ordenou dezenas de sacerdotes, construiu uma grande casa para os sacerdotes idosos denominada “Casa Cura D’Ars”, deu impulso aos meios de comunicação social e de Pastoral Vocacional.
Também desmembrou a arquidiocese de Botucatu criando a nova diocese de Ourinhos em 30 de dezembro de 1998. Aglutinou o clero e fortaleceu os leigos, motivou as pastorais e cativou os movimentos. Criou e instalou a Cidade de Maria, um dos mais arrojados planos de evangelização e formação cristã da arquidiocese de Ribeirão Preto.
Colocou seu nome na história da igreja católica brasileira de maneira singular. Em junho de 1995, apoiando um grupo de idealistas leigos unidos em torno do Instituto Brasileiro de Comunicação Cristã (Inbrac), dom Antonio Mucciolo consolidou a implantação nacional da Rede Vida de Televisão. O Canal da Família avançou pelo país e hoje representa a maior emissora católica do mundo. Morreu presidente da Rede Vida.
O corpo de Dom Antônio Mucciolo deverá chegar a Botucatu para ser velado pela comunidade católica na Catedral Metropolitana, onde serão celebradas missas de corpo presente e as exéquias (ritos e orações com os quais a comunidade cristã acompanha seus mortos e os encomenda a Deus). Ele será sepultado na cripta da Catedral de Botucatu, onde estão os restos mortais de outros bispos da arquidiocese.

PPS ESPECIAL


É o 26º Domingo do Tempo Comum.
Mc 9, 38-43.45.47-48
A passagem do Evangelho apresentada aqui deve orientar nosso coração e nossos critérios em função ao apostolado. Há diversos detalhes de grande importância.
Auxiliemo-nos mutuamente, todos os que trabalhamos no mesmo contexto de fé e sob a lei do mesmo Senhor. Assim, nosso apostolado ganhará em amplitude e eficácia. Examine-se cada um e procure viver de maneira irrepreensível.
---------
Veja em nosso site, PPS, Ano B, Tempo Comum. Clic:
http://www.aparecidadasaguas.com/?c=134&conteudo=1016&Tempo
Comum - Ano B
----
Se quiser ajudar nas reflexões, deixe lá sua mensagem!
Em união de preces, fraternalmente,
p. Geraldo Rodrigues.

========

Para receber nossas mensagens diárias é necessário que os interessados se cadastrem em nosso grupo, no Yahoo. Caso alguém não deseje receber nossos emails e por algum lapso está incluído em nosso cadastro, basta nos alertar que cancelaremos.
Se nossos boletins lhe agradam, indique-os PARA SUA LISTA DE CONTATOS. ISTO TAMBÉM É FAZER APOSTOLADO. INSTRUA A:
CLICAR NO ENDEREÇO ABAIXO E ENVIAR UM E-MAIL (PODE SER EM BRANCO) PARA:
aparecidadasaguas-subscribe@yahoogrupos.com.br
a partir daí, siga os procedimentos solicitados e bem vindo ao Grupo Vivências.
========
Nossos boletins podem ser encontrados sempre em nosso site: www.aparecidadasaguas.com
Mas quando faltar por alguns dias, lembre-se: poderá sempre encontrar pelo menos o Evangelho do dia e nossos "Recadinhos" em torno dele.
Abraços. Boa caminhada a todos.


P. Geraldo Rodrigues.


Quem colabora com a evangelização
tem a mesma recompensa de quem evangeliza!
Participe. Sua presença é alegria!
Seu papel insubstituível! 

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias

Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias



Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,


Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Faze que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.
Ó Rei Divino, que sofrendo e morrendo na cruz salvastes o mundo!

A Palavra de Deus na Vida - Liturgia


1ª Leitura - Nm 11,25-29
Tens ciúmes por mim? Quem dera que
todo o povo do Senhor fosse profeta.

Leitura do Livro dos Números 11,25-29

Naqueles dias:
O Senhor desceu na nuvem e falou a Moisés.
Retirou um pouco do espírito que Moisés possuía
e o deu aos setenta anciãos.
Assim que repousou sobre eles o espírito,
puseram-se a profetizar, mas não continuaram.
Dois homens, porém, tinham ficado no acampamento.
Um chamava-se Eldad e o outro Medad.
O espírito repousou igualmente sobre os dois,
que estavam na lista mas não tinham ido à Tenda,
e eles profetizavam no acampamento.
Um jovem correu a avisar Moisés
que Eldad e Medad estavam profetizando no acampamento.
Josué, filho de Nun,
ajudante de Moisés desde a juventude, disse:
'Moisés, meu Senhor, manda que eles se calem!'
Moisés respondeu:
'Tens ciúmes por mim?
Quem dera que todo o povo do Senhor fosse profeta,
e que o Senhor lhe concedesse o seu espírito!'
Palavra do Senhor.
 
