CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

19 de novembro de 2015

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1969  -  19/11/2015 

9192. Evangelho de 5ª feira (19-11-2015) - Ss. Roque González, Afonso Rodríguez e João del Castillo - 1Mac 2, 15-29; Sl 49; Lc 19, 41-44 - Quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar. E disse: “Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isso está escondido aos teus olhos! Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados. Eles esmagarão a ti e a teus filhos. E não deixarão em ti pedra sobre pedra. Porque tu não reconheceste o tempo em que foste visitada”. 

Recadinho: - Sabe ser ombro amigo quando encontra alguém cansado e oprimido? - É possível ter paz em meio a tribulações? - O que é para você ter esperança? - Não é nas tribulações que demonstramos fé? - Jesus se decepcionou com a cidade de Jerusalém. Poderá Jesus se decepcionar também conosco? 

9193. Testemunhos de casais brasileiros no Sínodo - No dia 20 de outubro de 2015, a Sala de Imprensa do Vaticano divulgou algumas das intervenções dos auditores no Sínodo dos Bispos. Entre eles, a de um casal de esposos brasileiros que contaram duas breves histórias protagonizadas por crianças, através das quais mostram a necessidade de ajudar a descobrir e viver a alegria de ser uma família cristã. Ketty Abaroa de Rezende e Pedro Jussieu de Rezende são um casal de brasileiros, com sete filhos e 5 netos, casados há 36 anos. Atualmente, são docentes na Universidade Estadual de Campinas (SP). Durante sua intervenção no Sínodo contaram os breves relatos que seguem. Um pai de família ajudava seu filho de seis anos a fazer seu exame de consciência à noite e escutou que o pequeno disse: “Jesus, perdoa a Sarah porque ela me bateu!” O pai lhe explicou: “Não, filho, você deve pedir perdão pelas coisas ruins que você fez!” E o menino adicionou: “Jesus, me perdoe porque foi eu que bati nela primeiro!” O segundo relato breve tem a ver com uma mãe que foi se confessar e sua filha de quatro anos também quis ir com ela. No momento em que a mamãe saía do confessionário, a pequena bateu na porta e gritou: “Jesus, agora é a minha vez!” Os esposos brasileiros afirmaram que “estas sementes de fé brotam nas famílias e, através da graça do sacramento do matrimônio, podem levar a alegria, apesar do sofrimento”. “Estas famílias testemunham ao mundo a beleza do matrimônio. Tais famílias se esforçam por receber regularmente os sacramentos e receber formação espiritual de sacerdotes devotos, e se convertem em famílias apostólicas”. Este casal proveniente do Brasil disse ainda que “graças à amizade perseverante das famílias apostólicas, conhecemos casais que conviviam e tomaram a decisão de casar-se na Igreja, um casal cuja esposa era infértil que renunciou a ideia da fertilização in vitro, casais que abandonam a anticoncepção para adotar a regulação natural da fertilidade. Então, necessitamos do apoio de sacerdotes santos para que as famílias façam o que melhor sabem fazer: ser apostólicas, abrindo seus lares e compartilhando a fé com outras famílias”. Em resumo, concluíram, “acreditamos que esta é uma de nossas missões: ajudar outras famílias para que experimentem a “alegria de ser uma família cristã". 

9194. O que é o matrimônio? - "Um testemunho bonito! Dois jovens que escolheram e decidiram, com alegria e coragem, formar uma família. É preciso ter coragem para formar uma família. É uma verdadeira vocação, assim como o sacerdócio e a vida religiosa. Dois cristãos que se casam reconheceram em sua história de amor o chamado do Senhor, a vocação a se tornarem de dois, homem e mulher, uma só carne, uma só vida. O Sacramento do Matrimônio envolve esse amor com a graça de Deus, enraíza essa união no próprio Deus”. (Papa Francisco, 04/outubro/2013, em Assis, Itália, perante 40 mil jovens, respondendo à pergunta feita por um jovem casal) 

