CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


MAIO - 2017
De 03 a 11 - Viagem / Peregrinação a Portugal
De 20 a 21 - 7º ERESER CAMPINAS
De 15 a 30 - 2ª Missão UNESER em Rondônia

JUNHO - 2017
De 17 a 18 - 2º ERESER CAMPINAS

JULHO - 2017

De 05 a 15 - 3ª Peregrinação a Pé Caminho da Fé
De 14 a 16 - 37º ERESER PROVÍNCIA RIO/MINAS/ES
De 21 a 23 - 22º ENESER - APARECIDA

SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 02 a 04 de fevereiro de 2018
Local: Pedrinha (a ser confirmado)




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

30 de novembro de 2013

Novembrada na Pedrinha


Novembrada discutiu desafios da ação pastoral da Igreja e das missões na modernidade

Como já é tradição, a Equipe Missionária da Província São Paulo - 2300 no mês de novembro de cada ano se reúne na Casa da Pedrinha, em Guaratinguetá (SP), num pedacinho de paraíso aos pés da Serra da Mantiqueira para seu retiro e estudos anuais. Como muitos lugarejos do interior, o bairro, de gente simples e ordeira também cresceu ao redor de uma capela. 

O encontro teve início numa quinta-feira, dia 13/11, com a celebração da eucaristia, às 8h00, coordenada pela equipe de Araraquara e teve o seu encerramento em outra quinta-feira, dia 28/11, com o almoço festivo do meio dia. 
O objetivo desta Novembrada é retomar as atividades realizadas ao longo deste ano, revisando nossa Ação Missionária, planejando os trabalhos missionários de 2014, estudando também alguns temas importantes que surgem, sobretudo em vista dos desafios atuais da missão que a sociedade pós-moderna, líquida e flutuante nos apresenta. Fazemos isso com mais calma, pois as vezes o calendário apertado não permite essa ação durante o ano. 
A programação da Novembrada de 2013 
Na primeira parte, entre os dias 13 a 15 tivemos o estudo de temas, cada um deles preparado por uma das equipes missionárias. Com um plenário atento e participativo estudamos a missão aos jovens, crianças e adolescentes e também a missão urbana, com realce para a missão nos condomínios, grandes desafios da Ação Pastoral da Igreja e das missões na modernidade. 
Entre os dias 18 e 21 tivemos nosso retiro espiritual com a ajuda do Pe. Domingos Sávio, reitor do Santuário Nacional. Ele nos ajudou a retomar o sentido maior de nossa consagração, pois é ela que fundamenta o nosso “Ser Missionário”. Como o retiro é uma atividade provincial, tivemos a participação de diversos outros confrades de outras comunidades e frentes pastorais. 
No sábado, dia 23/11, celebramos no Santuário Nacional a XXIII Romaria dos Coordenadores e Auxiliares das Santas Missões Populares Redentoristas com o Lema: 'No Setor Missionário, chamados a evangelizar – Eis-me aqui'.
E no dia 25 retomamos os estudos com o tema central deste ano focado na História das Missões, com assessoria do Pe. Inácio Medeiros . Ele recuperou conquistas, fatos e marcas dos quase 120 anos de missão redentorista no Brasil. Depois disso o tempo foi ocupado com a análise de assuntos práticos relacionados, sobretudo, às missões de 2014, completando o nosso planejamento, revisando também a caminhada do ano que está por encerrar. 
E não podemos deixar de registrar a presença do Pe. Luís Rodrigues, nosso superior provincial que trouxe a todos uma palavra de ânimo e de perseverança na lide missionária, pois os próximos anos “prometem”.
Queremos aproveitar e já desejar antecipadamente a todos os nossos confrades, amigos e leigos associados um feliz e santo natal, com muitas bênçãos no ano novo que se aproxima.

Padre Inácio Medeiros, C.Ss.R. , 29 de Novembro de 2013 às 11h16
Fonte: Site A12 - Redentoristas

Todos os Santos da Ordem Franciscana







Santos canonizados da primeira ordem, 110; Santas canonizadas da segunda ordem, 9; Santos e Santas canonizados da terceira ordem regular e secular, 53; Religiosos da primeira ordem beatificados, 161; Religiosas da segunda ordem beatificadas, 34; da terceira ordem regular e secular, 95 beatificados. Total de membros das ordens franciscanas canonizados e beatificados, no fim do milênio, 482.

No aniversário da aprovação da regra de São Francisco Honório III, no dia 29 de novembro de 1223. A ordem franciscana recolhe-se em oração festiva para contemplar a grandiosa árvore de santidade nascida daquele livrinho que Francisco dizia ter recebido do próprio Jesus e constituía a “medula do Evangelho”.