Salmo - Sl 18,8.10.12-13.14 (R.8a 9b)
R.A lei do Senhor Deus é perfeita, alegria ao coração
A lei do Senhor Deus é perfeita,*conforto para a alma!O testemunho do Senhor é fiel,*sabedoria dos humildes.R.
 
É puro o temor do Senhor,*imutável para sempre.Os julgamentos do Senhor são corretos*e justos igualmente.R.
E vosso servo, instruído por elas,*se empenha em guardá-las. Mas quem pode perceber suas faltas?*Perdoai as que não vejo!R.
E preservai o vosso servo do orgulho:*não domine sobre mim!E assim puro, eu serei preservado*dos delitos mais perversos.R.
 
2ª Leitura - Tg 5,1-6
Vossa riqueza está apodrecendo.

Leitura da Carta de São Tiago 5,1-6

1E agora, ricos, chorai e gemei,por causa das desgraças que estão para cair sobre vós. 2 Vossa riqueza está apodrecendo,e vossas roupas estão carcomidas pelas traças. 3 Vosso ouro e vossa prata estão enferrujados,e a ferrugem deles vai servir de testemunho contra vóse devorar vossas carnes, como fogo!Amontoastes tesouros nos últimos dias. 4 Vede:o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos,que vós deixastes de pagar,está gritando,e o clamor dos trabalhadoreschegou aos ouvidos do Senhor todo-poderoso. 5 Vós vivestes luxuosamente na terra,entregues à boa vida,cevando os vossos coraçðes para o dia da matança. 6 Condenastes o justo e o assassinastes;ele não resiste a vós.Palavra do Senhor.

Evangelho - Mc 9,38-43.45.47-48
Quem não é contra nós é a nosso favor
Se tua mão te leva a pecar, corta-a!

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 9,38-43.45.47-48

Naquele tempo: 
João disse a Jesus:'Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome.Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue'.  Jesus disse:'Não o proíbais, pois ninguém faz milagres em meu nomepara depois falar mal de mim.  Quem não é contra nós é a nosso favor. Em verdade eu vos digo:quem vos der a beber um copo de água,porque sois de Cristo,não ficará sem receber a sua recompensa.  E, se alguém escandalizarum destes pequeninos que crêem,melhor seria que fosse jogado no marcom uma pedra de moinho amarrada ao pescoço.  Se tua mão te leva a pecar, corta-a!É melhor entrar na Vida sem uma das mãos,do que, tendo as duas, ir para o inferno,para o fogo que nunca se apaga. Se teu pé te leva a pecar, corta-o!É melhor entrar na Vida sem um dos pés,do que, tendo os dois, ser jogado no inferno.  Se teu olho te leva a pecar, arranca-o!É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só,do que, tendo os dois, ser jogado no inferno,  'onde o verme deles não morre,e o fogo não se apaga''.Palavra da Salvação.  

A Palavra de Deus na vida - Homilia

                   26º Domingo do Tempo Comum - Ano "B" - Homilia


                  Evangelho: Marcos 9,38-43.45.47-48

Naquele tempo, 
38 João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”. 
39 Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. 
40 Quem não é contra nós é a nosso favor. 
41 Em verdade eu vos digo: quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. 
42 E, se alguém escandalizar um destes pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço. 
43 Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na Vida sem uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. 
45 Se teu pé te leva a pecar, corta-o! É melhor entrar na Vida sem um dos pés, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno. 
47 Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, 
48 ‘onde o verme deles não morre, e o fogo não se apaga’”. 

José Antonio Pagola

NINGUÉM TEM A EXCLUSIVIDADE DE JESUS

A cena é surpreendente. Os discípulos se aproximam de Jesus com um problema. Desta vez, o porta-voz do grupo não é Pedro, mas João, um dos dois irmãos que estão buscando os primeiros lugares [no grupo de Jesus]. Agora pretende que o grupo de discípulos tenha a exclusividade de Jesus e o monopólio de sua ação libertadora.