9195. No matrimônio a fantasia do Espírito é infinita! - O Espírito Santo suscita sempre novas respostas às novas exigências e por isso se multiplicaram na Igreja encontros para namorados, cursos de preparação ao matrimônio, grupos de casais jovens nas paróquias, movimentos familiares e outros. Eles são uma imensa riqueza! São pontos de referência para todos: jovens em busca, casais em crise, pais em dificuldades com seus filhos e vice-versa. A fantasia do Espírito é infinita e muito concreta". (Papa Francisco, 04/outubro/2013, em Assis, Itália, perante 40 mil jovens, respondendo à pergunta feita por um jovem casal)

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

18 de novembro de 2015

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1968 - 18/11/2015

9189.  Evangelho de 4ª feira (18-11-2015) - Dedicação da Basílica de S. Pedro e S. Paulo
- 2Mac 7, 1.2031¸Sl 16; Lc 19, 11-28 - Jesus acrescentou uma parábola, porque estava perto de Jerusalém e eles pensavam que o Reino de Deus ia chegar logo. Então Jesus disse: “Um homem nobre partiu para um país distante, a fim de ser coroado rei e depois voltar. Chamou então dez dos seus empregados, entregou cem moedas de prata a cada um e disse: “Procurai negociar até que eu volte”. Seus concidadãos, porém, o odiavam, e enviaram uma embaixada atrás dele, dizendo: “Nós não queremos que esse homem reine sobre nós”. Mas o homem foi coroado rei e voltou. Mandou chamar os empregados, aos quais havia dado o dinheiro, a fim de saber quanto cada um havia lucrado. O primeiro chegou e disse: “Senhor, as cem moedas renderam dez vezes mais”. O homem disse: “Muito bem, servo bom. Como foste fiel em coisas pequenas, recebe o governo de dez cidades”. O segundo chegou e disse: “Senhor, as cem moedas renderam cinco vezes mais”. O homem disse também a este: “Recebe tu também o governo de cinco cidades”. Chegou o outro empregado e disse: “Senhor, aqui estão as tuas cem moedas que guardei num lenço, pois eu tinha medo de ti, porque és um homem severo. Recebes o que não deste e colhes o que não semeaste”. O homem disse: “Servo mau, eu te julgo pela tua própria boca. Tu sabias que eu sou um homem severo, que recebo o que não dei e colho o que não semeei. Então, por que tu não depositaste meu dinheiro no banco? Ao chegar, eu o retiraria com juros”. Depois disse aos que estavam aí presentes: ‘Tirai dele as cem moedas e dai-as àquele que tem mil’. Os presentes disseram: “Senhor, esse já tem mil moedas!” Ele respondeu: “Eu vos digo: a todo aquele que já possui, será dado mais ainda; mas àquele que nada tem, será tirado até mesmo o que tem. E quanto a esses inimigos, que não queriam que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui e matai-os na minha frente”. Jesus caminhava à frente dos discípulos, subindo para Jerusalém.
 
Recadinho: - Há pessoas que colocam como objetivo de vida apenas a riqueza? - É possível ser feliz assim? - Quando S. Paulo recomenda (em Efésios 5, 16) que aproveitemos o tempo presente, pois nossos dias são incertos, a que ele se refere? - Sabe ser grato a Deus pelo dom da vida e o dom de produzir frutos? - Você reza por aqueles que “colhem onde não semearam?”
 
9190.  Iria a uma pizzaria romana? - “Não abandonei completamente minha camisa preta e o clergyman debaixo da batina branca. Eu gostaria de poder caminhar nas ruas de Roma, uma cidade muito bonita. Sempre fui um sacerdote que anda na rua. Os encontros mais importantes e sua pregação aconteceram na rua. Com certeza eu também gostaria de comer uma boa pizza com os amigos, mas sei que não é fácil, é quase impossível! O que nunca pode me faltar é o contato com as pessoas. Estou muito no mundo, muito mais que em Buenos Aires, e para mim isso é motivo de grande alegria. Quando abraço os fiéis com meus braços, sei que Jesus também me abraça”. (Papa Francisco em entrevista à jornalista Caroline Pigozzi, da revista Paris Match.)
 
