CONSAGRAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA NA VOZ DO PADRE VITOR COELHO CSsR

Ó MARIA SANTÍSSIMA, PELOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO QUE EM VOSSA IMAGEM MILAGROSA DE APARECIDA ESPALHAIS INÚMEROS BENEFÍCIOS SOBRE O BRASIL, EU, EMBORA INDIGNO DE PERTENCER AO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS, MAS DESEJANDO PARTICIPAR DOS BENEFÍCIOS DA VOSSA MISERICÓRDIA, PROSTRADO A VOSSOS PÉS, CONSAGRO-VOS O ENTENDIMENTO, PARA QUE SEMPRE PENSE NO AMOR QUE MERECEIS. CONSAGRO-VOS A LÍNGUA, PARA QUE SEMPRE VOS LOUVE E PROPAGUE A VOSSA DEVOÇÃO.CONSAGRO-VOS O CORAÇÃO, PARA QUE, DEPOIS DE DEUS, VOS AME SOBRE TODAS AS COUSAS.RECEBEI-NOS, Ó RAINHA INCOMPARÁVEL, QUE NOSSO CRISTO CRUCIFICADO DEU-NOS POR MÃE, NO DITOSO NÚMERO DOS VOSSOS SERVOS. ACOLHEI-NOS DEBAIXO DA VOSSA PROTEÇÃO. SOCORREI-NOS EM NOSSAS NECESSIDADES ESPIRITUAIS E TEMPORAIS E, SOBRETUDO, NA HORA DA NOSSA MORTE. ABENÇOAI-NOS Ó MÃE CELESTIAL, E COM VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO FORTALECEI-NOS EM NOSSA FRAQUEZA, A FIM DE QUE, SERVINDO-VOS FIELMENTE NESTA VIDA, POSSAMOS LOUVAR-VOS, AMAR-VOS E RENDER-VOS GRAÇAS NO CÉU, POR TODA A ETERNIDADE. ASSIM SEJA! ...PELA INTERCESSÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA, RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL, A BÊNÇÃO DE DEUS ONIPOTENTE, PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA SEMPRE.AMÉM!
PRÓXIMOS EVENTOS (Todos estão convidados)





ÁGAPE MENSAL
11 - fevereiro - 2017


SETEMBRO - 2017
De 01 a 03 - 5º ERESER VICE PROVÍNCIA MANAUS
De 29 a 01/10 - ERESER CURITIBA

OUTUBRO - 2017

Dia 07 - ERESER NA NOVENA DE APARECIDA
Dia 21 - 11º ERESER MAIRINQUE

NOVEMBRO - 2017
De 12 a 15 - 7º ERESER PROVÍNCIA DE CAMPO GRANDE


XIII RETIRO
De 26 A 28 de janeiro de 2018
Local: Vila Santo Afonso - Pedrinha
Tema: A Espiritualidade Redentorista na Prática
Orientador: Padre Alfredo Viana Avelar, CSsR - Rio




SOM NO BLOG

QUANDO QUISER ASSISTIR ALGUM VÍDEO DO BLOG, VÁ ATÉ À "RÁDIO UNESER INTERATIVA" (caixa à direita do blog) E CLIQUE NO BOTÃO DE PAUSA (II).
APÓS ASSISTIR O VÍDEO, CLIQUE NO MESMO BOTÃO (PLAY) PARA CONTINUAR OUVINDO A RÁDIO.

9 de março de 2014

A Palavra de deus na vida - Homilia

Evangelho: Mateus 4,1-11


Naquele tempo, 1 o Espírito conduziu Jesus ao deserto, para ser tentado pelo diabo.
2 Jesus jejuou durante quarenta dias e quarenta noites, e, depois disso, teve fome.
3 Então, o tentador aproximou-se e disse a Jesus: “Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães!” 
4 Mas Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus’”.
5 Então o diabo levou Jesus à Cidade Santa, colocou-o sobre a parte mais alta do Templo, 
6 e lhe disse: “Se és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo! Porque está escrito: ‘Deus dará ordens aos seus anjos a teu respeito, e eles te levarão nas mãos, para que não tropeces em alguma pedra’”. 
7 Jesus lhe respondeu: “Também está escrito: ‘Não tentarás o Senhor teu Deus!’”
8 Novamente, o diabo levou Jesus para um monte muito alto. Mostrou-lhe todos os reinos do mundo e sua glória, 
9 e lhe disse: “Eu te darei tudo isso, se te ajoelhares diante de mim, para me adorar”. 
10 Jesus lhe disse: “Vai-te embora, Satanás, porque está escrito: ‘Adorarás ao Senhor, teu Deus, e somente a ele prestarás culto’”. 
11 Então o diabo o deixou. E os anjos se aproximaram e serviram a Jesus.