Eles estão preocupados. Um exorcista, não integrado ao grupo, está expulsando demônios em nome de Jesus. Os discípulos não se alegram com o fato de que pessoas fiquem curadas e possam iniciar uma vida mais humana. Somente pensam no prestígio de seu próprio grupo. Por isso, trataram de cortar pela raiz a sua atuação. Esta é sua única razão: "não é dos nossos".

Os discípulos dão por suposto que, para atuar em nome de Jesus e com sua força curadora, é necessário ser membro de seu grupo. Ninguém pode apelar a Jesus e trabalhar por um mundo mais humano sem tomar parte da Igreja. É, realmente, assim? O que pensa Jesus?

As suas primeiras palavras são enfáticas: "Não o proibais". O Nome de Jesus e sua força humanizadora são mais importantes que o pequeno grupo de seus discípulos. É bom que a salvação que Jesus traz se estenda mais além da Igreja estabelecida e ajude as pessoas a viverem de maneira mais humana. Ninguém há de ver nisso uma concorrência desleal.

Jesus rompe toda tentação sectária em seus seguidores. Não constituiu seu grupo para controlar sua salvação messiânica. Não é rabino de uma escola fechada, mas Profeta de uma salvação aberta a todos. Sua Igreja há de apoiar seu Nome onde ele é invocado para fazer o bem.

Jesus não quer que, entre os seus seguidores, se fale dos que são "nossos" e dos  que não são, os de "dentro" e os de "fora", os que podem atuar em seu nome e os que não podem fazê-lo. Seu modo de ver as coisas é diferente: "Quem não é contra nós é a nosso favor".

Na sociedade moderna há muitos homens e mulheres que trabalham por um mundo mais justo e humano sem pertencer à Igreja.

A NOSSO FAVOR

Com frequência, não superamos uma mentalidade de casta privilegiada que nos impede apreciar todo o bem que se realiza em âmbitos distantes da fé.
Quase inconscientemente, tendemos a pensar que nós somos os únicos portadores da verdade, e que o Espírito de Deus só atua através de nós.

Uma falsa interpretação da mensagem de Jesus nos conduziu, às vezes, a identificar o reino de Deus com a Igreja. Segundo essa concepção, o reino de Deus se realiza dentro da Igreja, e cresceria e se estenderia na medida em que cresce e se estende a Igreja.

E, sem dúvida, não é assim. O reino de Deus se estende para além da instituição eclesial. Não cresce somente entre os cristãos, mas entre todos os homens de boa vontade que fazem crescer no mundo a fraternidade.
De acordo com Jesus, todo aquele que "expulsa demônios em seu nome" está evangelizando. Todo homem, grupo ou partido capaz de "expulsar demônios" de nossa sociedade e de colaborar na construção de um mundo melhor, está, de alguma maneira, abrindo caminho ao reino de Deus. 

É fácil que para nós, também, como aos discípulos, pareça-nos que não são dos nossos, porque não entram em nossas igrejas nem assistem aos nossos cultos. Sem dúvida, segundo Jesus, "Quem não é contra nós é a nosso favor".
Todos aqueles que, de algum modo, lutam pela causa do homem, estão conosco. "Secretamente, talvez, porém na realidade, não há um só combate pela justiça - por mais equivocado que seja seu fundamento político - que não esteja silenciosamente em relação com o reino de Deus, ainda que os cristãos não o queiram saber. Ali, onde se luta pelos humilhados, os esmagados, os fracos, os abandonados, onde se combate junto com Deus pelo seu reino, saiba-se ou não, ele o sabe".

Os cristãos deveriam valorizar, com alegria, todos os êxitos humanos grandes ou pequenos, e todos os triunfos  da justiça que se alcançam no campo político, econômico ou social, por efêmeros que nos possam parecer. 
Os políticos que lutam por uma sociedade mais justa, os jornalistas que se arriscam por defender a verdade e a liberdade, os trabalhadores que conseguem uma maior solidariedade, os educadores que se desdobram para educar para a responsabilidade; ainda que não pareçam sempre ser dos nossos, "estão a nosso favor" se esforçam por um mundo mais humano.

ESCÂNDALOS

Só se fala hoje do pecado de escândalo. Tradicionalmente, se via o "escândalo", sobretudo, na corrupção dos costumes, nas modas provocantes, nos espetáculos atrevidos ou tudo aquilo que turbava os hábitos sociais no campo do sexo.