9191.  Andrea Bocelli e sua profunda fé católica - “Nasci numa família muito unida e minha fé é fruto do raciocínio. Pego emprestada uma frase usada em outro contexto e por outras razões: a fé é “fundamento sólido da necessidade objetiva histórica”. Não podemos pensar que somos filhos da casualidade. É uma bobagem absurda. Acreditar ser filho do azar seria como pensar que esta casa surgiu do nada, pois assim como existe alguém que a construiu, do mesmo modo e com maior razão acontece com o universo, que é algo extremamente complexo que supera nossa imaginação. Não podemos ser filhos da casualidade. Portanto minha fé nasceu assim. Sou um católico fervoroso e defensor da vida. A fé é naturalmente um caminho, porque se estamos interessados em nos aprofundar em uma coisa, devemos também fazer alguns sacrifícios, como quando aprendemos matemática ou piano. Existem seus exercícios, assim como a matemática exige as tabuadas para multiplicar entre outras coisas, o piano as escalas e os arpejos. Do mesmo modo a fé também precisa seus exercícios espirituais, por exemplo da oração. Somente se nos adequarmos a este tipo de disciplina, chegaremos a descobrimentos sensacionais”. (Andrea Bocelli, tenor italiano, num programa da televisão italiana “Bel tempo si spera”, da TV2000, narrando passagens de seus encontros com o Papa Francisco e o trabalho que realiza com sua fundação, ajudando os mais necessitados. Em Roma, no dia 13/outubro/2015, e no final de julho/2015, comoveu Roma e as redes sociais com sua interpretação de “Amazing Grace” na Praça de São Pedro, em Roma).
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

9 de novembro de 2015

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1959  -  09/11/2015 

9144. Evangelho de 2ª feira (09-11-2015) - Dedicação da Basílica de Latrão, de Roma - Ez 47, 1-2.8- 9.12; Sl 45; 1Cor 3, 9c-11.16-17; Jo 2, 13-22 - Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém. No Templo, encontrou os vendedores de bois, ovelhas e pombas e os cambistas que estavam aí sentados. Fez então um chicote de cordas e expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois; espalhou as moedas e derrubou as mesas dos cambistas. E disse aos que vendiam pombas: “Tirai isto daqui! Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio!” Seus discípulos lembraram-se, mais tarde, que a Escritura diz: “O zelo por tua casa me consumirá”. Então os judeus perguntaram a Jesus: “Que sinal nos mostras para agir assim?” Ele respondeu: “Destruí este Templo, e em três dias o levantarei”. Os judeus disseram: “Quarenta e seis anos foram precisos para a construção deste santuário e tu o levantarás em três dias?” Mas Jesus estava falando do Templo do seu corpo. Quando Jesus ressuscitou, os discípulos lembraram-se do que ele tinha dito e acreditaram na Escritura e na palavra dele. 

Recadinho: - Respeitamos os lugares que a comunidade tem para manifestar sua fé? - Não se corre também o risco e usar o que é para o culto para outras finalidades? Para outros interesses? - E nosso coração é também tratado como templo de Deus? - Há às vezes interesses secundários em certas atitudes? - Nosso agir espelha o que vai em nosso coração? 

9145. Redentoristas comemoram aniversário - No dia 09 de novembro de 1732, em Scala, na Costa Amalfitana, na Itália, Santo Afonso Maria de Ligório e mais 5 companheiros fundaram a Congregação do Santíssimo Redentor, popularmente conhecida como dos Missionários Redentoristas. Acreditando na inspiração de Deus, a Congregação se consolidou, cresceu e se espalhou pelo mundo, atuando hoje em mais de 75 países. Hoje são em torno de 5.500 redentoristas, mais de 500 deles no Brasil. Os membros desta Congregação são chamados por Deus para continuar a presença viva e a missão de Jesus no mundo, tornando sua pessoa o centro de suas vidas, sendo discípulos missionários seus. A finalidade principal da Congregação é a evangelização, ou seja, o anúncio da Boa Nova revelada por Jesus em especial aos pobres e mais abandonados. E a realizam vivendo em comunidade. 