Era esse precisamente o projeto de vida e o carisma do pobrezinho: ser sal da terra e luz do mundo, fazer reviver na Igreja o Evangelho em sua pureza, ou seja, apresentar perante os homens a vida de Cristo em todas as suas dimensões: desde a pobreza ao zelo pela salvação de todos, do anúncio da Boa Nova ao sacrifício da cruz.

Quem poderia contar a imensa multidão de Santos, Beatos, Veneráveis e Servos de Deus – se quisermos utilizar esta terminologia canônica – ou melhor ainda, de todos os irmãos e irmãs, sem nome e sem rosto, que nos limites da sua fragilidade viveram a perfeição evangélica, fazendo da regra franciscana a norma da sua vida? É um imenso capital de santidade e de amor, muitas vezes desconhecido, outras vezes esquecido, quando não mesmo desprezado pelo mundo! O bem dá menos nas vistas do que o mal; no entanto, a história do bem, tantas vezes anônima e despercebida, tem escrito o nome e o rosto de Cristo. É essa história que impede o mundo de cair no desespero e fecunda as atividades da Igreja.

São Francisco disse um dia aos irmãos, numa explosão de alegria: “Caríssimos, consolai-vos e alegrai-vos no Senhor! Não vos deixeis entristecer pelo fato de serem poucos, nem vos assusteis da minha simplicidade nem da vossa, pois o Senhor me revelou que há de fazer de nós uma inumerável multidão e nos propagará até os confins do mundo. Ele me mostrou um grande número de pessoas a vir ter conosco, com o desejo de viverem segundo a nossa regra. Ainda me parece ouvir o ruído dos seus passos! Enchiam diversos caminhos, vindos de todas as nações: eram franceses, espanhóis, alemães, ingleses, uma turba imensa de várias outras línguas e nações”.

Ao ouvirem estas palavras, uma santa alegria se apoderou dos irmãos, pela graça que Deus concedia ao seu Santo. T


O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: 30 de Novembro: Santo André, apóstolo
Evangelho (Mt 4,18-22): Caminhando à beira do mar da Galiléia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Estavam jogando as redes ao mar, pois eram pescadores. Jesus disse-lhes: «Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens». Eles, imediatamente, deixaram as redes e o seguiram. Prosseguindo adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Estavam no barco, com seu pai Zebedeu, consertando as redes. Ele os chamou. Deixando imediatamente o barco e o pai, eles o seguiram.
Comentário: Prof. Dr. Mons. Lluís CLAVELL (Roma, Italia)
Eu farei de vós pescadores de homens
Hoje, é a festa de Santo André, Apóstolo, uma festa celebrada de maneira solene entre os cristãos de Oriente. Ele foi um dos primeiros jovens a conhecer Jesus à beira do rio Jordão e a ter longas conversas com Ele. Em seguida procurou seu irmão Pedro, dizendo-lhe «Encontramos o Cristo!» e o levou onde estava Jesus (Jo 2,41). Logo depois, Jesus chamou a esses dois irmãos pescadores seus amigos como lemos no Evangelho de hoje: «Segui-me, e eu farei de vós pescadores de homens» (Mt 4,19). No mesmo povoado, havia outros dois irmãos, Tiago e João, colegas e amigos daqueles primeiros e pescadores como eles. Jesus também os chamou para que O seguissem. É maravilhoso ler que eles deixaram tudo e O seguiram “imediatamente”, palavras que se repetem em ambos os casos. Não podemos dizer a Jesus: “depois”, “logo”, “agora tenho muito trabalho...”

Também a cada um de nós — a todos os cristãos — Jesus nos pede cada dia que ponhamos todo o que temos e somos ao seu serviço —isso quer dizer, deixar tudo, não ter nada como próprio— para que, vivendo com Ele as tarefas de nosso trabalho profissional e de nossa família, sejamos “pescadores de homens”. O que quer dizer “pescadores de homens”? Uma bonita resposta pode ser um comentário de São João Crisóstomo. Este Padre e Doutor da Igreja, diz que André não sabia explicar bem a seu irmão Pedro quem era Jesus, e por isso, «o levou à fonte da própria luz», que é Jesus Cristo. “Pescar homens” quer dizer ajudar os que estão ao nosso redor na família e no trabalho para encontrarem a Cristo que é a única luz para nosso caminho.

Aniversariantes do dia




DOMINGOS GERALDO DOS SANTOS
Turma de 1976 de Cachoeira Paulista - SP

 PADRE JOSÉ ROBERTO LUCIANO
Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Festejando 17 anos de Ordenação Sacerdotal

 

29 de novembro de 2013

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Sexta-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,29-33): E Jesus contou-lhes uma parábola: «Olhai a figueira e todas as árvores. Quando começam a brotar, basta olhá-las para saber que o verão está perto. Vós, do mesmo modo, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto. Em verdade vos digo: esta geração não passará antes que tudo aconteça. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão».
Comentário: Diácono D. Evaldo PINA FILHO (Brasilia, Brasil)
Quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto
Hoje nós somos convidados por Jesus a ver os sinais que se descortinam no nosso tempo e época e a reconhecer nestes sinais a aproximação do Reino de Deus. O convite é para que repousemos o nosso olhar na figueira e nas outras árvores— «Olhai a figueira e todas as árvores» (Lc 21,29)— e para que fixemos nossa atenção naquilo que percebemos estar acontecendo nelas: «basta olhá-las para saber que o verão está perto» (Lc 21,30). As figueiras começavam a brotar. Os botões começavam a surgir. Não era apenas a expectativa das flores ou dos frutos viriam a surgir, mas sobretudo o prenúncio do verão, em que todas as árvores “começam a brotar”.