Hoje, nos habituamos de tal modo à deterioração social, que o que "escandaliza" e ofende não é o estado da sociedade, mas as palavras daqueles que, como o Papa, denunciam a deterioração dos valores morais, o incremento do consumismo, o hedonismo, a permissividade sexual, a baixa da natalidade ou o aborto.

Primeiramente, é conveniente que recordemos que "escândalo", em seu sentido mais amplo e profundo, é tudo aquilo que conduz os outros a atuar à margem da própria consciência. Escandalizar não é tanto causar constrangimento ou confusão, quanto incitar a uma vida imoral. Neste sentido, ninguém pode negar que vivemos numa sociedade "escandalosa" na qual se estimula, inclusive, atuações pouco humanas.

A desigualdade econômica e social entre aqueles que vivem instalados na segurança e seu posto de trabalho bem retribuído e os que estão sendo deixados de fora de toda fonte digna de subsistência é hoje escandalosa porque está levando ao individualismo cego, à insolidariedade e à marginalização dos mais fracos.

Por outro lado, amplos setores do povo começam a "escandalizar-se" porque constatam que o nobre exercício da política se vai deteriorando de modo lamentável. Estratégias pouco transparentes, confrontos mesquinhos e negócios escusos, à margem do bem comum, estão levando a não poucos cidadãos ao desalento, à inibição e à desconfiança nas instituições públicas.

Além disso, a agressividade insana, as desqualificações destrutivas e a violência verbal entre os políticos são um "escândalo" para um  povo que necessita, urgentemente, de modelos públicos de diálogo construtivo, solidariedade e colaboração no bem comum.

Os cristãos deveriam, também, recordar-se da grave advertência de Jesus que nos coloca em estado de atenção diante do escândalo que pode conduzir à perda da fé. Essas palavras tão duras de Jesus: "... se alguém escandalizar um destes pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço", não se referem à "corrupção de menores", mas às incoerências, infidelidades e contradições com a quais podemos fazer que as pessoas simples percam a fé.

Escândalo vem do grego "skandalon" que significa "a pedra" com a qual se pode tropeçar. Escandaliza todo aquele que, com sua atuação, obstaculiza ou torna mais difícil a vida digna e humana dos outros.

Tradução de: Pe. Telmo José Amaral de Figueiredo.

Fonte: MUSICALITURGICA.COM - Homilías de José A. Pagola - 26 de setembro de 2012 - 08h42 - Internet: http://www.musicaliturgica.com/0000009a2106d5d04.php

O Evangelho do dia

Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Domingo XXVI (B) do Tempo Comum)
Evangelho (Mc 9,38-43.45.47-48): João disse a Jesus: Mestre, vimos alguém expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não andava conosco. Jesus, porém, disse: Não o proibais, pois ninguém que faz milagres em meu nome poderá logo depois falar mal de mim. Quem não é contra nós, está a nosso favor. Quem vos der um copo de água para beber porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa.

E quem provocar a queda um só destes pequenos que crêem em mim, melhor seria que lhe amarrassem uma grande pedra de moinho ao pescoço e o lançassem no mar. Se tua mão te leva à queda, corta-a! É melhor entrares na vida tendo só uma das mãos do que, tendo as duas, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. Se teu pé te leva à queda, corta-o! É melhor entrar na vida tendo só um dos pés do que, tendo os dois, ser lançado ao inferno. Se teu olho te leva à queda, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus tendo um olho só do que, tendo os dois, ir para o inferno, onde o verme deles não morre e o fogo nunca se apaga.
Comentário: Rev. D. Valentí ALONSO i Roig (Barcelona, Espanha)
Ninguém que faz milagres em meu nome poderá logo depois falar mal de mim
Hoje, conforme ao modelo atual de quem faz televisão, contemplamos a Jesus colocando vermes e fogo ai aonde devemos evitar ir: o inferno, onde o verme deles não morre e o fogo nunca se apaga. (Mc 9,48). É uma descrição do estado que pode ficar uma pessoa quando não dirigiu a sua vida aonde queria. Poderíamos compará-lo ao momento em que, dirigindo nosso carro, tomamos a estrada errada, pensando que vamos bem e, vamos a parar em algum lugar desconhecido, sem saber onde estamos e onde não queríamos estar. Deve-se evitar ir, seja como for, mesmo que tenhamos que nos desprender de coisas aparentemente irrenunciáveis: sem mãos (cf. Mc 9,43), sem pés (cf. Mc 9,45), sem olhos (cf. Mc 9,47). É preciso querer entrar na vida ou no Reino de Deus, mesmo nem que seja sem algo de nos mesmos.