9146. Surgiram os Redentoristas - - Como tudo se deu? Foi na capital do Reino de Nápoles, na Itália. Em 1696 nasceu Afonso de Ligório, de família rica, importante e cristã. Recebeu a melhor instrução possível naquele tempo, foi advogado de fama. Um dia, em 1726, deixou tudo para ser padre, para ser apóstolo para os que precisavam. Era novo ainda como padre e como padre Afonso era muito procurado para pregações nas igrejas e nos conventos. Não se deixa, porém, prender pelos que já têm assistência religiosa garantida. Quer mais. Como discípulo, quer ser missionário de modo mais radical. Une-se a um grupo de sacerdotes que se dedicavam a pregar missões. Começa assim a conhecer um mundo muito diferente do mundo dos importantes ao qual pertencia. Não se contenta com as missões. Cria uma novidade pastoral. Vai para os arredores do mercado e do porto de Nápoles. Usa de muita criatividade. Ajudado por amigos, começa a reunir seus ouvintes, à noitinha, depois do horário de trabalho, numa praça qualquer. Fala-lhes e os ouve falar sobre sua vida e suas lutas. Juntos meditam, rezam, cantam. Nascem fervorosas comunidades cristãs. Gente simples e rude, que estava apenas à espera de quem lhes lançasse a semente da Graça de Deus. 

9147. Fez-se pobre entre os pobres! - Em 1730, com alguns companheiros de apostolado, Afonso vai para os altos da montanha acima de Amalfi, em Scala. Alojam-se ao lado da capela de Nossa Senhora dos Montes. De perto e de longe, pastores de cabras e camponeses da serra acorrem a eles, sedentos e famintos do Evangelho. Ali, no dia 9 de novembro de 1732, surgiram os Missionários Redentoristas. - Onde encontramos Redentoristas hoje, no Brasil? Os missionários redentoristas estão no Santuário Nacional de Aparecida (SP); no Santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO); no Santuário de Bom Jesus da Lapa (BA): no Santuário S. Geraldo, de Curvelo (MG); em muitíssimas igrejas e paróquias, dirigindo a tradicional Novena de N. Sra. do Perpétuo Socorro; espalhados pelo Brasil nas Missões Populares e em grandes meios de comunicação, disponíveis, evangelizando!

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

6 de novembro de 2015

PRIMEIRA SEXTA FEIRA DO MÊS


Sagrado Coração de Jesus




A devoção ao Coração de Jesus existe desde os primeiros tempos da Igreja, desde que se meditava no lado e no Coração aberto de Jesus, de onde saiu sangue e água. Desse Coração nasceu a Igreja e por esse Coração foram abertas as portas do Céu.