Segundo o Papa Bento XVI, «a Palavra de Deus impele-nos a mudar o nosso conceito de realismo». Efetivamente, «realista é quem conhece o fundamento de tudo no Verbo de Deus». Essa Palavra viva que nos indica o verão como sinal de proximidade e de exuberância da luminosidade é a própria Luz: «quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto» (Lc 21,31). Neste sentido, «a Palavra já não é apenas audível, não possui apenas uma voz, agora a Palavra tem um rosto (...) que podemos ver: Jesus de Nazaré” (Bento XVI).

A comunicação de Jesus com o Pai foi perfeita; e tudo o que Ele recebeu do Pai, Ele deu-nos a nós, comunicando-se da mesma forma perfeita conosco. Assim, a proximidade do Reino de Deus, que expressa a livre iniciativa de Deus que vem ao nosso encontro, deve mover-nos a reconhecer a proximidade do Reino, para que também nós nos comuniquemos de forma perfeita com o Pai por meio da Palavra do Senhor – Verbum Domini -, reconhecendo os sinais do Reino de Deus que está perto como realização das promessas do Pai em Cristo Jesus.

Aniversariantes do dia



APARECIDO ANTÔNIO BUTTARELO
de Marília - SP

JOSÉ ADMIR F. MORELI
de Campinas - SP

PADRE EDVALDO MANOEL DE ARAÚJO
Comunidade de Campinas - SP
Festejando 50 anos de idade


28 de novembro de 2013

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Quinta-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,20-28): Naquele tempo, Jesus disse aos discípulos: «Quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, ficai sabendo que a sua destruição está próxima. Então, os que estiverem na Judéia fujam para as montanhas; os que estiverem na cidade afastem-se dela, e os que estiverem fora da cidade, nela nem entrem. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras.

Ai das mulheres grávidas e daquelas que estiverem amamentando naqueles dias, pois haverá grande angústia na terra e ira contra este povo. Serão abatidos pela espada e levados presos para todas as nações. E Jerusalém será pisada pelos pagãos, até que se complete o tempo marcado para eles. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas. apavoradas com o bramido do mar e das ondas. As pessoas vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as potências celestes serão abaladas. Então, verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem, com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima».
Comentário: Fray Lluc TORCAL Monje del Monastério de Sta. Mª de Poblet (Santa Maria de Poblet, Tarragona, Espanha)
Levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima
Hoje, ao ler este santo Evangelho, como não ver o reflexo do momento presente, cada vez mais cheio de ameaças e mais tingido de sangue? «Na terra, as nações ficarão angustiadas, apavoradas com o bramido do mar e das ondas. As pessoas vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo» (Lc 21,25b-26a). A segunda vinda do Senhor tem sido representada, inúmeras vezes, pelas mais aterrorizadoras imagens, como parece ser neste Evangelho; sempre sob o signo do medo.

Porém, será esta a mensagem que hoje nos dirige o Evangelho? Fiquemos atentos às últimas palavras: «Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima» (Lc 21,28). O núcleo da mensagem destes últimos dias do ano litúrgico não é o medo; mas sim, a esperança da futura libertação, ou seja, a esperança completamente cristã de alcançar a plenitude da vida com o Senhor, na qual participarão, também, nosso corpo e o mundo que nos rodeia. Os acontecimentos narrados tão dramaticamente indicam, de modo simbólico, a participação de toda a criação na segunda vinda do Senhor, como já participou na primeira, especialmente no momento de sua paixão, quando o céu escureceu e a terra tremeu. A dimensão cósmica não será abandonada no final dos tempos, já que é uma dimensão que acompanha o homem desde que entrou no Paraíso.

A esperança do cristão não é enganadora, porque quando essas coisas começarem a acontecer —nos diz o próprio Senhor— «Então, verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem, com grande poder e glória» (Lc 21,27). Não vivamos angustiados perante a segunda vinda do Senhor, a sua Parúsia: meditemos, antes, nas profundas palavras de Santo Agostinho que, já no seu tempo, ao ver os cristãos temerosos frente ao regresso do Senhor, se pergunta: «Como pode a Esposa ter medo do seu Esposo?».