Possivelmente, este Evangelho nos leva a refletir para descobrir o quê temos, por muito nosso que seja, que não nos permite ir a Deus, e ainda mais, que nos distancia dele.

Jesus mesmo, nos orienta para saber qual é o pecado no que nos fazem cair nossas coisas (mãos, pés e olhos). Jesus fala dos que escandalizam aos pequenos que nele crêem (cf. Mc 9,42). Escandalizar é distanciar alguém do Senhor. Por tanto, valoremos em cada pessoa a sua proximidade com Jesus, a fé que tem.

Jesus nos ensina que não faz falta ser dos Doze ou dos discípulos mais íntimos para estarmos com Ele: Quem não é contra nós, está à nosso favor, (Mc 9,40). Podemos entender que Jesus salva tudo e dá gato por lebre. É uma lição do Evangelho de hoje: há muitas pessoas que estão mais perto do Reino de Deus do que pensamos, porque fazem milagres em nome de Jesus. Como confessou Santa Teresinha do Menino Jesus: O Senhor não me poderá premiar segundo minhas obras (...). Pois bem, eu confio que me premiará segundo as suas.

Vivências - De perto @ De longe


3467. Evangelho de domingo 26º - tc - (30-09-2012) - Nm 11, 25-29; Sl 18, 8.10.12-14; Tg 5, 1-6; Mc 9, 38-43.45.47-48 - Um dia disse João a Jesus: “Mestre, vimos um homem, que não anda conosco, expulsando demônios em teu nome, e quisemos impedi-lo, já que não nos segue”.
Jesus lhe respondeu: “Vocês não devem impedi-lo; pois ninguém pode realizar prodígio algum em meu nome e depois falar mal de mim. Aquele que não é contra nós, é a nosso favor.
E quem lhes der um copo de água a beber porque vocês são de Cristo, em verdade lhes digo que não perderá a recompensa.
E todo aquele que for motivo de pecado para um destes pequeninos que creem, melhor fora lhe amarrassem ao pescoço uma pedra de moinho e o atirassem no fundo do mar.
Se sua mão lhe for ocasião de pecado, corte-a: é melhor você entrar na vida aleijado do que ir com duas mãos para o inferno, para o fogo que não se apaga.
Se seu pé lhe for ocasião de pecado, corte-o; é melhor você entrar na vida manco, do que ser lançado com os dois pés no inferno. E se seu olho lhe for ocasião de pecado, arranque-o; é melhor você entrar no reino de Deus com um só olho, do que ser lançado com dois olhos no inferno, onde seu verme não
morre e onde o fogo não se apaga”.

Recadinho: - Os discípulos manifestam ciúmes diante daqueles que não os seguem e realizam milagres. Que lugar ocupa o ciúmes em minha vida? - Em nosso o ciúmes se manifesta às vezes? - E se em nosso meio alguém manifesta mais talentos que nós? - Temos ciúmes de alguém que faz o bem mais que nós? - Nossa comunidade é fechada em si mesmo ou é acolhedora?
 

3468. Revista de Aparecida - setembro/2012 - Com 50 páginas e edição de 737.000 exemplares, traz um encarte de uma página, carta do cardeal arcebispo, falando da festa da Natividade de Nossa Senhora e outros temas inerentes ao mês de setembro. O título de capa é “Rede Aparecida, 7 anos: Nossa Luz é a fé!”
Seguem matérias sobre: “Alegremo-nos no Senhor!”, apresentando os temas da Novena da Padroeira até 2016; “Devoção à Padroeira”, uma entrevista com o cantor Renato Teixeira; “50 anos do Concílio Vaticano II”; “Timidez excessiva”; “Theotókos: Mãe de Deus”, sobre Nossa Senhora; “Pela fé, Maria é
a Filha Predileta do Pai”; a matéria de Arte Sacra fala da “Capela do Santíssimo”; “As flores que ornamentam o Altar”; “Nascer e comemorar”; “Rumo à 4ª Romaria Nacional da Juventude”.
Em Santuário em Ação fala do Hotel Rainha do Brasil e do Centro de Eventos P. Vítor Coelho de Almeida. Há matéria sobre “Mortes no trânsito”. Em Vida Santa fala do P. Vítor Coelho de Almeida.
Há ainda: cartas de leitores, terço dos homens, informações sobre a liturgia dominical, álbum de família, casais em destaque, representantes da Campanha dos Devotos, histórias de fé, fato missionário pitoresco, foto-legenda histórica em torno do Santuário, receita culinária, encerrando com reflexão diária do Evangelho do mês. (revista@santuarionacional.com)
 