História da devoção
Os Santos Padres muitas vezes falaram do Coração de Cristo como símbolo de seu amor, tomando-o da Escritura: "Beberemos da água que brotaria de seu Coração....quando saiu sangue e água" (Jo 7,37; 19,35).
Na Idade Média começaram a considera-lo como modelo de nosso amor, paciente por nossos pecados, a quem devemos reparar entregando-lhe nosso coração (santas Lutgarda, Matilde, Gertrudes a Grande,Margarita de Cortona, Angela de Foligno, São Boaventura, etc.).
No século XVII estava muito expandida esta devoção. São João Eudes, já em 1670, introduziu a primeira festa pública do Sagrado Coração.
Em 1673, Santa Margarida Maria de Alocoque começou a ter uma série de revelações que a levaram à santidade e ao impulso de formar uma equipe de apóstolos desta devoção. Com seu zelo conseguiram um enorme impacto na Igreja.
Foram divulgados inúmeros livros e imagens. As associações do Sagrado Coração subiram em um século, desde meados do XVIII, de 1000 a 100.000. umas vinte congregações religiosas e vários institutos seculares foram fundados para estender seu culto de mil formas.
O apostolado da Oração, que pretende conseguir nossa santificação pessoal e a salvação do mundo mediante esta devoção, contava já em 1917 com 20 milhões de associados. E em 1960 chegava ao dobro em todo o mundo, passando de um milhão na Espanha; suas 200 revistas tinham 15 milhões de inscrições. A maior instituição de todo o mundo.
A Oposição a este culto sempre foi grande, sobretudo no século XVIII por parte dos jansenistas, e recebeu um forte golpe com a supressão da Companhia de Jesus (1773).Na Espanha foram proibidos os livros sobre o Sagrado Coração. O imperador da Áustria deu ordem que desaparecessem suas imagens de todas as Igrejas e capelas. Nos seminários era ensinado: "a festa do Sagrado Coração provocou um grave mancha sobre a religião".
A Europa oficial rejeitou o Coração de Cristo e em seguida foi assolada pelos horrores da Revolução francesa e das guerras napoleônicas. Mas depois da purificação, ressurgiu de novo com mais força que nunca.
Em 1856 Pio IX estendeu sua festa a toda a Igreja. Em 1899 Leão XIII consagrou o mundo ao Sagrado Coração de Jesus (o Equador tinha se consagrado em 1874).
E a Espanha em 1919, em 30 de maio, também se consagrou publicamente ao Sagrado Coração no Monte dos Anjos. Onde foi gravado, sob a estátua de Cristo, aquela promessa que fez ao pai Bernardo de Hoyos, S. J., em 14 de maio de 1733, mostrando-lhe seu Coração, em Valladolid (Santuário da Grande Promessa), e dizendo-lhe: "Reinarei na Espanha com mais Veneração que em muitas outras partes" (Até então a América também era Espanha).
.
1ª Sexta-feira de cada mês

A GRANDE PROMESSA: Prometo-te, pela excessiva misericórdia e pelo amor Todo-Poderoso do meu Coração, conceder a todos que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a graça da penitência final, que não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os seus sacramentos, e que o meu divino Coração lhes será seguro asilo nesta última hora.

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1956  -  06/11/2015 

9130. Evangelho de 6ª feira (06-11-2015) - Rm 15, 14-21; Sl 97; Lc 16, 1-8 - Jesus disse aos discípulos: “Um homem rico tinha um administrador que foi acusado de esbanjar os seus bens. Ele o chamou e lhe disse: “Que é isto que ouço a teu respeito? Presta contas da tua administração, pois já não podes mais administrar meus bens”. O administrador então começou a refletir: “O Senhor vai me tirar a administração. Que vou fazer? Para cavar, não tenho forças; de mendigar, tenho vergonha. Ah! Já sei o que fazer, para que alguém me receba em sua casa quando eu for afastado da administração”. Então ele chamou cada um dos que estavam devendo ao seu patrão. E perguntou ao primeiro: “Quanto deves ao meu patrão?” Ele respondeu: “Cem barris de óleo!” O administrador disse: “Pega a tua conta, senta-te, depressa, e escreve cinquenta!’ Depois ele perguntou a outro: “E tu, quanto deves?” Ele respondeu: “Cem medidas de trigo”. O administrador disse: “Pega tua conta e escreve oitenta”. E o Senhor elogiou o administrador desonesto, porque ele agiu com esperteza. Com efeito, os filhos deste mundo são mais espertos em seus negócios do que os filhos da luz”. 

Recadinho: - Como devemos administrar os bens que nos foram confiados? - Sabemos prestar contas dos bens tanto materiais como espirituais? - Não nos tornamos às vezes agressivos? - Procuramos ser espertos para realizar o bem na mesma proporção que o administrador da parábola o foi para seu interesse pessoal? - Estamos atentos a não prejudicar outras pessoas com nosso modo de agir? 