Aniversariantes do dia


OSVALDO VALENTE FILHO
Turma de 1964 de São Bernardo do Campo - SP


PADRE JOSÉ CLÁUDIO TEIXEIRA
Província do Rio
Comemorando 15 anos de Sacerdócio


IRMÃO MIGUEL JOSÉ PEREIRA
Comunidade de Sorocaba - SP
Festejando 31 anos de idade

27 de novembro de 2013

Nota de Falecimento


Meus Amigos , recebi agora de manhã a notícia que meu Pai acabou de falecer. Obrigado a todos os que rezaram por ele. Será sepultado ainda hoje lá em Garça, SP. Valeu pelas orações. Valeu seu Lázaro Manoel Vieira, o nosso velho e lutador PIRIQUITO. Agora o céu não vai ser mais o mesmo! E nós aqui só saudades. Valeu Pai! 
Pe. Dezidério

Corrente de Orações



 ANTÔNIO CARLOS (SACRISTÃO)


ONTEM, DIA 26, O SACRISTÃO FOI SUBMETIDO À CIRURGIA E SEGUNDO INFORMAÇÃO DE SUA ESPOSA ANA, A CIRURGIA FOI UM SUCESSO E ESTÁ TUDO BEM.
HOJE JÁ SERÁ TRANSFERIDO PARA O QUARTO
CONTINUEMOS NOSSA CORRENTE DE ORAÇÕES PARA QUE TENHA UMA RÁPIDA RECUPERAÇÃO! 

LOUVADO SEJA O SENHOR!


Nota de Falecimento


 
                A pedido do Pedro Silva Pereira ( CASCAVEL) informo a todos o falecimento de sua mãe, Benedita Gomes, nesta data, ela está sendo velada em Borda da Mata, Mg, o enterro acontecerá amanhã 27/11/2013 às 9 horas.
                Rezemos juntos.
                                     
                                         Um forte abraço a todos.
Imagem de Ormindo Luiz Batista Ex 1973 Campinas
                                                     Ormindo

Pedido de Orações - Urgente


FAÇAMOS MAIS UMA CORRENTE DE ORAÇÕES:

26/11/2013

Para: Nelson, Mané, Paulinho, Staliano, Luiz Gonzaga Borges, jcarloscriado@hotmail.com, mauricio brandolize, Lili Biblioteca

Meus amigos, boa noite.
Hoje, quem pede orações sou eu para minha mãe.
Ontem ela caiu, teve uma fratura de crânio e está internada no Hospital dos Fornecedores em Piracicaba.
Conto com as orações de todos pela saúde dela.
Obrigada
Lili

Pedido de Orações


Também solicitamos que todos se lembrem em suas orações
na intenção  do Pai do Pe. Toninho

Meus Amigos , recebi agora de manhã a notícia que meu Pai acabou de falecer. Obrigado a todos os que rezaram por ele. Será sepultado ainda hoje lá em Garça, SP. Valeu pelas orações. Valeu seu Lázaro Manoel Vieira, o nosso velho e lutador PIRIQUITO. Agora o céu não vai ser mais o mesmo! E nós aqui só saudades. Valeu Pai!
Pe. Dezidério

PS. A Uneser através de sua atual diretoria envia ao nosso querido Pe. Toninho e seus familiares os mais sinceros votos de pesar. Que Ele o nosso Pai do céu acolha a esse seu filho em seu reino.(DO SITE DA UNESER EM 27/11/2013)


Vivências no Youtube



PPS e VÍDEO para a festa de Nossa Senhora das Graças - 27-novembro
Como surgiu o título de Nossa Senhora das Graças?
Em suas visões, Santa Catarina Labouré ouviu a frase seguinte:
“Estes raios são o símbolo das Graças que Maria Santíssima alcança para os homens!”
Daí surgiram os títulos: “Nossa Senhora das Graças”, “Nossa Senhora da Medalha Milagrosa”, “Santa Maria da Medalha Milagrosa” e “Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças”.
Esta devoção a Nossa Senhora com este título se espalhou pelo mundo.
Sua festa é celebrada no dia 27 de novembro.
---------
Veja em nosso site, PPS, em Nossa Senhora. Clic:
----
Se quiser ajudar nas reflexões, deixe lá sua mensagem!
Desejando a todos muitas bênçãos e graças por intercessão de Nossa Senhora,
p. Geraldo Rodrigues.
========
Endereços de e-mail do grupo
Link relacionado:
Para ENTRAR no grupo > Envie um e-mail (em branco) para:
Para SAIR do grupo > Envie um e-mail (em branco) para:

O Evangelho do dia

Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Quarta-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,12-19): Naquele tempo, Jesus disse aos discípulos: «Antes disso tudo, porém, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e jogados na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. Será uma ocasião para dardes testemunho. Determinai não preparar vossa defesa, porque eu vos darei palavras tão acertadas que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. A alguns de vós matarão. Sereis odiados por todos, por causa de meu nome. Mas nem um só fio de cabelo cairá da vossa cabeça. É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!».
Comentário: Rvdo. D. Manuel COCIÑA Abella (Madrid, Espanha)
É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!
Hoje, prestamos atenção a esta frase breve e incisiva de Nosso Senhor, que se crava na alma e, ao feri-la, nos faz pensar: Por que é tão importante a perseverança? Por que faz Jesus depender a salvação do exercício desta virtude?