3469. Revista de Aparecida - outubro/2012 - Com 50 páginas e edição de 741.000 exemplares, traz um encarte de uma página, carta do cardeal arcebispo, falando da novena e festa da Padroeira do Brasil, motivo também do título de capa e de matérias internas: “Com a Mãe Aparecida acolhemos Jesus, nossa alegria!”; “Maria, exemplo para todos”; “Amadurecimento na fé”; “Mudanças de Humor”; “Desafio dos pais: ser os primeiros catequistas!”; “Rezar a Nossa Senhora na Liturgia”; “Teologia Moral nos Tempos Modernos, 50 anos do Concílio Vaticano II”; “Santuário, aqui o jovem tem seu lugar!”, sobre a 4ª romaria nacional da juventude; “Juventudes, desafios para a missão”.
Em Arte Sacra, Cláudio Pastro explica as obras de arte da “Capela dos Apóstolos”, do Santuário Nacional. Segue “A Arte a serviço da beleza”, sobre os trabalhos da Cúpula do Santuário. Em Vida Santa fala do P. Vítor Coelho de Almeida.
Há ainda: cartas de leitores, terço dos homens, informações sobre a liturgia dominical, álbum de família, casais em destaque, representantes da Campanha dos Devotos, histórias de fé, fato missionário pitoresco, foto-legenda histórica em torno do Santuário, receita culinária, encerrando com reflexão diária do Evangelho do mês. (revista@santuarionacional.com)

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Reflexão do dia

A reflexão seguinte supõe que você
antes leu o texto evangélico do dia




             30 ─ 26º Domingo Comum ─ Santos: Jerônimo, Simão, Gregório

Evangelho (Mc 9,38-43.45.47-48) “Quem vos der um copo de água para beber porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa.”  

João estava enciumado: “Mestre, vimos alguém expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não andava conosco”. Bem como nós, que ficamos incomodados quando vemos outras igrejas ou religiões fazendo o bem. Quem faz o bem não está sendo nosso adversário ou de Jesus. Pelo contrário é bendito de Deus quem quer que, por amor, nos faça o bem. Está no caminho da salvação e receberá a recompensa. Ainda que não anunciem toda a verdade, vamos louvar a Deus pela verdade que anunciam, e pedir que cheguem à plenitude da verdade. Peçamos, isso sim, que o Senhor os abençoe e guarde, e os leve cada vez mais pelo caminho da verdade, fazendo-os crescer em santidade e amor.

                                                                             Oração
Senhor, eu vos louvo e bendigo por tanta bondade que há no mundo, entre os discípulos de Jesus e também entre os que não o conhecem. É de vós que vem essa bondade, pois estais sempre agindo no coração de homens e mulheres, para que vos procurem e vos encontrem, façam o bem e vivam na fraternidade. Ajudai todos nós a nos deixar conquistar por vosso amor, iluminai-nos no caminho da verdade, levai-nos à unidade. Quando tivermos dificuldade em nos entender, aumentai em nós o amor e a esperança de, com vosso auxílio criar um mundo mais de paz, à espera da união perfeita na outra vida. Que o poder redentor de Jesus, vosso Filho, vença nossas resistências, para que possamos viver a unidade que desejais para nós. Amém.

Pe. Flávio Cavalca de Castro, CSsR
 

Aniversariantes do dia




HÉLIO DONIZETE DE LIMA JARDIM
de São Paulo - SP

LUIZ ALBERTO COSTA REIS
de Aparecdida - SP

MANOEL BERNARDES M. PAES DE BARROS
de São Paulo - SP

PADRE AMÉRICO DAL BELO FILHO
da Comunidade de Chicago (USA)
Comemorando 39 anos de Ordenação Sacerdotal

Santos do dia

Festejamos hoje: Jerônimo, Honório, Gregório, Sofia

São Jerônimo
 
É incontestável o grande débito que a cultura e os cristãos, de todos os tempos, têm com este santo de inteligência brilhante e temperamento intratável. Jerônimo nasceu em uma família muito rica na Dalmácia, hoje Croácia, no ano 347. Com a morte dos pais, herdou uma boa fortuna, que aplicou na realização de sua vocação para os estudos, pois tinha uma inteligência privilegiada. Viajou para Roma, onde procurou os melhores mestres de retórica e desfrutou a juventude com uma certa liberdade. Jerônimo estudou por toda a vida, viajando da Europa ao Oriente com sua biblioteca dos clássicos antigos, nos quais era formado e graduado doutor.