9131. Movimento no Santuário Nacional de 26 de outubro a 01 de novembro/2015 - Conforme dados estatísticos fornecidos pelo Santuário Nacional de Aparecida, durante toda a semana de 26 de outubro a 01 de novembro/2015 circularam pelo Santuário 260.624 visitantes. No sábado, 31 de outubro, o Santuário recebeu 85.713 pessoas e, no domingo, dia 01 de novembro, o número foi de 130.442 peregrinos. De segunda a sexta-feira, o número de visitantes foi de 44.469. A previsão para o próximo fim de semana é a cidade receber 98.581 visitantes no sábado, dia 07 de novembro/2015, e 179.626 no domingo, dia 08 de novembro. 

9132. Casamento gay: a Europa condenou a Itália! - No dia 21 de outubro de 2015, expirou o prazo para que o Governo italiano interpusesse recurso contra a sentença do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem e outros contra a Itália, de 21 de julho de 2015, que condenou a Itália por não reconhecer as uniões homossexuais. O prazo para o recurso expirou no dia 21 de Outubro e a sentença tornou-se, agora, definitiva. O Governo italiano não recorreu à condenação pela falta de reconhecimento das convivências homossexuais, decisão esta incompreensível para os comitês “Sim à família”. Trata-se de uma decisão incompreensível que, dentre outras, tem como consequência o dever da Itália de pagar imediatamente a multa aplicada pela Corte, em detrimento dos contribuintes. Os Estados apelam quase sempre às sentenças do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos e a escolha do atual governo italiano é claramente ideológica e mostra de qual lado ele está. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos não obrigou a Itália a aprovar leis que igualam as uniões homossexuais aos matrimônios. Apenas afirma que os Estados Europeus devem reconhecer os “direitos fundamentais” dos conviventes homossexuais mas, na linha deste reconhecimento, deixa plena liberdade a cada Estado. E a sentença afirma explicitamente que não há nenhuma obrigação de incluir neste reconhecimento a adoção”. 

9133. Comunidades: casa e escola de comunhão - Comemorando os 60 anos de fundação do Conselho dos Bispos Latino Americanos, em 30 de outubro de 2015 assim se dirigiu o Papa Francisco à entidade: "É importante que as nossas comunidades sejam casa e escola de comunhão, que atraiam por uma surpreendente fraternidade fundada no reconhecimento do Pai comum e ajudem a manter sempre viva na Igreja na América Latina a paixão pelos nossos povos, a assunção dos seus sofrimentos e a capacidade de discernimento cristão das vicissitudes da sua história presente, para abrir caminhos de maior igualdade, paz e justiça. A gratidão por todo o bem que o Senhor semeou aos poucos e que deu fruto por meio do seu serviço à Igreja de Deus na América Latina,¸a esperança que o Celam, tendo como prioridade a conversão pastoral e missionária, esteja cada vez mais envolvido, no apoio e impulso a este movimento que irradia rumo evangelizador em todas as áreas e confins”.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariantes do dia




Décio José Frigério 


 João Batista Martins


 Moacir das Dores 


 Paulo de Tarso Cunha



4 de novembro de 2015

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1954  -  04/11/2015 

9122. Evangelho de 4ª feira (04-11-2015) - S. Carlos Borromeu - Rm 13, 8-10; Sl 111; Lc 14, 25-33 - Naquele tempo, grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse: “Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo. Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário, ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo: “Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!” Ou ainda: Qual rei que, ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil? Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz. Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!” 

Recadinho: - Como encaro as cruzes que a vida me traz? - A cruz de Cristo está realmente presente em minha vida? - Cumpro minha parte na missão de discípulo (a) missionário (a) de Jesus? - O mundo precisa de testemunho cristão. O que me é sugerido? - Que lugar ocupa a religião em minha vida? 