JOSÉ ANTONIO PAGOLA

NOSSA GRANDE TENTAÇÃO

A cena das "tentações de Jesus" é um relato que não podemos interpretar superficialmente. As tentações que nos são descritas, não são, propriamente, de ordem moral. O relato nos está advertindo de que podemos arruinar nossa vida se nos desviamos do caminho que segue Jesus.

A primeira tentação é de importância decisiva, pois pode perverter e corromper a vida pela raiz. Aparentemente, a Jesus é oferecido algo bem inocente e bom: colocar Deus a serviço de sua fome: "Se sois Filho de Deus, manda que estas pedras se convertam em pães". Entretanto, Jesus reage de maneira rápida e surpreendente: "Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus". Não fará de seu próprio pão algo absoluto. Não colocará Deus a serviço de seu próprio interesse, esquecendo o projeto do Pai. Buscará, sempre, em primeiro lugar, o reino de Deus e sua justiça. Em todos os momentos, escutará a sua Palavra.

Nossas necessidades não ficam satisfeitas somente com o fato de termos assegurado o nosso pão. O ser humano necessita e anseia por muito mais. Inclusive, para resgatar da fome e da miséria aqueles que não têm pão, devemos escutar Deus, nosso Pai, e despertar em nossa consciência a fome de justiça, a compaixão e a solidariedade.

Nossa grande tentação, hoje, é converter tudo em pão. Reduzir, cada vez mais, o horizonte de nossa vida à mera satisfação de nossos desejos; fazer da obsessão por um bem-estar maior ou pelo consumismo indiscriminado e sem limites o ideal quase único de nossas vidas.

Enganamo-nos se pensamos que esse é o caminho a seguir para o progresso e a libertação:
  • Não estamos vendo que, uma sociedade que arrasta as pessoas para o consumismo sem limites e para a autossatisfação, não faz senão gerar vazio e falta de sentido nas pessoas, bem como, egoísmo, insolidariedade e irresponsabilidade na convivência?
  • Por que nos assustamos com o aumento, de modo trágico, do número de pessoas que se suicidam a cada dia?
  • Por que continuamos fechados em nosso falso bem-estar, levantando barreiras cada vez mais desumanas para que os famintos não entrem em nossos países, não cheguem até nossas residências nem batam à nossa porta?
O apelo de Jesus pode nos ajudar a tomar mais consciência de que não somente de bem-estar vive o homem. O ser humano necessita, também, cultivar o espírito, conhecer o amor e a amizade, desenvolver a solidariedade para com os que sofrem, escutar sua consciência com responsabilidade, abrir-se ao Mistério último da vida com esperança.
[...]

A segunda tentação se produz no "templo". O tentador propõe a Jesus fazer sua entrada triunfal na cidade santa, descendo do alto como Messias glorioso. A proteção de Deus está assegurada. Seus anjos "cuidarão" dele. Jesus reage rapidamente: "Não tentarás o Senhor, teu Deus!". Jesus não será um Messias triunfante. Não colocará Deus a serviço de sua glória. Não fará "sinais do céu", somente sinais para curar os enfermos.

Sempre que a Igreja põe Deus a serviço de sua própria glória e "desce do alto" para mostrar sua própria dignidade, desvia-se de Jesus. Quando nós, os seguidores de Jesus, buscamos "ficar bem" mais que "fazer o bem", distanciamo-nos dele.

A terceira tentação acontece numa "montanha altíssima". De lá são avistados todos os reinos do mundo. Todos estão controlados por Satanás, que faz a Jesus uma oferta assombrosa: lhe dará todo o poder do mundo. Somente uma condição: "se te prostrares e me adorares". Jesus reage violentamente: "Vai-te, Satanás!". "Somente ao Senhor, teu Deus, adorarás". Deus não chama Jesus para dominar o mundo como o imperador de Roma, mas a servir aqueles que vivem oprimidos. Não será um Messias dominador, mas servidor. O reino de Deus não se impõe com poder, mas se oferece com amor.

A Igreja deve banir, hoje, todas as tentações de poder, glória ou dominação, gritando como Jesus; "Vai-te, Satanás!". O poder mundano é uma oferta diabólica. Quando nós, cristãos, o procuramos, nos distanciamos de Jesus.

Tradução do espanhol por Telmo José Amaral de Figueiredo.

Fonte: MUSICALITURGICA.COM - Homilías de José A. Pagola

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Sua participação é muito importante para nós.