Ele foi batizado pelo papa Libério, já com 25 anos de idade. Passando pela França, conheceu um monastério e decidiu retirar-se para vivenciar a experiência espiritual. Uma de suas características era o gosto pelas entregas radicais. Ficou muitos anos no deserto da Síria, praticando rigorosos jejuns e penitências, que quase o levaram à morte. Em 375, depois de uma doença, Jerônimo passou ao estudo da Bíblia com renovada paixão. Foi ordenado sacerdote pelo bispo Paulino, na Antioquia, em 379. Mas Jerônimo não tinha vocação pastoral e decidiu que seria um monge dedicado à reflexão, ao estudo e divulgação do cristianismo.

Voltou para Roma em 382, chamado pelo papa Dâmaso, para ser seu secretário particular. Jerônimo foi incumbido de traduzir a Bíblia, do grego e do hebraico, para o latim. Nesse trabalho, dedicou quase toda sua vida. O conjunto final de sua tradução da Bíblia em latim chamou-se "Vulgata" e tornou-se oficial no Concílo de Trento.

Romano de formação, Jerônimo era um enciclopédico. Sua obra literária revelou o filósofo, o retórico, o gramático, o dialético, capaz de escrever e pensar em latim, em grego, em hebraico, escritor de estilo rico, puro e eloqüente ao mesmo tempo. Dono de personalidade e temperamento fortíssimo, sua passagem despertava polêmicas ou entusiasmos.

Devido a certas intrigas do meio romano, retirou-se para Belém, onde viveu como um monge, continuando seus estudos e trabalhos bíblicos. Para não ser esquecido, reaparecia, de vez em quando, com um novo livro. Suas violências verbais não perdoavam ninguém. Teve palavras duras para Ambrósio, Basílio e para com o próprio Agostinho. Mas sempre amenizava as intemperanças do seu caráter para que prevalecesse o direito espiritual.

Jerônimo era fantástico, consciente de suas próprias culpas e de seus limites, tinha total clareza de seus merecimentos. Ao escrever o livro "Homens ilustres", concluiu-o com um capítulo dedicado a ele mesmo. Morreu de velhice no ano 420, em 30 de setembro, em Belém. Foi declarado padroeiro dos estudos bíblicos e é celebrado no dia de sua morte.

29 de setembro de 2012

Contos e Causos do Benedito Franco


Uma vez redentorista, sempre redentorista!

Vocês já repararam na quantidade de produtos químicos que há em um iogurte infantil? Aposto que, reparando, usarão menos...

018 – Mamão

 Mamãe fazia doces para nós e para vender na loja ou na rua. Colocados em pedaços em um prato esmaltado ou de louça, o José Maurício e eu saíamos à rua para vendê-los – no Calado não havia padarias e muito menos confeitaria ou coisa parecida.
Ela aproveitava o mamão para uma infinidade de coisas: maduro in natura ou na salada; já o verde,  refogava-o ou preparava-se os doces em calda, ralado, o “espelho” ou o cristalizado.
            Quando se cortava um pé de mamão, o miolo do caule servia para o doce de mamão ralado. Dos mamãos pequenos, retirava-se o miolo, e com eles inteiros preparava-se um doce em calda e depois os enchia com doce de leite; tampados e imersos no doce de leite, durante mais de um mês, era uma maravilha: o maná dos deuses!   

217 - A geléia

 Enquanto nossa vizinha, Dona Rosa Bragança, preparava as deliciosas geléias de mocotó, eu menino batia papo e ela batia a geléia até branquear – não sei como aguentava – trabalho duríssimo. Acabou me dando a Suely, sua filha caçula, como afilhada. Uma vez, no Seminário de Congonhas, achei um pedaço de revista com a foto de uma menina. Lembrei-me da Suely, enviei o retrato para comadre e ela fez um vestido com o modelo usado pela menina da foto.
Sempre chegavam lá em casa dois pedaços de geléia: a meio transparente, sem ser batida, e a branca, batida! Não sei qual da duas eu gostava mais!
 

