CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


MAIO - 2017
De 03 a 11 - Viagem / Peregrinação a Portugal
De 20 a 21 - 7º ERESER CAMPINAS
De 15 a 30 - 2ª Missão UNESER em Rondônia

JUNHO - 2017
De 17 a 18 - 2º ERESER CAMPINAS

JULHO - 2017

De 05 a 15 - 3ª Peregrinação a Pé Caminho da Fé
De 14 a 16 - 37º ERESER PROVÍNCIA RIO/MINAS/ES
De 21 a 23 - 22º ENESER - APARECIDA

SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 02 a 04 de fevereiro de 2018
Local: Pedrinha (a ser confirmado)




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

14 de junho de 2015

Vivências - De perto @ De longe

Nº 1811 -  14/06/2015

7531. Evangelho de domingo 11º - tc - (14-06-2015) - Ez 17, 22-24; Sl 91; 2Cor 5, 6-10; Mc 4, 26-34 (A semente e o grão de mostarda) - Dizia Jesus: “eis a que se compara o reino de Deus.  semelhante a um homem que lança a semente à terra e que depois dorme, noite após noite, e se levanta dia após dia, enquanto a semente germina e cresce sem ele o perceber. Pois a terra produz os frutos por si mesma: primeiro o talo da planta, depois a espiga, depois os grãos de trigo plenamente desenvolvidos nas espigas. E quando o fruto amadurece, ele mete logo a foice, porque é chegado o tempo da colheita”. Prosseguia, dizendo: “ que havemos de comparar o reino de Deus? Ou com que parábola o representaremos? É como o grão de mostarda que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes que há na terra, mas depois que foi semeado, cresce e torna-se maior do que todas as hortaliças e cria ramos tão grandes que as aves do céu podem vir habitar debaixo de sua sombra”. Pregava-lhes a palavra por meio de muitas parábolas deste gênero, de acordo com a capacidade de seus ouvintes. Nunca lhes falava, a não ser em parábolas, mas, em particular, explica tudo a seus discípulos.
 
Recadinho: - Que tipo de semente germina em meu coração? - Sou paciente, aguardando que a semente cresça em seu devido tempo? - É fácil aguardar que meu próximo produza frutos a seu tempo? - Quem por primeiro me ensinou as parábolas do Reino? - Deixo que a semente do Amor de Deus cresça em meu coração, sem abafá-la entre espinhos e ervas daninhas?
 
7532. Imigrantes à deriva em águas asiáticas! - No dia 25 de maio de 2015, o Papa Francisco expressou sua preocupação pelos muitos imigrantes que fogem de diferentes países em busca de uma vida melhor, mas nem sempre chegam ao seu destino vivos: “Sigo com viva preocupação os sucessos de numerosos prófugos no golfo de engala e no mar de ndaman” e “expresso meu apreço pelos esforços dos países que deram sua disponibilidade e acolhida a estas pessoas que estão confrontando graves sofrimentos e perigos”. o mesmo tempo, “animo a comunidade internacional a proporcionar sua assistncia humanitária necessária”. Segundo as Nações Unidas, entre 6 mil e 8 mil imigrantes indocumentados se encontram à deriva e uma parte significativa deles pertence à etnia rohinyá, uma comunidade muçulmana que a Birmânia não reconhece como membros de sua nação. Muitos deles fogem das más condições nas que vivem em Rakáin, onde foram objeto de maus tratos e discriminação, em especial da onda de violência sectária que surgiu em 2012. Em recente homilia, o Papa fez um chamado a solidarizar-se com estes imigrantes e denunciou que “os governos na região “estão jogando um ping pong humano ao devolver os navios ao mar utilizando a desculpa da luta contra o tráfico de pessoas.
 
7533. Importa criar pontes e não muros como o de Berlim! - “O importante na vida é sempre criar pontes. Sempre. Uma ponte mais do que um muro, como aquele que por tantos anos dividiu Berlim. Porque também no nosso coração podemos ter um Muro de Berlim com os outros. Eu tenho medo desses muros, desses muros que crescem a cada dia e favorecem os ressentimentos. Inclusive o ódio. Pensemos no jovem Davi (1Sm 24, 3-21): poderia perfeitamente ter se vingado, expulsado o rei, mas ele escolheu o caminho do diálogo, com humildade, bondade e doçura. Peçamos a S. Francisco de Sales, Doutor da doçura, que nos dê a todos a graça de fazer pontes com os outros, jamais muros!” (Papa Francisco, 24/janeiro/2014)
 
7534. Os que vivem sozinhos e marginalizados - “Para que o nosso testemunho seja credível, somos chamados a sempre buscar "a justiça, a piedade, a fé, a caridade, a paciência e a mansidão" (1Tm 6, 11). Somos chamados a um estilo de vida sóbrio, à imagem de Cristo, que se despojou para nos enriquecer com a sua pobreza (2 Cor 8, 9); ao zelo incansável e àquela caridade, ao mesmo tempo fraternal e paternal, que os bispos, sacerdotes e fiéis, especialmente os que vivem sozinhos e marginalizados, esperam de nós. Penso, acima de tudo, em nossos sacerdotes que necessitam de compreensão e de apoio, inclusive no âmbito pessoal. Eles têm direito ao nosso bom exemplo nas coisas concernentes a Deus, como em qualquer outra atividade eclesial. Exigem-nos transparência na gestão dos bens e solicitude para com todo tipo de fraqueza e necessidade”. (Papa Francisco, 21novembro201, falando no Vaticano aos Patriarcas das Igrejas orientais católicas e os arcebispos maiores)
 
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Sua participação é muito importante para nós.