Por que o discípulo não é mais do que o Mestre —«sereis odiados por todos, por causa de meu nome» (Lc 21,17)— e, se o Senhor foi sinal de contradição, necessariamente o seremos nós, os seus discípulos. O Reino de Deus será arrebatado pelos que se fazem violência, pelos que lutam contra os inimigos da alma, pelos que combatem com bravura essa «belíssima guerra de paz e de amor», como gostava de dizer São Josemaria Escrivá, em que consiste a vida cristã. Não há rosas sem espinhos, e o caminho até ao Céu não é uma senda sem dificuldades. De aí que sem a virtude cardeal da fortaleza nossas boas intenções acabariam sendo estéreis. E a perseverança faz parte da fortaleza. Anima-nos, em concreto, a ter as forças suficientes para tolerar com alegria as contradições.

A perseverança em grau extremo dá-se na cruz. Por isso a perseverança confere liberdade ao outorgar a possessão de si mesmo mediante o amor. A promessa de Cristo é indefectível: «É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida» (Lc 21,19) e isto é assim porque o que nos salva é a Cruz. É a força do amor que nos dá a cada um a paciente e gozosa aceitação da Vontade de Deus, quando esta —como acontece na Cruz— contraria num primeiro momento a nossa pobre vontade humana.

Só num primeiro momento, porque depois se liberta a desbordante energia da perseverança que nos leva a compreender a difícil ciência da cruz. Por isso, a perseverança gera paciência, que vai muito mais além do que a simples resignação. Mas, nada tem que ver com atitudes estoicas. A paciência contribui decididamente para entender que a Cruz, muito mais do que dor, é essencialmente amor.

Quem entendeu melhor que ninguém esta verdade salvadora, a nossa Mãe do Céu, nos ajudará também a nós a compreendê-la.

Aniversariantes do dia

HÉRCIO AFONSO
de Sacramento - MG


PADRE MARCELINO FERREIRA DA COSTA NETO
Província de Goiás - GO
Comemorando 3 anos de Ordenação Sacerdotal

26 de novembro de 2013

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias


Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias




Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,

Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Fazei que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Terça-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,5-11): Naquele tempo, algumas pessoas comentavam a respeito do templo, que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: «Admirais essas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído».

Mas eles perguntaram: «Mestre, quando será, e qual o sinal de que isso está para acontecer?». Ele respondeu: «Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu!, e ainda: O tempo está próximo. Não andeis atrás dessa gente! Quando ouvirdes falar em guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que essas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim?. E Jesus continuou: «Há de se levantar povo contra povo e reino contra reino. Haverá grandes terremotos, fome e pestes em vários lugares; acontecerão coisas pavorosas, e haverá grandes sinais no céu».
Comentário: Rev. D. Antoni ORIOL i Tataret (Vic, Barcelona, Espanha)
Não ficará pedra sobre pedra
Hoje, escutamos com assombro a severa advertência do Senhor: «Admirais essas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra» (Lc 21,6). Essas palavras de Jesus situam-se nas antípodas de uma denominada “cultura do progresso indefinido da humanidade”, ou, se preferimos, de uns quantos cabecilhas técnico-científicos e político-militares da espécie humana, em evolução imparável.
Desde onde? Até onde? Ninguém sabe, nem pode saber, com excepção, em última análise, de uma suposta matéria eterna que nega Deus, usurpando-o dos Seus atributos. Como tentam fazer-nos comungar com rodas de moinho aqueles que recusam comungar com a finitude e precariedade próprias da condição humana!
Nós, os discípulos do Filho de Deus feito homem, de Jesus, escutamos as Suas palavras e, fazendo-as muito nossas, meditamos nelas. Eis que nos diz: «Cuidado para não serdes enganados» (Lc 21,8). Quem no-lo diz é Aquele que veio para dar testemunho da verdade, afirmando que aqueles que são da verdade escutam a Sua voz.
E também nos garante: «Não será logo o fim» (Lc 21,9). O que, por um lado, quer dizer que dispomos de um tempo de salvação e que nos convém aproveitá-lo; e, por outro lado, que, de qualquer modo, o fim virá. Sim, Jesus virá «julgar os vivos e os mortos», como professamos no Credo.
Leitores de Meditando o Evangelho de hoje, queridos irmãos e amigos: em uns versículos mais adiante, do fragmento que agora comento, Jesus anima-nos e consola-nos com estas palavras que, em Seu nome, vos repito: «É pela vossa perseverança que conseguireis salvar a vossa vida!» (Lc 21,19).
Respondendo com a energia de um hino cristão da Catalunha, exortamo-nos uns aos outros: «Perseveremos, pois já tocamos o Céu com a mão!»