035 – A piorra

Os presentes de Natal eram simples, mas sempre presentes. Depois de muita expectativa, achava-os ao lado de nossos sapatos. Num Natal pedi ao Papai Noel uma piorra. Ganhei uma de metal, lata, toda colorida – depois de pouco uso enjoei dela. Gente, tocar piorra o dia todo não é mole não! Na surdina, larguei-a de lado.
Imaculada ganhava um presente a mais, da madrinha Dona Nilza, e o Sô Bento dava um para o José Maurício.
A gente escondia os sapatos, mamãe, com jeitinho, arrancava da gente onde os tínhamos escondidos – nem papai ficava sabendo, só falávamos para ela.  Papai Noel descobria!
         Lembro-me que estava admirando os brinquedos da loja do Zé Avelino e alguém me revelou a verdade sobre o Papai Noel. Fiquei muito decepcionado – gostaria de acreditar nele até hoje! Era maravilhoso! Que saudade!
         E por falar em piorra, havia em Fabriciano várias árvores que davam uma frutinha que a gente chamava de piorra. Só vi quando menino. E os meninos apanhavam no chão essas sementes e brincavam muito de colocá-las para rodar com dois dedos – neste caso, piorra é um pião pequeno que se faz girar com pressão exercida pelas pontas dos dedos.

                   Benedito Franco
Ave Maria!

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias

Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias



Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,


Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Faze que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.
Ó Rei Divino, que sofrendo e morrendo na cruz salvastes o mundo!

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: 29 de Setembro: Os santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael
Evangelho (Jn 1,47-51): Naquele tempo, Jesus viu Natanael que vinha ao seu encontro e declarou a respeito dele: Este é um verdadeiro israelita, no qual não há falsidade! Natanael disse-lhe: De onde me conheces? Jesus respondeu: Antes que Filipe te chamasse, quando estavas debaixo da figueira, eu te vi. Natanael exclamou: Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel! Jesus lhe respondeu: Estás crendo só porque falei que te vi debaixo da figueira? Verás coisas maiores que estas. E disse-lhe ainda: Em verdade, em verdade, vos digo: vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem.
Comentário: Cardenal Jorge MEJÍA Arquivista e Bibliotecário de la S.R.I. (Città del Vaticano, Vaticano)
Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem!.
Hoje, na festa dos Santos Arcanjos, Jesus manifesta aos seus Apostoles e a todos, a presença dos seus arcanjos e, a relação que com Ele mantêm. Os anjos estão na glória celestial, onde louvam perenemente ao Filho do homem, que é o Filho de Deus. O rodeiam e estão ao seu serviço.

Subir e descer nos lembra o episódio do sono do Patriarca Jacob, quem dormindo sobre uma pedra durante sua viagem à terra de origem de sua família (Mesopotâmia), enxerga aos anjos que descem e sobem por uma misteriosa escada que une o céu e a terra, enquanto Deus mesmo está de pé junto dele e lhe comunica sua mensagem. Reparemos a relação entre a comunicação divina e a presença ativa dos anjos.

Desse modo, Gabriel, Miguel e Rafael aparecem na Bíblia como presentes nas vicissitudes terrenas e levando aos homens -como nos diz São Gregório Magno- as comunicações, por meio de sua presença e, a suas mesmas ações, que mudam decisivamente nossas vidas. Chamam-se, precisamente arcanjos, príncipes dos anjos, porque são enviados para as missões mais importantes.

Gabriel foi enviado para anunciar a Maria Santíssima a concepção virginal do Filho de Deus, que é o princípio de nossa redenção (cf. Lc 1). Miguel luta contra anjos rebeldes e os expulsa do céu (cf. Ap 12). Nos anuncia, desse modo, o mistério da justiça divina, que também exerceu-se em seus anjos quando rebelaram-se e, dá-nos a segurança de sua vitória e a nossa sobre o mal. Rafael acompanha a Tobias júnior, o defende e, o aconselha e cura finalmente ao pai Tobit (cf. Tob). Por essa via, nos anuncia a presença dos anjos junto a cada uno de nós: o anjo que chamamos da Guarda.

Aprendamos desta celebração dos arcanjos que sobem e descem sobre o Filho do homem, que servem a Deus, mas lhe servem em nosso benefício. Dão glória à Trindade Santíssima e, o fazem também servindo-nos. Em conseqüência, vejamos que devoção lhes devemos e, quanta gratidão ao Pai que os envia para nosso bem.