9123. Todos somos chamados à santidade - “A Festa de Todos os Santos leva-nos a celebrar o santo cujo nome trazemos e é também a festa de cada um de nós, chamados à santidade. A mentalidade do mundo de hoje, muitas vezes nos engana fazendo a santidade parecer algo de extraordinário e inalcançável por pessoas comuns. Na realidade, é uma meta que Deus nos deu e tornou-a acessível a todos que creem em Cristo. A santidade não é medida conforme os milagres e os fenômenos místicos extraordinários que muitas vezes a acompanham, mas conforme o amor a Deus e ao próximo. A santidade consiste em transformar as coisas ordinárias em extraordinárias”. (Dom Pasqualino Di Dio, exorcista da diocese de Piazza Armerina, Itália) 

9124. Intenções do Apostolado da Oração para Novembro/2015 - Diálogo - Para que nos abramos ao encontro pessoal e ao diálogo com todos, também com aqueles que pensam de modo diferente do nosso e pela Evangelização, para que os pastores da Igreja, com profundo amor ao seu rebanho, acompanhem o seu caminho e animem a sua esperança. 

9125. Redentoristas em festa em 08 de novembro de 2015 - Logo mais, no dia 08 de novembro de 2015, no Santuário Nacional de Aparecida, na Eucaristia das 18h00, a Congregação dos Missionários Redentoristas estarão comemorando 383 anos de existência e, na mesma celebração, 07 jovens das denominadas Província Redentorista de São Paulo e da Vice-Província de Recife estarão emitindo a Profissão Perpétua na mesma Congregação. Concluído o Ano de Noviciado, período de preparação próxima para o ingresso definitivo na Congregação, emitirão os votos religiosos passando então a cursar o primeiro ano de Teologia em vista ao sacerdócio. Fundada pelo napolitano Santo Afonso Maria de Ligório, a Congregação do Santíssimo Redentor (mais conhecida como dos Missionários Redentoristas; C.Ss.R.) é uma congregação religiosa católica fundada por Santo Afonso Maria de Ligório, em Scala, na Itália, em 1732. Foi a resposta de Santo Afonso ao chamado de Jesus que o convidava a criar uma congregação que se dedicasse de modo especial ao atendimento mais mais pobres e abandonados da cidade de Nápoles, Itália. Hoje os Missionários, espalhados pelos cinco continentes, atuam em mais de 77 países, destacando-se principalmente nas tarefas de propagações de Missões Populares e de modo muito especial atuando em Santuários, sendo o mais conhecido deles o Santuário Nacional de Aparecida, situado no Estado de São Paulo, à beira da Rodovia Presidente Dutra (mais ou menos na metade do caminho), grande e moderna rodovia que liga as duas maiores cidades do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro. No Brasil os Redentoristas só não têm comunidade no Estado de Roraima. Santo Afonso fundou sua Congregação aos 36 anos de idade que, mais tarde, dividiu-se em dois ramos: o das monjas de clausura e o ramo de vida apostólica missionária.

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariante do dia




Carlos Henrique Carrilho Cruz - (Carlinhos)

3 de novembro de 2015

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1953  -  03/11/2015 

9118. Evangelho de 3ª feira (03-11-2015) - S. Martinho de Lima - Rm 12, 5-16ª; Sl 130; Lc 14, 15-24 - Um homem que estava à mesa disse a Jesus: “Feliz aquele que come o pão no Reino de Deus!” Jesus respondeu: “Um homem deu um grande banquete e convidou muitas pessoas. Na hora do banquete, mandou seu empregado dizer aos convidados: “Vinde, pois tudo está pronto”. Mas todos, um a um, começaram a dar desculpas. O primeiro disse: “Comprei um campo, e preciso ir vê-lo. Peço-te que aceites minhas desculpas”. Um outro disse: “Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-las. Peço-te que aceites minhas desculpas”. Um terceiro disse: “Acabo de me casar e, por isso, não posso ir”. O empregado voltou e contou tudo ao patrão. Então o dono da casa ficou muito zangado e disse ao empregado: “Sai depressa pelas praças e ruas da cidade. Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos”. O empregado disse: “Senhor, o que tu mandaste fazer foi feito, e ainda há lugar”. O patrão disse ao empregado: “Sai pelas estradas e atalhos, e obriga as pessoas a virem aqui, para que minha casa fique cheia”. Pois eu vos digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete”. 