Vivências - De perto @ De longe




N º 1246  - 26/11/2013
 
5292. Evangelho de 3ª feira (26-11-2013) - Dn 2, 31-45; Dn 3, 56. 58-61; Lc 21, 5-11- Algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?” Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: “Sou eu!” E ainda: “O tempo está próximo”. Não sigais essa gente! Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”. E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu”.
 
Recadinho: - Jesus não prometeu dar algum sinal para nos livrar dos acontecimentos que virão! Mas nos adverte de que estejamos atentos! Deu-nos o sinal de alerta e basta. Procuro estar sempre atento? - Jesus usou a comparação com o Templo: belo, imponente, mas pode ser destruído de um momento para outro. O que pode destruir o templo de meu coração? - Sou pessimista ou otimista? - Com serenidade e prudência, procuro atravessar os campos minados da vida, confiante na graça de Deus e ouvindo sua voz? - Coloco confiança nele?
 
5293. Movimento no Santuário Nacional de 18 a 24/novembro/2013 - Conforme dados estatísticos fornecidos pelo Santuário Nacional de Aparecida, durante toda a semana de 18 a 24/novembro/2013 circularam pelo Santuário 340.299 visitantes. No sábado, 23 de novembro, o Santuário recebeu 102.287 pessoas e, no domingo, 24 de novembro, o número foi de 171.321 peregrinos. De segunda a sexta-feira, o número de visitantes foi de 66.691. A previsão do Santuário Nacional de Aparecida (SP) para o próximo fim de semana é a cidade receber 80.990 visitantes no sábado, dia 30 de novembro; e 98.519 no domingo, dia 01 de dezembro.
 
5294. Papa apresenta sua primeira Exortação: "A Alegria do Evangelho" - No dia 24 de novembro de 2013, na missa de encerramento do Ano da Fé, o Papa Francisco fez a entrega simbólica de sua primeira Exortação Apostólica, “A Alegria do Evangelho” (= Evangelii gaudium). De forma simbólica, o texto foi entregue a 36 pessoas de 18 países: um bispo, um sacerdote e um diácono; além de religiosas, seminaristas, catequistas, uma família, um homem com deficiência visual (que recebeu uma versão em CD), dois jornalistas, dois artistas, jovens, confrarias e movimentos eclesiais. O grupo foi escolhido para evocar cada evento do Ano da Fé realizado no Vaticano. A Alegria do Evangelhocontém uma missão que é confiada a cada pessoa batizada para se tornar evangelizadora. Depois da Encíclica "Luz da Fé", publicada no início de julho de 2013, assinada por Francisco, mas escrita a “quatro mãoscom Bento XVI, este é o segundo grande documento do Papa argentino.
 
5295. “Não se cansem de perguntar: “Por quê?” - Diante da dor e do sofrimento que provocou o tufão que atingiu recentemente as Filipinas, provocando a morte de milhares de pessoas, refletimos: Por que acontecem estas coisas? Não há explicação! Há tantas coisas que nós não podemos compreender. Quando as crianças começam a crescer não entendem as coisas e começam a fazer perguntas ao pai ou à mãe: “Pai, por quê? Por quê? Por quê?” Os psicólogos chamam a idade dos “porquês” porque a criança não entende... Mas se nós estivermos atentos, veremos que a criança não espera a resposta do seu pai ou da sua mãe: outro porquê e outro porquê! Naquela insegurança, a criança precisa que o seu pai e a sua mãe olhem por ele. Precisa dos olhos dos seus pais, precisa do coração dos seus pais. Nestes momentos de sofrimentos, não se cansem de dizer: “Por quê?”, como as crianças. Assim, atrairão os olhos do nosso Pai sobre o seu povo, atrairão a ternura do Pai do céu sobre vocês. Nestes momentos de dor, que esta força seja a oração mais útil: a oração do “por quê”. Mas sem pedir explicação. Somente pedir que nosso Pai olhe por nós. Também eu vos acompanho, com esta “oração do por quê". (Papa Francisco, 21/novembro/2013, ao se reunir na Basílica de S. Pedro com a comunidade filipina de Roma, por ocasião da bênção de um mosaico que representa São Pedro Calungsod (1654-1672), catequista católico filipino, mártir, proclamado santo por Bento XVI em 21 de outubro de 2012).
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia


CARLOS AUGUSTO DE VILHENA
do Rio de Janeiro

DOMINGOS SÁVIO FERREIRA 
de Brasília - DF

LUIZ SILVÉRIO DA FONSECA
de São Vicente - SP

MÁRCIO AURÉLIO BRIZOTTI
de Tietê - SP

MARCOS ANTONIO BRIZOTTI
de Itapetininga - SP


PADRE FRANCISCO VIANA PIRES
de Guajará-Mirim (RO)
Festejando 83 anos de idade


PADRE GERALDO CAMILO DE CARVALHO
da Comunidade do Santuário Nacional de Aparecida
Comemorando 82 anos de idade

25 de novembro de 2013

Pedido de Orações

 
Nelson, conhecido de muitos dos colegas, pois é quem cuida da parte de comunicação da UNESER, está com problemas sérios de saúde, razão pela qual pedimos orações por ele. Segunda feira, dia 25, ele terá uma consulta médica na qual se definirá qual tratamento a seguir. Sua esposa, Cristina, também tem a saúde abalada há tempos. Vamos pedir por esses amigos que Deus lhes dê saúde, força na caminhada. São pessoas ainda novas, trabalhadores, avós recentes, que N. Sra. Aparecida os abençoe.

pela UNESER, 
Paulinho

Oração de todos dias

Oração da manhã para todos os dias


Senhor meu Deus, mais um dia está começando. Agradeço a vida que se renova para mim, os trabalhos que me esperam, as alegrias e também os pequenos dissabores que nunca faltam. Que tudo quanto viverei hoje sirva para me aproximar de vós e dos que estão ao meu redor.

Creio em vós, Senhor. Eu vos amo e tudo espero de vossa bondade.

Fazei de mim uma bênção para todos que eu encontrar. Amém

Oferta de todos dias




Ó Jesus, pelas mãos de Maria, Tua e minha mãe,

Te ofereço a minha mente, para Teus pensamentos.

Te ofereço a minha vontade para os teus desejos,

Te ofereço os meus sentidos para Tuas obras.

Fazei que vivendo de Ti, trabalhando por Ti,

eu me transforme em Ti.

O Evangelho do dia


Meditando o Evangelho de hoje

Dia Litúrgico: Segunda-feira da 34ª semana do Tempo Comum
Evangelho (Lc 21,1-4): Naquele tempo, ao levantar os olhos, Jesus viu pessoas ricas depositando ofertas no cofre. Viu também uma viúva necessitada que deu duas moedinhas. E ele comentou: «Em verdade, vos digo: esta viúva pobre deu mais do que todos os outros. Pois todos eles depositaram como oferta parte do que tinham de sobra, mas ela, da sua pobreza, ofereceu tudo que tinha para viver».
Comentário: Rev. D. Àngel Eugeni PÉREZ i Sánchez (Barcelona, Espanha)
Mas ela, da sua pobreza, ofereceu tudo que tinha para viver
Hoje, como quase sempre, as coisas pequenas passam ignoradas, pequenas esmolas, sacrifícios pequenos, pequenas orações (jaculatórias), mas o que parece pequeno e sem importância constitui muitas vezes a trama e também o remate das obras-primas: tanto das grandes obras de arte como da obra máxima da santidade pessoal.

Pelo fato de essas coisas pequenas passarem desconhecidas, a sua retidão de intenção está garantida: com elas não procuramos o reconhecimento dos outros, nem a glória humana. Só Deus as descobrirá no nosso coração, como só Jesus se apercebeu da generosidade da viúva. É mais do que garantido que a pobre mulher não anunciou o seu gesto com um toque de trompete e até é possível que se envergonhasse bastante e se sentisse ridícula perante o olhar dos ricos, que deitavam grandes donativos no cofre do templo e disso faziam alarde. Porém, a sua generosidade, que a levou a tirar forças da fraqueza no meio da sua indigência, mereceu o elogio do Senhor, que vê o coração das pessoas: «Em verdade, vos digo: esta viúva pobre deu mais do que todos os outros. Pois todos eles depositaram como oferta parte do que tinham de sobra, mas ela, da sua pobreza, ofereceu tudo que tinha para viver» (Lc 21,3-4).

A generosidade da viúva pobre é uma boa lição para nós, discípulos de Cristo. Podemos dar muitas coisas, como os ricos que «depositavam as suas ofertas no cofre» (Lc 21,1), mas nada disso terá valor se só dermos “daquilo que nos sobra”, sem amor e sem espírito de generosidade, sem nos oferecermos a nós próprios. Diz Sto. Agostinho: «Eles punham os olhos nas grandes oferendas dos ricos, louvando-os por isso. Porém, embora tivessem logo visto a viúva, quantos viram aquelas duas moedas?... Ela deu tudo o que possuía. Tinha muito, porque tinha Deus no seu coração. É muito mais ter Deus na alma do que ouro na arca». É bem certo: se somos generosos com Deus, muito mais o será Ele conosco.