Recadinho: - Quem não cumpre seus deveres cristãos não está desprezando o Reino de Deus? - Quais são os compromissos mais marcantes de minha vida cristã? - Qualquer coisa é motivo para me ausentar dos compromissos para com Deus? - Sou eu que preciso de Deus ou é Deus que precisa de mim? - Como encaro minha participação na vida da comunidade? 

9119. A cruz de um padre acompanha o Papa! - “Padre Aristi, religioso sacramentino, a quem o clero de Buenos Aires se dirigia para se confessar, inclusive eu, morreu numa manhã de Páscoa com mais de 90 anos de idade. Antes do funeral, decidi homenagear P. Aristi, cujos restos mortais encontravam-se na cripta de uma igreja. Ali se encontravam o caixão, somente duas idosas que rezavam, mas nenhuma flor. Para este homem, que perdoou os pecados de praticamente todo o clero de Buenos Aires, a mim inclusive, nem mesmo uma flor! Subi e fui a uma floricultura (em Buenos Aires, nos cruzamentos temos floriculturas, nas ruas, nos lugares onde tem muita gente) e comprei flores, rosas... Voltei e comecei a preparar o caixão, com flores... Olhei para o Terço que tinha na mão... e logo me veio em mente aquele ladrão que todos temos dentro de nós, não?! E enquanto arrumava as flores, peguei a cruz do Terço. Com um pouco de força a arranquei. E naquele momento olhei para ele e disse: “Dá-me a metade da tua misericórdia!” Senti uma coisa forte que me deu a coragem de fazer isso e de fazer essa oração! E depois, aquela cruz a coloquei aqui, no bolso! As vestes do Papa não têm bolsos, mas sempre tenho comigo um pequeno invólucro de tecido, e daquele momento até hoje, aquela cruz está comigo. E quando me vem em mente um pensamento ruim contra alguma pessoa, levo a mão a essa cruz. E sinto a graça! Sinto que me faz bem. Como faz bem o exemplo de um padre misericordioso, de um padre que se aproxima das feridas!..." (Papa Francisco, 06/março/2014, no encontro com o clero de Roma) 

9120. A esperança amplia a alma - “A esperança é um pouco como o fermento que amplia a alma. Há momentos difíceis na vida, porém a alma segue adiante e olha para o que nos espera. Hoje é um dia de esperança. Nossos irmãos e irmãs estão na presença de Deus e também nós estaremos ali por pura graça do Senhor se caminhamos pela estrada de Jesus. Conclui o apóstolo: “quem tem esta esperança nele se purifica a si mesmo. A esperança também nos purifica, nos alivia, nos faz ir mais rápidos. Esta purificação na esperança em Jesus Cristo!” (Papa Francisco, 01/novembro/2013) 

9121. O fim da vida - “Neste pré entardecer de hoje cada um de nós pode pensar no fim de sua vida. Pensemos, no meu, no teu, no teu, etc. Todos nós temos um entardecer, todos. Olho-o com esperança, com essa alegria de ser recebido pelo Senhor.- Como é a alegria do cristão? E isso nos dá a paz. Este é um dia de glória, mas de uma glória serena, tranquila, da paz. Pensemos no entardecer de tantos irmãos e irmãs que nos antecederam, pensemos no nosso entardecer quando chegar, e pensemos no nosso coração e nos perguntemos: - onde está ancorado o meu coração? E se não está ancorado bem, ancoremo-lo lá naquela margem, sabendo que a esperança não decepciona, porque o Senhor Jesus não decepciona”. (Papa Francisco, 01/novembro/2013)

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Aniversariante




DONIZETE AIRES DE ALENCAR 


PADRE JOSÉ ANTÔNIO DAL BÓ GIOVANETTI
Comunidade de Aparecida
Festejando 68 anos de idade