Vivências - De perto @ De longe


N º 1245  -  25/11/2013


5288. Evangelho de 2ª feira (25-11-2013) - Sta. Catarina de Alexandria - Dn 1, 1-6.8-20; n3, 52-56; Lc 21, 1-4 - Jesus ergueu os olhos e viu pessoas ricas depositando ofertas no tesouro do Templo. Viu também uma pobre viúva que depositou duas pequenas moedas. Diante disso, ele disse: “Em verdade vos digo que essa pobre viúva ofertou mais do que todos. Pois todos eles depositaram, como oferta feita a Deus, aquilo que lhes sobrava. Mas a viúva, na sua pobreza, ofertou tudo quanto tinha para viver”.
 
Recadinho: - Que valor dou aos bens materiais? - E minha oferta como é? - Nas estradas da vida há cenas que nos chocam, devido ao tamanho do sofrimento humano. Ter, gastar, sem partilhar, é triste! Qual é meu modo de agir? - É preciso saber partilhar os bens e o que temos no coração, com os que encontramos pelas esquinas da vida. Posso dizer que sei partilhar? - Deus não se preocupa com a quantidade de nossa doação, mas com o amor que vai nela. Coloco amor em tudo?
 
5289 . Papa receita “misericordina!” - “Gostaria de indicar a todos vocês um medicamento! Alguém pode pensar: "O Papa é farmacêutico agora?" É um medicamento especial para concretizar os frutos do Ano da Fé, que chega ao fim. Mas é um medicamento de 59 grãos. É um "remédio espiritual" chamado Misericordina” . Uma caixa de 59 grãos amarrados! Nessa caixa contém o medicamento e alguns voluntários irão distribuí-lo para vocês enquanto vocês deixam a praça. Levem! Tem um rosário, com o qual vocês podem rezar o "Terço da Misericórdia ", ajuda espiritual para a nossa alma e para difundir em todos os lugares o amor, o perdão e a fraternidade. Não se esqueçam de levá-la, porque faz bem, hein? É bom para o coração, para a alma e para toda a vida!” (Papa Francisco, 17/novembro/2013) (A distribuição do “remédio espiritual” foi uma iniciativa do Elemosineiro Pontifício, Dom Konrad Krajawski, a partir de uma ideia nascida na Polônia. Foram confeccionados milhares de “kits” em quatro línguas: italiano, espanhol, inglês e polonês).
 
5290. Salvador, cidade Natal do Brasil- Visando incentivar o verdadeiro espírito do Natal, a Arquidiocese de Salvador (BA) promove, pelo terceiro ano consecutivo, o programa “Salvador, cidade Natal do Brasil”. A iniciativa compreende uma série de atividades culturais e artísticas durante o mês de dezembro. Dentre elas, o enfoque principal é para o Concurso de Presépios 2013”. A participação se dá através do envio, até dia 10 de dezembro de 2013, de uma fotografia do presépio montado. O resultado será divulgado no dia 17 de dezembro. Ao todo, serão três categorias: Residencial, para presépios montados em residências; Paroquial, para os montados em igrejas (paróquias, comunidades e capelas); e Institucional, para aqueles montados em instituições como casas comerciais, faculdades, shoppings e supermercados. Para todas as categorias, é imprescindível que as figuras de Jesus, Maria e José estejam representadas. “A montagem dos presépios é uma realidade que mobiliza a cidade e nós esperamos que mais pessoas participem neste ano. Assim, Deus Menino ocupará realmente o espaço que é Dele por direito, na festa de Natal”, ressalta P. Manoel Filho, coordenador da Pastoral de Comunicação da Arquidiocese.
 
5291. "América Missionária, partilha a tua fé!" - De 26 de novembro a 1º de dezembro de 2013, a cidade de Maracaibo, na Venezuela, acolherá o 4º Congresso Missionário Americano e 9º Congresso Missionário Latino Americano. O evento deve reunir cerca de 4.000 participantes de todas as partes do continente americano e convidados de outros continentes. O Brasil participará com uma delegação de 150 pessoas, representantes dos Conselhos Missionários Regionais, organismos e forças missionárias. O tema será: "Discípulos missionários de Jesus Cristo da América, em um mundo secularizado e pluricultural". A missa inaugural será na Praça da Basílica de Nossa Senhora de Chiquinquirá, no dia 26 de novembro, presidida pelo Delegado do Papa Francisco.
Os trabalhos do Congresso terão início no dia 27 de novembro, no Palácio de Eventos de Maracaibo. As grandes reflexões serão no horário da tarde. Os debates seguem nos mais de 20 fóruns temáticos, orientados por especialistas nas diferentes áreas. A partir das conclusões dos fóruns, resultará um conjunto de reflexões para redirecionar planos e
opções pastorais em sintonia com a caminhada missionária do Continente. Os pa
rticipantes terão a tarefa de ver a realidade, viver uma experiência de partilha e propor caminhos de renovação da Igreja.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR